Referência da linha de comando

bazel [<startup options>] <command> [<args>]
ou
bazel [<startup options>] <command> [<args>] -- [<target patterns>]
Consulte a sintaxe dos padrões de destino no Guia do usuário.

Sintaxe da opção

As opções podem ser transmitidas para o Bazel de maneiras diferentes. As opções que exigem um valor podem ser transmitidas com um sinal de igual ou um espaço:

--<option>=<value>
--<option> <value>
Algumas opções têm uma forma abreviada de um único caractere. Nesse caso, a forma abreviada precisa ser transmitida com um único traço e um espaço.
-<short_form> <value>

As opções booleanas podem ser ativadas da seguinte maneira:

--<option>
--<option>=[true|yes|1]
e desativadas desta forma:
--no<option>
--<option>=[false|no|0]

As opções tristate geralmente são definidas como automáticas por padrão e podem ser ativadas à força da seguinte maneira:

--<option>=[true|yes|1]
ou à desativação forçada da seguinte maneira:
--no<option>
--<option>=[false|no|0]

Comandos

analyze-profile Analisa dados de perfil do build.
aquery Analisa os destinos informados e consulta o gráfico de ações.
build Cria os destinos especificados.
canonicalize-flags Canoniza uma lista de opções do Bazel.
clean Remove os arquivos de saída e, opcionalmente, interrompe o servidor.
coverage Gera um relatório de cobertura de código para destinos de teste especificados.
cquery Carrega, analisa e consulta os destinos especificados com configurações.
dump Despeja o estado interno do processo do servidor do Bazel.
fetch Busca repositórios externos que são pré-requisitos para os destinos.
help Imprime a ajuda para comandos ou o índice.
info Exibe informações de tempo de execução sobre o servidor Bazel.
license Imprime a licença do software.
mobile-install Instala os destinos em dispositivos móveis.
mod Consulta o gráfico de dependências externas do Bzlmod
print_action Exibe os argumentos de linha de comando para compilar um arquivo.
query Executa uma consulta de gráfico de dependência.
run Executa o destino especificado.
shutdown Interrompe o servidor do Bazel.
sync Sincroniza todos os repositórios especificados no arquivo do espaço de trabalho
test Cria e executa os destinos de teste especificados.
vendor Busca repositórios externos em uma pasta específica especificada pela flag --vendor_dir.
version Imprime as informações da versão para o Bazel.

Opções de inicialização

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--[no]autodetect_server_javabase padrão: "verdadeiro"
Quando --noDetect_server_javabase é transmitido, o Bazel não recorre ao JDK local para executar o servidor do Bazel. Em vez disso, ele sai.
Tags: affects_outputs, loses_incremental_state
--[no]batch padrão: "false"
Se definido, o Bazel será executado apenas como um processo de cliente sem um servidor, em vez de no modo padrão de cliente/servidor. Esta função foi descontinuada e será removida. Se quiser evitar a permanência de servidores, desligue o servidor explicitamente.
Tags: loses_incremental_state, bazel_internal_configuration, deprecated
--[no]batch_cpu_scheduling padrão: "false"
Somente no Linux. Use a programação de CPU em "lote" para o Blaze. Essa política é útil para cargas de trabalho que não são interativas, mas não querem diminuir o valor bom delas. Consulte "man 2 sched_setscheduler". Se for falso, então o Bazel não executa uma chamada do sistema.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--bazelrc=<path> padrão: consultar descrição
A localização do arquivo .bazelrc do usuário que contém valores padrão das opções do Bazel. /dev/null indica que todos os `--bazelrc`adicionais serão ignorados, o que é útil para desativar a pesquisa de um arquivo rc do usuário, por exemplo, em builds de lançamento. Essa opção também pode ser especificada várias vezes. Por exemplo, com `--bazelrc=x.rc --bazelrc=y.rc --bazelrc=/dev/null --bazelrc=z.rc`, 1) x.rc e y.rc são lidos. 2) z.rc é ignorado devido ao /dev/null anterior. Se não for especificado, o Bazel vai usar o primeiro arquivo .bazelrc encontrado nos dois locais a seguir: no diretório do espaço de trabalho e, em seguida, no diretório inicial do usuário. Observação: as opções da linha de comando sempre substituem as opções no bazelrc.
Tags: changes_inputs
--[no]block_for_lock padrão: "verdadeiro"
Quando --noblock_for_lock é transmitido, o Bazel não espera a conclusão de um comando em execução, mas sai imediatamente.
Tags: eagerness_to_exit
--[no]client_debug padrão: "false"
Se verdadeiro, registre as informações de depuração do cliente em stderr. Alterar esta opção não fará com que o servidor seja reiniciado.
Tags: affects_outputs, bazel_monitoring
--connect_timeout_secs=<an integer> padrão: "30"
O tempo que o cliente aguarda a cada tentativa de se conectar ao servidor
Tags: bazel_internal_configuration
--digest_function=<hash function> padrão: consultar descrição
A função hash a ser usada ao calcular resumos de arquivos.
Tags: loses_incremental_state, bazel_internal_configuration
--[no]expand_configs_in_place padrão: "verdadeiro"
Mudança da expansão de flags --config para ser feita no local, em vez de uma expansão de ponto fixo entre as opções rc normais e as opções especificadas da linha de comando.
Tags: no_op, deprecated
--failure_detail_out=<path> padrão: consultar descrição
Se definido, especifica um local para gravar uma mensagem protobuf failed_detail se o servidor apresentar uma falha e não puder reportá-la por gRPC, como normalmente. Caso contrário, o local será ${OUTPUT_BASE}/fail_detail.rawproto.
Tags: affects_outputs, loses_incremental_state
--[no]home_rc padrão: "verdadeiro"
Se você quer ou não o arquivo bazelrc inicial em $HOME/.bazelrc
Tags: changes_inputs
--[no]idle_server_tasks padrão: "verdadeiro"
Executar System.gc() quando o servidor estiver inativo
Tags: loses_incremental_state, host_machine_resource_optimizations
--[no]ignore_all_rc_files padrão: "false"
Desativa todos os arquivos rc, independentemente dos valores de outras sinalizações de modificação rc, mesmo que essas flags venham mais tarde na lista de opções de inicialização.
Tags: changes_inputs
--io_nice_level={-1,0,1,2,3,4,5,6,7} padrão: "-1"
Somente no Linux: defina um nível de 0 a 7 para programar E/S de melhor esforço usando a chamada de sistema sys_ioprio_set. 0 é a prioridade mais alta, e 7 é a menor. O programador antecipado só pode respeitar a prioridade 4. Se definido como um valor negativo, então o Bazel não executa uma chamada do sistema.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_startup_timeout_secs=<an integer> padrão: "120"
O tempo máximo que o cliente aguarda para se conectar ao servidor
Tags: bazel_internal_configuration
--macos_qos_class=<a string> padrão: "padrão"
Define a classe de serviço de QoS do servidor do Bazel ao executar no macOS. Essa flag não tem efeito em todas as outras plataformas, mas tem suporte para garantir que os arquivos rc possam ser compartilhados entre elas sem mudanças. Os valores possíveis são: interativo pelo usuário, iniciado pelo usuário, padrão, utilitário e segundo plano.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--max_idle_secs=<integer> padrão: "10800"
O número de segundos que o servidor de build aguardará em inatividade antes de ser desligado. Zero significa que o servidor nunca será desligado. Isso é lido somente na inicialização do servidor. Alterar essa opção não fará com que o servidor seja reiniciado.
Tags: eagerness_to_exit, loses_incremental_state
--output_base=<path> padrão: consultar descrição
Se definido, especifica o local de saída em que todas as saídas do build serão gravadas. Caso contrário, o local será ${OUTPUT_ROOT}/_blaze_${USER}/${MD5_OF_WORKSPACE_ROOT}. Observação: se você especificar uma opção diferente de uma para a próxima invocação do Bazel para esse valor, provavelmente vai iniciar um servidor novo e adicional. O Bazel inicia exatamente um servidor por base de saída especificada. Normalmente, há uma base de saída por espaço de trabalho. No entanto, com essa opção, você pode ter várias bases de saída por espaço de trabalho e, assim, executar várias versões para o mesmo cliente na mesma máquina simultaneamente. Consulte "bazel help desligamento" para saber como desligar um servidor Bazel.
Tags: affects_outputs, loses_incremental_state
--output_user_root=<path> padrão: consultar descrição
O diretório específico do usuário, em que todas as saídas de build são gravadas. Por padrão, essa é uma função de $USER, mas, ao especificar uma constante, as saídas de build podem ser compartilhadas entre usuários que colaboram.
Tags: affects_outputs, loses_incremental_state
--[no]preemptible padrão: "false"
Se verdadeiro, o comando poderá ser interrompido se outro comando for iniciado.
Tags: eagerness_to_exit
--server_jvm_out=<path> padrão: consultar descrição
O local para gravar a saída da JVM do servidor. Se não for definido, o padrão será um local em output_base.
Tags: affects_outputs, loses_incremental_state
--[no]shutdown_on_low_sys_mem padrão: "false"
Se max_idle_secs estiver definido e o servidor de build ficar inativo por um tempo, encerre o servidor quando o sistema estiver com pouca RAM livre. Somente no Linux.
Tags: eagerness_to_exit, loses_incremental_state
--[no]system_rc padrão: "verdadeiro"
Se você quer ou não o bazelrc do sistema.
Tags: changes_inputs
--[no]unlimit_coredumps padrão: "false"
Aumenta o limite flexível do coredump até o limite rígido, com o objetivo de possibilitar a conexão do servidor (incluindo a JVM) e do cliente em condições comuns. Cole esta sinalização no bazelrc uma vez e esqueça-a para obter coredumps quando realmente encontrar uma condição que os desencadeia.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]watchfs padrão: "false"
Se verdadeiro, Bazel tenta usar o serviço de observação de arquivos do sistema operacional para alterações locais em vez de procurar uma alteração em cada arquivo.
Tags: deprecated
Se verdadeiro, links simbólicos reais serão criados no Windows em vez de cópia de arquivos. É necessário que o modo de desenvolvedor do Windows esteja ativado e o Windows 10 versão 1703 ou mais recente.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]workspace_rc padrão: "verdadeiro"
Se deve ou não procurar o arquivo bazelrc do espaço de trabalho em $workspace/.bazelrc
Tags: changes_inputs
Outras opções não categorizadas:
--host_jvm_args=<jvm_arg> usos múltiplos são acumulados
Sinalizações para passar para a JVM que está executando o Blaze.
--host_jvm_debug
Opção de conveniência para adicionar mais sinalizações de inicialização da JVM, o que faz com que a JVM aguarde durante a inicialização até que você se conecte de um depurador compatível com JDWP (como o Eclipse) à porta 5005.
Expande-se para:
  --host_jvm_args=-Xdebug
  --host_jvm_args=-Xrunjdwp:transport=dt_socket,server=y,address=5005
--server_javabase=<jvm path> padrão: ""
Caminho para a JVM usada para executar o Bazel.

Opções comuns a todos os comandos

Opções que controlam a execução do build:
--experimental_ui_max_stdouterr_bytes=<an integer in (-1)-1073741819 range> padrão: "1048576"
O tamanho máximo dos arquivos stdout / stderr que serão impressos no console. -1 implica que não há limite.
Tags: execution
Se definido como verdadeiro, os links simbólicos enviados a um cache remoto ou de disco poderão ser suspensos.
Tags: execution, incompatible_change
Se definido como verdadeiro, o Bazel sempre fará upload de links simbólicos como esses para um cache remoto ou de disco. Caso contrário, os links simbólicos relativos que não estão suspensos (e apenas aqueles) serão enviados como o arquivo ou diretório para os quais apontam.
Tags: execution, incompatible_change
Opções que configuram o conjunto de ferramentas usado para a execução da ação:
--[no]incompatible_enable_proto_toolchain_resolution padrão: "false"
Se definida como verdadeira, as regras proto lang definem os conjuntos de ferramentas dos repositórios rules_proto, rules_java e rules_cc.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Opções que permitem ao usuário configurar a saída pretendida, afetando o valor dela em vez da existência:
--bep_maximum_open_remote_upload_files=<an integer> padrão: "-1"
Número máximo de arquivos abertos permitidos durante o upload de artefatos do BEP.
Tags: affects_outputs
--remote_download_all
Faz o download de todas as saídas remotas para a máquina local. Esse flag é um alias para --remote_download_outputs=all.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=all

Tags: affects_outputs
--remote_download_minimal
Não faz o download de saídas de compilação remotas na máquina local. Esse flag é um alias de --remote_download_outputs=minimal.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=minimal

Tags: affects_outputs
--remote_download_outputs=<all, minimal or toplevel> padrão: "toplevel"
Se definida como "mínima", não faz o download de saídas de build remotas para a máquina local, exceto as exigidas por ações locais. Se definido como "toplevel", o comportamento será de "minimal", exceto pelo fato de também fazer o download das saídas dos destinos de nível superior para a máquina local. As duas opções poderão reduzir significativamente os tempos de build se a largura de banda da rede for um gargalo.
Tags: affects_outputs
Em vez de fazer o download de saídas de build remotas para a máquina local, crie links simbólicos. O destino dos links simbólicos pode ser especificado na forma de uma string de modelo. Essa string de modelo pode conter {hash} e {size_bytes} que se expandem para o hash do objeto e o tamanho em bytes, respectivamente. Esses links simbólicos podem, por exemplo, apontar para um sistema de arquivos FUSE que carrega objetos do CAS sob demanda.
Tags: affects_outputs
--remote_download_toplevel
Faz o download apenas de saídas remotas de destinos de nível superior para a máquina local. Esse flag é um alias de --remote_download_outputs=toplevel.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=toplevel

Tags: affects_outputs
--repo_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica outras variáveis de ambiente para serem disponibilizadas apenas para regras de repositório. Observe que as regras do repositório veem o ambiente completo de qualquer maneira, mas dessa maneira, as informações de configuração podem ser transmitidas aos repositórios por meio de opções sem invalidar o gráfico de ações.
Tags: action_command_lines
Opções que afetam como o Bazel aplica entradas de build válidas (definições de regras, combinações de flags etc.):
--[no]check_bzl_visibility padrão: "verdadeiro"
Se desativada, os erros de visibilidade do carregamento de .bzl serão rebaixados a avisos.
Tags: build_file_semantics
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE.
--[no]enable_bzlmod padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, ativa o sistema de gerenciamento de dependências Bzlmod, tendo precedência sobre o ESPAÇO DE TRABALHO. Consulte https://bazel.build/docs/bzlmod para mais informações.
Tags: loading_and_analysis
--[no]enable_workspace padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, ativa o sistema legado do ESPAÇO DE TRABALHO para dependências externas. Saiba mais em https://bazel.build/external/overview.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_action_resource_set padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, ctx.actions.run() e ctx.actions.run_shell() aceitarão um parâmetro resource_set para execução local. Caso contrário, o padrão será 250 MB para memória e 1 CPU.
Tags: execution, build_file_semantics, experimental
--[no]experimental_bzl_visibility padrão: "verdadeiro"
Se ativada, adiciona uma função `visibilidade()` que os arquivos .bzl podem chamar durante a avaliação de nível superior para definir a visibilidade com a finalidade de instruções load().
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_cc_shared_library padrão: "false"
Se definidos como verdadeiros, os atributos de regra e os métodos da API Starlark necessários para a regra cc_shared_library estarão disponíveis
Tags: build_file_semantics, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_disable_external_package padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, o //pacote externo gerado automaticamente não estará mais disponível. O Bazel ainda não poderá analisar o arquivo "external/BUILD", mas os globs que chegam a external/ a partir do pacote sem nome funcionarão.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]experimental_enable_android_migration_apis padrão: "false"
Se definida como verdadeira, ativa as APIs necessárias para oferecer suporte à migração do Android Starlark.
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_enable_first_class_macros padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, ativa a construção "macro()" para definir macros de primeira classe.
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_enable_scl_dialect padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, os arquivos .scl poderão ser usados em instruções load().
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_google_legacy_api padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, expõe várias partes experimentais da API de build do Starlark relacionadas ao código legado do Google.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_isolated_extension_usages padrão: "false"
Se verdadeiro, ativa o parâmetro <code>isolate</code> na função <a href="https://bazel.build/rules/lib/globals/module#use_extension"><code>use_extension</code></a>.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_java_library_export padrão: "false"
Se ativado, o módulo experimental_java_library_export_do_not_use ficará disponível.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]experimental_platforms_api padrão: "false"
Se definida como verdadeira, ativa várias APIs Starlark relacionadas à plataforma que são úteis para depuração.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_repo_remote_exec padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, repo_rule recebe alguns recursos de execução remota.
Tags: build_file_semantics, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_sibling_repository_layout padrão: "false"
Se definida como verdadeira, os repositórios não principais serão plantados como links simbólicos para o repositório principal na raiz de execução. Ou seja, todos os repositórios são filhos diretos do diretório $output_base/execution_root. O efeito colateral é liberar $output_base/execution_root/__main__/external para o diretório "externo" real de nível superior.
Tags: action_command_lines, bazel_internal_configuration, loading_and_analysis, loses_incremental_state e experimental
--[no]incompatible_allow_tags_propagation padrão: "verdadeiro"
Se definida como verdadeira, as tags serão propagadas de um destino para os requisitos de execução das ações. Caso contrário, as tags não serão propagadas. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/8830.
Tags: build_file_semantics, experimental
--[no]incompatible_always_check_depset_elements padrão: "verdadeiro"
Verifique a validade dos elementos adicionados aos depsets em todos os construtores. Os elementos precisam ser imutáveis, mas, historicamente, o construtor depset(direct=...) se esqueceu de verificar. Use tuplas em vez de listas em elementos excluídos. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/10313 (em inglês).
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
Quando definido como verdadeiro, o Bazel não retorna mais uma lista de Linking_context.libraries_to_link, mas retorna um depset.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_objc_library_transition padrão: "verdadeiro"
Desative a transição personalizada de objc_library e herde do destino de nível superior
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_starlark_host_transitions padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, os atributos de regra não poderão definir 'cfg = "host". Em vez disso, as regras devem definir "cfg = "exec".
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_target_default_provider_fields padrão: "false"
Se definida como verdadeira, desativa a capacidade de acessar provedores em objetos de destino pela sintaxe de campo. Use a sintaxe de chave de provedor. Por exemplo, em vez de usar "ctx.attr.dep.my_info" para acessar "my_info" em uma função de implementação de regra, use "ctx.attr.dep[MyInfo]". Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/9014.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_target_provider_fields padrão: "false"
Se definida como verdadeira, desativa a capacidade de usar o provedor padrão pela sintaxe de campo. Use a sintaxe de chave de provedor. Por exemplo, em vez de usar `ctx.attr.dep.files` para acessar `files`, utilize `ctx.attr.dep[DefaultInfo].files Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/9014 para detalhes.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_empty_glob padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, o valor padrão do argumento "allow_empty" de glob() será "False".
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_struct_provider_syntax padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, as funções de implementação de regras podem não retornar um struct. Em vez disso, ela precisa retornar uma lista de instâncias do provedor.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_deprecated_label_apis padrão: "verdadeiro"
Se ativada, algumas APIs descontinuadas (native.repository_name, Label.workspace_name, Label.relative) poderão ser usadas.
Tags: loading_and_analysis
--[no]incompatible_existing_rules_immutable_view padrão: "verdadeiro"
Se definido como true, native.existing_rule e native.existing_rules retornam objetos de visualização leves imutáveis em vez de dicts mutáveis.
Tags: build_file_semantics, loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_fail_on_unknown_attributes padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os destinos que têm atributos desconhecidos definidos como "Nenhum" vão falhar.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_fix_package_group_reporoot_syntax padrão: "verdadeiro"
No atributo `packages` do package_group, muda o significado do valor "//..." para se referir a todos os pacotes no repositório atual em vez de todos os pacotes em qualquer repositório. Você pode usar o valor especial "public" no lugar de "//..." para obter o comportamento antigo. Essa sinalização exige que --incompatible_package_group_has_public_syntax também esteja ativada.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_java_common_parameters padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, os parâmetros output_jar e host_javabase em pack_sources e host_javabase na compilação serão removidos.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_merge_fixed_and_default_shell_env padrão: "verdadeiro"
Se ativada, as ações registradas com ctx.actions.run e ctx.actions.run_shell com "env" e "use_default_shell_env = True" especificadas usarão um ambiente recebido do ambiente shell padrão, substituindo os valores transmitidos para "env". Se desativado, o valor de "env" será completamente ignorado nesse caso.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_no_attr_license padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, desativa a função "attr.license".
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_no_implicit_file_export padrão: "false"
Se definido, os arquivos de origem (usados) serão privados por pacotes, a menos que sejam exportados explicitamente. Consulte https://github.com/bazelbuild/propostas/blob/master/designs/2019-10-24-file-visibilidade.md
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_no_rule_outputs_param padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, desativa o parâmetro "outputs" da função Starlark `rule()`.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_package_group_has_public_syntax padrão: "verdadeiro"
No atributo `packages` do package_group, permite gravar "public" ou "private" para se referir a todos os pacotes ou nenhum pacote, respectivamente.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_require_linker_input_cc_api padrão: "verdadeiro"
Se definida como verdadeira, a regra create_linking_context exigirá linker_inputs em vez de library_to_link. Os getters antigos de Linking_context também serão desativados, e apenas linker_inputs estará disponível.
Tags: build_file_semantics, loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_run_shell_command_string padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, o parâmetro de comando de actions.run_shell vai aceitar apenas strings
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_stop_exporting_build_file_path padrão: "false"
Se for definido como verdadeiro, o ctx.build_file_path descontinuado não estará disponível. No lugar dele, será possível usar ctx.label.package + '/BUILD'.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_stop_exporting_language_modules padrão: "false"
Se ativados, alguns módulos específicos de idioma (como "cc_common") ficam indisponíveis nos arquivos .bzl do usuário e só podem ser chamados nos respectivos repositórios de regras.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_struct_has_no_methods padrão: "verdadeiro"
Desativa os métodos to_json e to_proto de struct, que poluem o namespace do campo struct. Em vez disso, use json.encode ou json.encode_indent para JSON ou proto.encode_text para textproto.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_top_level_aspects_require_providers padrão: "false"
Se for definido como verdadeiro, o aspecto de nível superior respeitará os provedores necessários e será executado apenas nas segmentações de nível superior cujas regras de provedores anunciadas satisfaçam os provedores exigidos do aspecto.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_unambiguous_label_stringification padrão: "verdadeiro"
Quando verdadeiro, o Bazel transforma o rótulo @//foo:bar em @//foo:bar, em vez de //foo:bar. Isso afeta apenas o comportamento de str(), o operador % e assim por diante. O comportamento de repr() não é alterado. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/15916 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_use_cc_configure_from_rules_cc padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, o Bazel não permitirá mais o uso de cc_configure de @bazel_tools. Consulte mais detalhes e instruções de migração em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/10134 (link em inglês).
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--max_computation_steps=<a long integer> padrão: "0"
O número máximo de etapas de computação do Starlark que podem ser executadas por um arquivo BUILD (zero significa que não há limite).
Tags: build_file_semantics
--nested_set_depth_limit=<an integer> padrão: "3500"
A profundidade máxima do gráfico internamente a um conjunto de dados (também conhecido como NestedSet). acima da qual o construtor depset() falhará.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--[no]heuristically_drop_nodes padrão: "false"
Se verdadeiro, o Blaze vai remover os nós FileState e DirectoryListingState depois que o nó File e DirectoryListing relacionado for concluído para economizar memória. Esperamos que esses nós sejam menos necessários novamente. Se esse for o caso, o programa vai reavaliá-las.
Tags: loses_incremental_state
--[no]incompatible_do_not_split_linking_cmdline padrão: "verdadeiro"
Quando definido como verdadeiro, o Bazel não modifica mais as sinalizações de linha de comando usadas para vinculação nem decide quais sinalizações vão para o arquivo de parâmetros. Confira mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7670.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]keep_state_after_build padrão: "verdadeiro"
Se for falso, o Blaze descartará o estado na memória desse build quando o build for concluído. Os builds subsequentes não terão incrementabilidade em relação a esse.
Tags: loses_incremental_state
--[no]track_incremental_state padrão: "verdadeiro"
Se for "false", o Blaze não manterá dados que permitam invalidação e reavaliação em builds incrementais para economizar memória nesse build. Os builds subsequentes não terão incrementabilidade em relação a esse. Normalmente, convém especificar --batch ao definir como falso.
Tags: loses_incremental_state
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--[no]announce_rc padrão: "false"
Informe se as opções rc serão anunciadas.
Tags: affects_outputs
--[no]attempt_to_print_relative_paths padrão: "false"
Ao imprimir a parte do local das mensagens, tente usar um caminho relativo ao diretório do espaço de trabalho ou a um dos diretórios especificados por --package_path.
Tags: terminal_output
--bes_backend=<a string> padrão: ""
Especifica o endpoint de back-end do serviço de evento de build (BES) no formato [SCHEME://]HOST[:PORT]. O padrão é desativar os uploads do BES. Os esquemas compatíveis são grpc e grpcs (grpc com o TLS ativado). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel vai pressupor o grpcs.
Tags: affects_outputs
--[no]bes_check_preceding_lifecycle_events padrão: "false"
Define o campo check_preceding_Lifecycle_events_present em PublishBuildToolEventStreamRequest, o que instrui o BES a verificar se já recebeu eventos InvocationAttemptStarted e BuildEnqueued correspondentes ao evento atual da ferramenta.
Tags: affects_outputs
--bes_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho no formulário NAME=VALUE que vai ser incluído nas solicitações do BES. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
Tags: affects_outputs
--bes_instance_name=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica o nome da instância em que o BES vai manter o BEP enviado. O padrão é nulo.
Tags: affects_outputs
--bes_keywords=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Especifica uma lista de palavras-chave de notificação que serão adicionadas ao conjunto padrão de palavras-chave publicadas no BES ("command_name=<command_name> ", "protocol_name=BEP"). O padrão é nenhum.
Tags: affects_outputs
--[no]bes_lifecycle_events padrão: "verdadeiro"
Especifica se é necessário publicar eventos de ciclo de vida do BES. (o padrão é "true").
Tags: affects_outputs
--bes_oom_finish_upload_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "10m"
Especifica quanto tempo o Bazel precisa esperar até que o upload do BES/BEP seja concluído durante o OOMing. Essa flag garante o encerramento quando a JVM sofrer uma sobrecarga grave de GC e não pode progredir em nenhuma linha de execução do usuário.
Tags: bazel_monitoring
--bes_outerr_buffer_size=<an integer> padrão: "10240"
Especifica o tamanho máximo de stdout ou stderr para ser armazenado em buffer em BEP antes de ser relatado como um evento de progresso. Gravações individuais ainda são relatadas em um único evento, mesmo que sejam maiores do que o valor especificado até --bes_outerr_chunk_size.
Tags: affects_outputs
--bes_outerr_chunk_size=<an integer> padrão: "1048576"
Especifica o tamanho máximo de stdout ou stderr para ser enviado ao BEP em uma única mensagem.
Tags: affects_outputs
--bes_proxy=<a string> padrão: consultar descrição
Conectar-se ao serviço de eventos de build usando um proxy. Atualmente, esse flag só pode ser usado para configurar um soquete de domínio Unix (unix:/path/to/socket).
--bes_results_url=<a string> padrão: ""
Especifica o URL de base em que um usuário pode visualizar as informações transmitidas para o back-end do BES. O Bazel vai enviar o URL anexado pelo ID da invocação ao terminal.
Tags: terminal_output
--bes_system_keywords=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Especifica uma lista de palavras-chave de notificação a serem incluídas diretamente, sem o prefixo "user_keyword=" para palavras-chave fornecidas com --bes_palavras-chave. Destinado a operadores de serviço de build que definem --bes_ lifecycle_events=false e incluem palavras-chave ao chamar PublishLifecycleEvent. Operadores de serviço de build que usam essa flag precisam impedir que os usuários substituam o valor da flag.
Tags: affects_outputs
--bes_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
Especifica quanto tempo o Bazel precisa esperar até que o upload do BES/BEP seja concluído após a conclusão da compilação e dos testes. Um tempo limite válido é um número natural seguido por uma unidade: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). O valor padrão é "0", o que significa que não há tempo limite.
Tags: affects_outputs
--bes_upload_mode=<wait_for_upload_complete, nowait_for_upload_complete or fully_async> padrão: "wait_for_upload_complete"
Especifica se o upload do serviço de evento de build precisa bloquear a conclusão do build ou encerrar a invocação imediatamente e concluir o upload em segundo plano. Pode ser "wait_for_upload_complete" (padrão), "nowait_for_upload_complete" ou "totalmente_async".
Tags: eagerness_to_exit
--build_event_binary_file=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, escreva uma representação binária delimitada por varint de uma representação do protocolo de evento de build para esse arquivo. Essa opção implica --bes_upload_mode=wait_for_upload_complete.
Tags: affects_outputs
--[no]build_event_binary_file_path_conversion padrão: "verdadeiro"
Converta caminhos na representação de arquivo binária do protocolo de evento de build em URIs mais válidos globalmente sempre que possível. Se desativado, o esquema de URI file:// sempre será usado
Tags: affects_outputs
--build_event_binary_file_upload_mode=<wait_for_upload_complete, nowait_for_upload_complete or fully_async> padrão: "wait_for_upload_complete"
Especifica se o upload do serviço de evento de build para --build_event_binary_file precisa bloquear a conclusão do build ou encerrar a invocação imediatamente e concluir o upload em segundo plano. Pode ser "wait_for_upload_complete" (padrão), "nowait_for_upload_complete" ou "totalmente_async".
Tags: eagerness_to_exit
--build_event_json_file=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, grave uma serialização JSON do protocolo de evento de build nesse arquivo. Essa opção implica --bes_upload_mode=wait_for_upload_complete.
Tags: affects_outputs
--[no]build_event_json_file_path_conversion padrão: "verdadeiro"
Converta caminhos na representação de arquivo JSON do protocolo de evento de build para URIs com mais validade globalmente sempre que possível. Se desativado, o esquema de uri file:// sempre será usado
Tags: affects_outputs
--build_event_json_file_upload_mode=<wait_for_upload_complete, nowait_for_upload_complete or fully_async> padrão: "wait_for_upload_complete"
Especifica se o upload do serviço de evento de build para --build_event_json_file precisa bloquear a conclusão do build ou encerrar a invocação imediatamente e concluir o upload em segundo plano. Pode ser "wait_for_upload_complete" (padrão), "nowait_for_upload_complete" ou "totalmente_async".
Tags: eagerness_to_exit
--build_event_max_named_set_of_file_entries=<an integer> padrão: "5000"
O número máximo de entradas para um único evento nomeado_set_of_files. Valores menores que 2 são ignorados e nenhuma divisão de eventos é realizada. Isso se destina a limitar o tamanho máximo do evento no protocolo de evento de compilação, embora não controle diretamente o tamanho do evento. O tamanho total do evento é uma função da estrutura do conjunto, bem como dos comprimentos do arquivo e do URI, que podem, por sua vez, depender da função hash.
Tags: affects_outputs
--[no]build_event_publish_all_actions padrão: "false"
Define se todas as ações precisam ser publicadas.
Tags: affects_outputs
--build_event_text_file=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, escreva uma representação textual do protocolo de evento de build nesse arquivo
Tags: affects_outputs
--[no]build_event_text_file_path_conversion padrão: "verdadeiro"
Converta caminhos na representação de arquivo de texto do protocolo de evento de build para URIs com validade global sempre que possível. Se desativado, o esquema de URI file:// sempre será usado
Tags: affects_outputs
--build_event_text_file_upload_mode=<wait_for_upload_complete, nowait_for_upload_complete or fully_async> padrão: "wait_for_upload_complete"
Especifica se o upload do serviço de evento de build para --build_event_text_file precisa bloquear a conclusão do build ou encerrar a invocação imediatamente e finalizar o upload em segundo plano. Pode ser "wait_for_upload_complete" (padrão), "nowait_for_upload_complete" ou "totalmente_async".
Tags: eagerness_to_exit
--build_event_upload_max_retries=<an integer> padrão: "4"
O número máximo de vezes que o Bazel precisa tentar fazer o upload de um evento de build novamente.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]experimental_announce_profile_path padrão: "false"
Se ativado, adiciona o caminho do perfil JSON ao registro.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_bep_target_summary padrão: "false"
Define se é necessário publicar eventos TargetSummary.
--[no]experimental_build_event_expand_filesets padrão: "false"
Se verdadeiro, expanda os conjuntos de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída.
Tags: affects_outputs
Se verdadeiro, resolve totalmente os links simbólicos relativos do conjunto de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída. Requer --experimental_build_event_expand_filesets.
Tags: affects_outputs
--experimental_build_event_upload_retry_minimum_delay=<An immutable length of time.> padrão: "1s"
Atraso mínimo inicial para novas tentativas de espera exponencial quando o upload do BEP falha. (expoente: 1,6)
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_build_event_upload_strategy=<a string> padrão: consultar descrição
Seleciona como fazer upload dos artefatos referenciados no protocolo de evento de build.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_collect_load_average_in_profiler padrão: "verdadeiro"
Se ativado, o criador de perfil coleta a média geral de carga do sistema.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_collect_pressure_stall_indicators padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, o criador de perfil vai coletar os dados do Linux PSI.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_collect_resource_estimation padrão: "false"
Se ativado, o criador de perfil coleta estimativas de uso de CPU e memória para ações locais.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_collect_system_network_usage padrão: "false"
Se essa opção for ativada, o criador de perfil vai coletar o uso da rede do sistema.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_collect_worker_data_in_profiler padrão: "false"
Se ativado, o criador de perfil coleta os dados de recursos agregados do worker.
Tags: bazel_monitoring
--experimental_profile_additional_tasks=<phase, action, action_check, action_lock, action_release, action_update, action_complete, bzlmod, info, create_package, remote_execution, local_execution, scanner, local_parse, upload_time, remote_process_time, remote_queue, remote_setup, fetch, local_process_time, vfs_stat, vfs_dir, vfs_readlink, vfs_md5, vfs_xattr, vfs_delete, vfs_open, vfs_read, vfs_write, vfs_glob, vfs_vmfs_stat, vfs_vmfs_dir, vfs_vmfs_read, wait, thread_name, thread_sort_index, skyframe_eval, skyfunction, critical_path, critical_path_component, handle_gc_notification, action_counts, action_cache_counts, local_cpu_usage, system_cpu_usage, cpu_usage_estimation, local_memory_usage, system_memory_usage, memory_usage_estimation, system_network_up_usage, system_network_down_usage, workers_memory_usage, system_load_average, starlark_parser, starlark_user_fn, starlark_builtin_fn, starlark_user_compiled_fn, starlark_repository_fn, action_fs_staging, remote_cache_check, remote_download, remote_network, filesystem_traversal, worker_execution, worker_setup, worker_borrow, worker_working, worker_copying_outputs, credential_helper, pressure_stall_full_io, pressure_stall_full_memory, pressure_stall_some_io, pressure_stall_some_memory, pressure_stall_some_cpu, conflict_check, dynamic_lock, repository_fetch or unknown> usos múltiplos são acumulados
Especifica as tarefas adicionais a serem incluídas no perfil.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_profile_include_primary_output padrão: "false"
Inclui o atributo "out" extra em eventos de ação que contêm o caminho de execução para a saída principal da ação.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_profile_include_target_label padrão: "false"
Inclui o rótulo de destino nos dados de perfil JSON dos eventos de ação.
Tags: bazel_monitoring
--[no]experimental_run_bep_event_include_residue padrão: "false"
Define se o resíduo da linha de comando será incluído nos eventos de build de execução que podem conter o resíduo. Por padrão, o resíduo não é incluído nos eventos de build do comando de execução que podem conter o resíduo.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_stream_log_file_uploads padrão: "false"
Fazer streaming dos uploads de arquivos de registro diretamente para o armazenamento remoto em vez de gravá-los no disco.
Tags: affects_outputs
--experimental_workspace_rules_log_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre determinados eventos de regras do Workspace nesse arquivo como protos WorkspaceEvent delimitados.
--[no]generate_json_trace_profile padrão: "auto"
Se ativado, o Bazel cria o perfil do build e grava um perfil no formato JSON em um arquivo na base de saída. Para acessar o perfil, carregue em chrome://tracing. Por padrão, o Bazel grava o perfil para todos os comandos e consultas semelhantes a build.
Tags: bazel_monitoring
--[no]heap_dump_on_oom padrão: "false"
Define se é necessário gerar manualmente um heap dump se um OOM for gerado (inclusive OOMs manuais por atingir --gc_thrashing_thresholds). O despejo será gravado em <output_base>/<invocation_id>.heapdump.hprof. Essa opção substitui -XX:+HeapDumpOnOutOfMemoryError, que não tem efeito para OOMs manuais.
Tags: bazel_monitoring
--[no]legacy_important_outputs padrão: "verdadeiro"
Use essa opção para suprimir a geração do campo "important_outputs" legado no evento TargetComplete. "important_outputs" é necessário para a integração do Bazel com o ResultStore.
Tags: affects_outputs
--logging=<0 <= an integer <= 6> padrão: "3"
O nível de geração de registros.
Tags: affects_outputs
--memory_profile=<a path> padrão: consultar descrição
Se definido, grava os dados de uso de memória no arquivo especificado ao final da fase e no heap estável no registro mestre no final do build.
Tags: bazel_monitoring
--memory_profile_stable_heap_parameters=<integers, separated by a comma expected in pairs> padrão: "1,0"
Ajuste o cálculo do heap estável do perfil de memória no final da criação. Precisa ser um número par de números inteiros separados por vírgulas. Em cada par, o primeiro número inteiro é o número de GCs a serem executadas. O segundo número inteiro em cada par é o número de segundos de espera entre as GCs. Por exemplo: 2,4,4,0 2 GCs com uma pausa de 4 segundos, seguidas por 4 GCs com pausa de zero segundo
Tags: bazel_monitoring
--profile=<a path> padrão: consultar descrição
Se definido, cria o perfil do Bazel e grava os dados no arquivo especificado. Use o bazel analyze-profile para analisar o perfil.
Tags: bazel_monitoring
--[no]record_full_profiler_data padrão: "false"
Por padrão, o criador de perfil do Bazel vai gravar apenas dados agregados para eventos rápidos, mas com muitos eventos, como a ativação do arquivo. Se esta opção estiver ativada, o criador de perfil gravará cada evento, resultando em dados de criação de perfil mais precisos, mas com o desempenho MAIOR. A opção só tem efeito se --profile também for usado.
Tags: bazel_monitoring
--remote_print_execution_messages=<failure, success or all> padrão: "falha"
Escolha quando imprimir mensagens de execução remota. Os valores válidos são `falha`, para imprimir somente em caso de falha, `sucesso` para imprimir somente com êxitos, e `all` para imprimir sempre.
Tags: terminal_output
--[no]slim_profile padrão: "verdadeiro"
Reduz o tamanho do perfil JSON, mesclando eventos se ele ficar muito grande.
Tags: bazel_monitoring
--starlark_cpu_profile=<a string> padrão: ""
Grava no arquivo especificado um perfil pprof do uso da CPU por todas as linhas de execução do Starlark.
Tags: bazel_monitoring
--tool_tag=<a string> padrão: ""
Um nome de ferramenta para atribuir esta invocação do Bazel.
Tags: affects_outputs, bazel_monitoring
--ui_event_filters=<Convert list of comma separated event kind to list of filters> usos múltiplos são acumulados
Especifica quais eventos serão exibidos na interface. É possível adicionar ou remover eventos dos eventos padrão usando "+" ou "-" ou substituir o conjunto padrão por completo com atribuição direta. O conjunto de tipos de evento suportados inclui INFO, DEBUG, ERROR e muito mais.
Tags: terminal_output
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_circuit_breaker_strategy=<failure> padrão: consultar descrição
Especifica a estratégia a ser usada pelo disjuntor. As estratégias disponíveis são "falha". Em um valor inválido para a opção, o comportamento é o mesmo que a opção não está definida.
Tags: execution
--[no]experimental_guard_against_concurrent_changes padrão: "false"
Desative essa opção para desativar a verificação do tempo dos arquivos de entrada de uma ação antes de fazer upload para um cache remoto. Pode haver casos em que o kernel do Linux atrasa a gravação de arquivos, o que pode causar falsos positivos.
--[no]experimental_remote_cache_async padrão: "false"
Se verdadeira, a E/S do cache remoto vai ocorrer em segundo plano, e não como parte de um spawn.
--experimental_remote_cache_compression_threshold=<an integer> padrão: "0"
O tamanho mínimo de blob necessário para compactar/descompactar com zstd. É ineficaz, a menos que --remote_cache_compression esteja definido.
--[no]experimental_remote_cache_lease_extension padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, o Bazel estenderá a concessão para saídas de ações remotas durante a compilação enviando chamadas "FindMissingBlobs" periodicamente para o cache remoto. A frequência é baseada no valor de "--experimental_remote_cache_ttl".
--experimental_remote_cache_ttl=<An immutable length of time.> padrão: "3h"
O TTL mínimo garantido de blobs no cache remoto após os resumos são referenciados recentemente, por exemplo, por um ActionResult ou FindMissingBlobs. O Bazel faz várias otimizações com base no TTL dos blobs, por exemplo, não chama GetActionResult repetidamente em uma compilação incremental. O valor deve ser definido um pouco menor que o TTL real, já que há um intervalo entre o momento em que o servidor retorna os resumos e quando o Bazel os recebe.
Tags: execution
--experimental_remote_capture_corrupted_outputs=<a path> padrão: consultar descrição
Um caminho para um diretório em que as saídas corrompidas serão capturadas.
--[no]experimental_remote_discard_merkle_trees padrão: "verdadeiro"
Se definida como verdadeira, descarta cópias na memória da árvore de Merkle da raiz de entrada e mapeamentos de entrada associados durante chamadas para GetActionResult() e Execute(). Isso reduz significativamente o uso da memória, mas exige que o Bazel as recompute em caso de ausências e novas tentativas do cache remoto.
--experimental_remote_downloader=<a string> padrão: consultar descrição
Um URI de endpoint da API do recurso remoto, para ser usado como um proxy de download remoto. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Acesse: https://github.com/bazelbuild/remote-apis/blob/master/build/bazel/remote/asset/v1/remote_asset.proto
--[no]experimental_remote_downloader_local_fallback padrão: "false"
Se é necessário recorrer ao downloader local se o downloader remoto falhar.
--[no]experimental_remote_execution_keepalive padrão: "false"
Define se é necessário usar sinal de atividade para chamadas de execução remota.
--experimental_remote_failure_rate_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "10"
Define o número permitido de taxa de falha em porcentagem para uma janela de tempo específica. Depois disso, a chamada para o cache/executor remoto é interrompida. Por padrão, o valor é 10. Definir como 0 significa que não há limitação.
Tags: execution
--experimental_remote_failure_window_interval=<An immutable length of time.> padrão: "60s"
O intervalo em que a taxa de falha das solicitações remotas é calculada. Em valores zero ou negativos, a duração da falha é calculada para toda a duração da execução.As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
Tags: execution
--[no]experimental_remote_mark_tool_inputs padrão: "false"
Se definida como verdadeira, o Bazel marcará as entradas como entradas de ferramenta para o executor remoto. Isso pode ser usado para implementar workers persistentes remotos.
--[no]experimental_remote_merkle_tree_cache padrão: "false"
Se definida como verdadeira, os cálculos de árvore de Merkle serão memorizados para melhorar a velocidade de verificação de ocorrências em cache remoto. A impressão da memória do cache é controlada por --experimental_remote_merkle_tree_cache_size.
--experimental_remote_merkle_tree_cache_size=<a long integer> padrão: "1000"
O número de árvores de Merkle que serão memorizadas para melhorar a velocidade de verificação de ocorrências em cache remoto. Mesmo que o cache seja automaticamente reduzido de acordo com o tratamento de referências flexíveis do Java, erros de falta de memória poderão ocorrer se forem definidos com valores muito altos. Se definido como 0, o tamanho do cache será ilimitado. O valor ideal varia de acordo com o tamanho do projeto. O padrão é 1.000.
--experimental_remote_output_service=<a string> padrão: consultar descrição
HOST ou HOST:PORT de um endpoint do serviço de saída remota. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique o esquema grpc:// ou unix: para desativar o TLS.
--experimental_remote_output_service_output_path_prefix=<a string> padrão: ""
O caminho em que o conteúdo dos diretórios de saída gerenciados por --experimental_remote_output_service é colocado. O diretório de saída real usado por uma versão será um descendente desse caminho e será determinado pelo serviço de saída.
--[no]experimental_remote_require_cached padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, exija que todas as ações que podem ser executadas remotamente sejam armazenadas em cache. Caso contrário, o build falha. Isso é útil para solucionar problemas de não determinismo, porque permite verificar se as ações que precisam ser armazenadas em cache são realmente armazenadas sem injetar novos resultados no cache.
--experimental_remote_scrubbing_config=<Converts to a Scrubber> padrão: consultar descrição
Ativa o refinamento da chave de cache remoto com o arquivo de configuração fornecido, que precisa ser um buffer de protocolo no formato de texto (consulte src/main/protobuf/remote_scrubbing.proto). Esse recurso visa facilitar o compartilhamento de um cache remoto/de disco entre ações executadas em plataformas diferentes, mas direcionadas à mesma plataforma. Ele deve ser usado com muito cuidado, já que configurações inadequadas podem causar o compartilhamento acidental de entradas de cache e resultar em builds incorretos. O refinamento não afeta a forma como uma ação é executada, somente a forma como a chave de cache remoto/disco é calculada com a finalidade de recuperar ou armazenar o resultado de uma ação. As ações limpas são incompatíveis com a execução remota e sempre serão executadas localmente. Modificar a configuração de limpeza não invalida as saídas presentes no sistema de arquivos local ou nos caches internos. Uma compilação limpa é necessária para executar novamente as ações afetadas. Para usar esse recurso, você provavelmente definirá um --host_platform personalizado com --experimental_platform_in_output_dir (para normalizar prefixos de saída) e --incompatible_strict_action_env (para normalizar as variáveis do ambiente).
--[no]incompatible_remote_build_event_upload_respect_no_cache padrão: "false"
Descontinuado. Ambiente autônomo. Em vez disso, use --remote_build_event_upload=minimal.
--[no]incompatible_remote_downloader_send_all_headers padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário enviar todos os valores de um cabeçalho com vários valores para a ferramenta de download remota em vez de apenas o primeiro.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_remote_output_paths_relative_to_input_root padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, os caminhos de saída são relativos à raiz de entrada em vez do diretório de trabalho.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_remote_results_ignore_disk padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: incompatible_change
--[no]remote_accept_cached padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário aceitar resultados da ação armazenados em cache remotamente.
--remote_build_event_upload=<all or minimal> padrão: "mínimo"
Se definida como "all", todas as saídas locais referenciadas pelo BEP serão enviadas para o cache remoto. Se configurado como "minimal", as saídas locais referenciadas pelo BEP não serão enviadas para o cache remoto, exceto para arquivos importantes para os consumidores do BEP (por exemplo, registros de teste e perfil de tempo). O esquema bytestream:// é sempre usado para o URI de arquivos, mesmo se eles não estiverem no cache remoto. O padrão é "mínimo".
--remote_bytestream_uri_prefix=<a string> padrão: consultar descrição
O nome do host e da instância a serem usados em URIs bytestream:// gravados em streams de eventos de build. Essa opção pode ser definida quando as compilações são executadas usando um proxy, o que faz com que os valores de --remote_executor e --remote_instance_name não correspondam mais ao nome canônico do serviço de execução remota. Se ele não for definido, o padrão será "${hostname}/${instance_name}".
--remote_cache=<a string> padrão: consultar descrição
Um URI de um endpoint de armazenamento em cache. Os esquemas compatíveis são http, https, grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique grpc://, http:// ou unix: esquema para desativar o TLS. Consulte https://bazel.build/remote/caching
--[no]remote_cache_compression padrão: "false"
Se ativada, compacta/descompacta os blobs de cache com zstd quando o tamanho deles é pelo menos --experimental_remote_cache_compression_threshold.
--remote_cache_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de cache: --remote_cache_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_default_exec_properties=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Defina as propriedades exec padrão a serem usadas como plataforma de execução remota se uma plataforma de execução ainda não tiver definido exec_properties.
Tags: affects_outputs
--remote_default_platform_properties=<a string> padrão: ""
Defina as propriedades da plataforma padrão a serem definidas para a API de execução remota se ela ainda não tiver definido "remote_execution_properties". Esse valor também será usado se a plataforma do host for selecionada como a plataforma de execução remota.
--remote_download_regex=<a valid Java regular expression> usos múltiplos são acumulados
Forçar o download de saídas de compilação remotas com caminho correspondente a esse padrão, independentemente de --remote_download_outputs. Vários padrões podem ser especificados repetindo esta sinalização.
Tags: affects_outputs
--remote_downloader_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de download remoto: --remote_downloader_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_exec_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de execução: --remote_exec_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_execution_priority=<an integer> padrão: "0"
A prioridade relativa das ações a serem executadas remotamente. A semântica dos valores de prioridade específicos depende do servidor.
--remote_executor=<a string> padrão: consultar descrição
HOST ou HOST:PORT de um endpoint de execução remota. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique o esquema grpc:// ou unix: para desativar o TLS.
--remote_grpc_log=<a path> padrão: consultar descrição
Se especificado, um caminho para um arquivo para registrar detalhes relacionados à chamada gRPC. Esse registro consiste em uma sequência de protobufs com.google.DevTools.build.lib.remote.logging.RemoteExecutionLog.LogEntry, com cada mensagem prefixada por uma varint que denota o tamanho da seguinte mensagem protobuf serializada, conforme executado pelo método LogEntry.writeDelimitedTo(OutputStream).
--remote_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações: --remote_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_instance_name=<a string> padrão: ""
Valor a ser transmitido como instance_name na API de execução remota.
--[no]remote_local_fallback padrão: "false"
Se é necessário recorrer à estratégia de execução local autônoma se a execução remota falhar.
--remote_local_fallback_strategy=<a string> padrão: "local"
Um ambiente autônomo, descontinuado. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7480.
--remote_max_connections=<an integer> padrão: "100"
Limitar o número máximo de conexões simultâneas ao cache/executor remoto. Por padrão, o valor é 100. Definir como 0 significa que não há limitação. Para o cache remoto HTTP, uma conexão TCP pode processar uma solicitação por vez, de modo que o Bazel pode fazer até --remote_max_connections solicitações simultâneas. Para o cache/executor remoto do gRPC, um canal do gRPC costuma lidar com mais de 100 solicitações simultâneas. Assim, o Bazel poderia fazer cerca de "--remote_max_connections * 100" solicitações simultâneas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--remote_proxy=<a string> padrão: consultar descrição
Conectar ao cache remoto usando um proxy. Atualmente, esse flag só pode ser usado para configurar um soquete de domínio Unix (unix:/path/to/socket).
--remote_result_cache_priority=<an integer> padrão: "0"
A prioridade relativa das ações remotas a serem armazenadas em cache remoto. A semântica dos valores de prioridade específicos depende do servidor.
--remote_retries=<an integer> padrão: "5"
O número máximo de tentativas de repetir um erro temporário. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
--remote_retry_max_delay=<An immutable length of time.> padrão: "5s"
O atraso máximo de espera entre novas tentativas remotas. As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
--remote_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "60s"
O tempo máximo de espera pela execução remota e chamadas em cache. Para o cache REST, é o tempo limite de conexão e de leitura. As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
--[no]remote_upload_local_results padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fazer upload dos resultados da ação executadas localmente para o cache remoto se ele for compatível e o usuário tiver autorização para isso.
--[no]remote_verify_downloads padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, o Bazel vai calcular a soma do hash de todos os downloads remotos e descartar os valores armazenados em cache remotamente se eles não corresponderem ao valor esperado.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--build_metadata=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Pares de strings de chave-valor personalizados a serem fornecidos em um evento de build.
Tags: terminal_output
--color=<yes, no or auto> padrão: "auto"
Use controles do terminal para colorir a saída.
--config=<a string> usos múltiplos são acumulados
Seleciona outras seções de configuração dos arquivos rc. Para cada <command>, ela também extrai as opções de <command>:<config> se essa seção existir. Se essa seção não existir em nenhum arquivo .rc, o Blaze vai falhar com um erro. As seções de configuração e as combinações de sinalização a que são equivalentes estão localizadas nos arquivos de configuração tools/*.blazerc.
--credential_helper=<Path to a credential helper. It may be absolute, relative to the PATH environment variable, or %workspace%-relative. The path be optionally prefixed by a scope followed by an '='. The scope is a domain name, optionally with a single leading '*' wildcard component. A helper applies to URIs matching its scope, with more specific scopes preferred. If a helper has no scope, it applies to every URI.> usos múltiplos são acumulados
Configura um auxiliar de credenciais em conformidade com a <a href="https://github.com/EngFlow/credential-helper-spec">Especificação do assistente de credenciais</a> a ser usado para recuperar credenciais de autorização para busca de repositório, armazenamento em cache e execução remotos e para o serviço de evento de build. As credenciais fornecidas por um auxiliar têm precedência sobre as credenciais fornecidas por "--google_default_credentials", "--google_credentials", um arquivo ".netrc" ou o parâmetro de autenticação "repository_ctx.download()` e "repository_ctx.download_and_extract()". Pode ser especificado várias vezes para configurar vários auxiliares. Confira instruções em https://blog.engflow.com/2023/10/09/setting-bazels-credential-helper/.
--credential_helper_cache_duration=<An immutable length of time.> padrão: "30m"
O tempo padrão pelo qual as credenciais fornecidas por um auxiliar de credenciais são armazenadas em cache se o auxiliar não informa quando as credenciais expiram.
--credential_helper_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "10s"
Configura o tempo limite de um auxiliar de credencial. Os auxiliares de credenciais que não responderem dentro desse tempo limite vão resultar na falha da invocação.
--curses=<yes, no or auto> padrão: "auto"
Use os controles de cursor do terminal para minimizar a saída de rolagem.
--disk_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Um caminho para um diretório em que o Bazel pode ler e gravar ações e saídas. Se o diretório não existir, ele será criado.
--[no]enable_platform_specific_config padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel escolhe linhas de configuração específicas do SO do host dos arquivos bazelrc. Por exemplo, se o SO do host for Linux e você executar o bazel build, o Bazel selecionará as linhas que começam com build:linux. Os identificadores de SO compatíveis são Linux, macOS, Windows, freebsd e openbsd. Ativar essa flag equivale a usar --config=linux no Linux, --config=windows no Windows etc.
--[no]experimental_rule_extension_api padrão: "false"
Ative a API de extensão de regra experimental e as APIs de sub-regra
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_windows_watchfs padrão: "false"
Se verdadeiro, o suporte experimental do Windows para "--watchfs" será ativado. Caso contrário, --watchfsis é um ambiente autônomo no Windows. Ative também --watchfs.
--google_auth_scopes=<comma-separated list of options> padrão: "https://www.googleapis.com/auth/cloud-platform"
Uma lista separada por vírgulas de escopos de autenticação do Google Cloud.
--google_credentials=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica o arquivo que receberá as credenciais de autenticação. Consulte mais detalhes em https://cloud.google.com/docs/authentication.
--[no]google_default_credentials padrão: "false"
Define se o serviço "Application Default Credentials do Google" será usado para a autenticação. Consulte mais detalhes em https://cloud.google.com/docs/authentication. Essa configuração está desativada por padrão.
--grpc_keepalive_time=<An immutable length of time.> padrão: consultar descrição
Configura pings de sinal de atividade para conexões gRPC de saída. Se isso for definido, o Bazel enviará pings depois de tanto tempo sem operações de leitura na conexão, mas somente se houver pelo menos uma chamada gRPC pendente. Os tempos são tratados como granularidade de segunda. É um erro definir um valor com menos de um segundo. Os pings de sinal de atividade ficam desativados por padrão. Converse com o proprietário do serviço antes de ativar essa configuração. Por exemplo, para definir um valor de 30 segundos para essa flag, faça o seguinte: --grpc_keepalive_time=30s
--grpc_keepalive_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "20s"
Configura um tempo limite de sinal de atividade para conexões gRPC de saída. Se os pings de keep-alive estiverem ativados com --grpc_keepalive_time, o Bazel atingirá o tempo limite da conexão se não receber uma resposta de ping depois desse tempo. Os tempos são tratados como granularidade de segunda. É um erro definir um valor com menos de um segundo. Se os pings de sinal de atividade estiverem desativados, essa configuração será ignorada.
--[no]incompatible_disable_non_executable_java_binary padrão: "false"
Se verdadeiro, o java_binary sempre será executável. O atributo create_executable será removido.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]progress_in_terminal_title padrão: "false"
Mostre o progresso do comando no título do terminal. Útil para ver o que o Bazel está fazendo quando há várias guias do terminal.
--[no]show_progress padrão: "verdadeiro"
Exibe mensagens de progresso durante um build.
--show_progress_rate_limit=<a double> padrão: "0.2"
Número mínimo de segundos entre as mensagens de progresso na saída.
--[no]show_timestamps padrão: "false"
Incluir carimbos de data/hora nas mensagens
--tls_certificate=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um caminho para um certificado TLS confiável para assinar certificados do servidor.
--tls_client_certificate=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique o certificado do cliente TLS a ser usado. Você também precisa fornecer uma chave de cliente para ativar a autenticação de cliente.
--tls_client_key=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique a chave do cliente TLS a ser usada. Você também precisa fornecer um certificado do cliente para ativar a autenticação do cliente.
--ui_actions_shown=<an integer> padrão: "8"
Número de ações simultâneas exibidas na barra de progresso detalhada. Cada ação é mostrada em uma linha separada. A barra de progresso sempre mostra pelo menos um. Todos os números inferiores a 1 são mapeados para 1.
Tags: terminal_output
--[no]watchfs padrão: "false"
No Linux/macOS: se definido como verdadeiro, o Bazel tenta usar o serviço de observação de arquivos do sistema operacional para fazer mudanças locais em vez de procurar mudanças em todos os arquivos. No Windows: no momento, esse sinalizador não é operacional, mas pode ser ativado em conjunto com --experimental_windows_watchfs. Em qualquer SO: o comportamento será indefinido se o espaço de trabalho estiver em um sistema de arquivos de rede e os arquivos forem editados em uma máquina remota.

Opções de análise do perfil

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--dump=<text or raw> [-d] padrão: ver descrição
saída do despejo de dados do perfil completo, em formato de "texto" legível por humanos ou em formato "bruto" compatível com script.
Tags: bazel_monitoring
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".

Opções do Aquery

Herda todas as opções do build.

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica da consulta:
--aspect_deps=<off, conservative or precise> padrão: "conservador"
Como resolver dependências de aspecto quando o formato de saída é {xml,proto,record}. "Desativado" significa que nenhuma dependência de aspecto é resolvida, "conservadora" (padrão) significa que todas as dependências de aspecto declaradas são adicionadas, independentemente de receberem a classe de regra de dependências diretas. "Exata" significa que somente os aspectos que podem ser ativos, dada a classe de regra das dependências diretas, são adicionados. O modo preciso exige o carregamento de outros pacotes para avaliar um único destino, o que o torna mais lento do que os outros modos. Observe também que mesmo o modo preciso não é completamente preciso: a decisão de computar um aspecto é decidida na fase de análise, que não é executada durante a "consulta Bazel".
Tags: build_file_semantics
--[no]consistent_labels padrão: "false"
Se ativada, todos os comandos de consulta emitem rótulos como se pela função <code>str</code> de Starlark aplicada a uma instância de <code>Label</code>. Isso é útil para ferramentas que precisam corresponder à saída de diferentes comandos de consulta e/ou rótulos emitidos por regras. Se não estiverem ativados, os formatadores de saída poderão emitir nomes de repositório aparentes (em relação ao repositório principal) para tornar a saída mais legível.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_explicit_aspects padrão: "false"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]graph:factored padrão: "verdadeiro"
Se o valor for "true", o gráfico será "fatorado", ou seja, os nós equivalentes topológicos serão mesclados e seus rótulos concatenados. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--graph:node_limit=<an integer> padrão: "512"
O tamanho máximo da string de rótulo para um nó do gráfico na saída. Os rótulos mais longos serão truncados, e -1 significa que não há truncamento. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--[no]implicit_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências implícitas serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma dependência implícita é aquela que não é explicitamente especificada no arquivo BUILD, mas é adicionada pelo Bazel. Para cquery, essa opção controla a filtragem de conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--[no]include_artifacts padrão: "verdadeiro"
Inclui nomes das entradas e saídas de ação na saída (possivelmente grandes).
Tags: terminal_output
--[no]include_aspects padrão: "verdadeiro"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]include_commandline padrão: "verdadeiro"
Inclui o conteúdo das linhas de comando de ação na saída (possivelmente grande).
Tags: terminal_output
--[no]include_file_write_contents padrão: "false"
Inclua o conteúdo do arquivo para as ações FileWrite, SourceSymlinkManifest e RepoMappingManifest (possivelmente grandes).
Tags: terminal_output
--[no]include_param_files padrão: "false"
Inclui o conteúdo dos arquivos de parâmetro usados no comando (possivelmente grandes). Observação: ativar essa flag ativará automaticamente a flag --include_commandline.
Tags: terminal_output
--[no]include_scheduling_dependencies padrão: "false"
Inclui nomes das dependências de programação de ações (possivelmente grandes). Só entrará em vigor se --include_artifacts também estiver definido.
Tags: terminal_output
--[no]incompatible_package_group_includes_double_slash padrão: "verdadeiro"
Se ativado, o "//" inicial não será omitido ao gerar o atributo `packages` do package_group.
Tags: terminal_output, incompatible_change
--[no]infer_universe_scope padrão: "false"
Se "set" e "--universe_scope" não estiver definido, um valor de "--universe_scope" será inferido como a lista de padrões de destino únicos na expressão de consulta. O valor --universe_scope inferido para uma expressão de consulta que usa funções com escopo do universo (por exemplo, "allrdeps") pode não ser o que você quer. Portanto, use essa opção apenas se souber o que está fazendo. Acesse https://bazel.build/reference/query#sky-query para ver detalhes e exemplos. Se --universe_scope for definido, o valor dessa opção será ignorado. Observação: esta opção se aplica apenas a "query". Ou seja, não a "cquery".
Tags: loading_and_analysis
--[no]line_terminator_null padrão: "false"
Define se cada formato é encerrado com \0 em vez de nova linha.
Tags: terminal_output
--[no]nodep_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências dos atributos "nodep" serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Um exemplo comum de atributo "nodep" é "visibilidade". Execute e analise a saída de `info build-language` para saber mais sobre todos os atributos "nodep" na linguagem de build.
Tags: build_file_semantics
--output=<a string> padrão: "texto"
O formato em que os resultados da aquery precisam ser impressos. Os valores permitidos para uma consulta são: text, textproto, proto, streaming_proto, jsonproto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:default_values padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os atributos cujo valor não está especificado explicitamente no arquivo BUILD são incluídos. Caso contrário, eles são omitidos. Essa opção é aplicável a --output=proto
Tags: terminal_output
--[no]proto:definition_stack padrão: "false"
Preencha o campo protodefinition_stack, que registra para cada instância de regra na pilha de chamadas do Starlark no momento em que a classe da regra foi definida.
Tags: terminal_output
--[no]proto:flatten_selects padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os atributos configuráveis criados por select() são nivelados. Para tipos de lista, a representação simplificada é uma lista que contém cada valor do mapa de seleção exatamente uma vez. Os tipos escalares são nivelados para nulos.
Tags: build_file_semantics
--[no]proto:include_attribute_source_aspects padrão: "false"
Preencha o campo proto source_aspect_name de cada atributo com o aspecto de origem de origem dele (string vazia, caso contrário).
Tags: terminal_output
--[no]proto:include_synthetic_attribute_hash padrão: "false"
Se é necessário ou não calcular e preencher o atributo $internal_attr_hash.
Tags: terminal_output
--[no]proto:instantiation_stack padrão: "false"
Preencha a pilha de chamadas de instanciação de cada regra. Isso exige que a pilha esteja presente.
Tags: terminal_output
--[no]proto:locations padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fornecer informações de localização na saída proto.
Tags: terminal_output
--proto:output_rule_attrs=<comma-separated list of options> padrão: "todos"
Lista separada por vírgulas de atributos a serem incluídos na saída. O padrão é todos os atributos. Defina como uma string vazia para não gerar nenhum atributo. Essa opção é aplicável a --output=proto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:rule_inputs_and_outputs padrão: "verdadeiro"
Se os campos "rule_input" e "rule_output" serão preenchidos ou não.
Tags: terminal_output
--query_file=<a string> padrão: ""
Se definido, a consulta lerá a consulta a partir do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. Especificar um arquivo aqui bem como uma consulta de linha de comando será um erro.
Tags: changes_inputs
--[no]relative_locations padrão: "false"
Se for verdadeiro, o local dos arquivos BUILD nas saídas xml e proto será relativo. Por padrão, a saída do local é um caminho absoluto e não será consistente entre as máquinas. É possível definir essa opção como verdadeira para ter um resultado consistente em todas as máquinas.
Tags: terminal_output
--[no]skyframe_state padrão: "false"
Sem fazer outras análises, despeje o Action Graph atual no Skyframe. Observação: no momento, não há suporte para a especificação de um destino com --skyframe_state. Essa flag está disponível apenas com --output=proto ou --output=textproto.
Tags: terminal_output
--[no]tool_deps padrão: "verdadeiro"
Consulta: se desativada, as dependências em "exec configuration" não serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma borda de dependência "exec configuration", como aquela de qualquer regra "proto_library" para o Protocol Compiler, geralmente aponta para uma ferramenta executada durante a compilação em vez de uma parte do mesmo programa "target". Cquery: se desativado, filtra todos os destinos configurados que cruzam uma transição de execução do destino de nível superior que descobriu esse destino configurado. Isso significa que, se o destino de nível superior estiver na configuração de destino, somente os destinos configurados também na configuração de destino serão retornados. Se o destino de nível superior estiver na configuração "exec", somente os destinos configurados para "exec" serão retornados. Essa opção NÃO excluirá os conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--universe_scope=<comma-separated list of options> padrão: ""
Um conjunto separado por vírgulas de padrões de destino (aditivo e subtrativo). A consulta pode ser realizada no universo definido pelo fechamento transitivo dos destinos especificados. Esta opção é usada para os comandos query e cquery. Para cquery, a entrada para essa opção são os destinos em que todas as respostas são construídas e, portanto, essa opção pode afetar configurações e transições. Se essa opção não for especificada, os destinos de nível superior serão considerados os destinos analisados na expressão de consulta. Observação: para cquery, não especificar essa opção pode causar falhas na compilação se os destinos analisados pela expressão de consulta não puderem ser compilados com opções de nível superior.
Tags: loading_and_analysis
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do espaço de trabalho, que é a saída de "bazel info workspace"
Opções que controlam a execução do build:
Define se é necessário fazer chamadas diretas ao sistema de arquivos para criar árvores de links simbólicos.
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_persistent_aar_extractor padrão: "false"
Ative o extrator aar persistente usando workers.
Tags: execution
--[no]experimental_remotable_source_manifests padrão: "false"
Se é necessário tornar ações remotas no manifesto de origem
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_split_coverage_postprocessing padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel vai executar o pós-processamento de cobertura para teste em um novo spawn.
Tags: execution
--[no]experimental_strict_fileset_output padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos tratarão todos os artefatos de saída como arquivos normais. Eles não serão transferidos para diretórios nem serão sensíveis a links simbólicos.
Tags: execution
--modify_execution_info=<regex=[+-]key,regex=[+-]key,...> padrão: ""
Adicione ou remova chaves das informações de execução de uma ação com base na mnemônica dela. Aplicável apenas a ações com suporte a informações de execução. Muitas ações comuns oferecem suporte a informações de execução, como Genrule, CppCompile, Javac, StarlarkAction, TestRunner. Ao especificar diversos valores, a ordem é importante, porque muitas regex podem ser aplicadas ao mesmo mnemônico. Sintaxe: "regex=[+-]key,regex=[+-]key,...". Exemplos: ".*=+x,.*=-y,.*=+z" adiciona "x" e "z" e remove "y" das informações de execução de todas as ações. "Genrule=+requires-x" adiciona "requer-x" às informações de execução para todas as ações de regra geral. "(?!Genrule).*=-requires-x" remove "requires-x" das informações de execução para todas as ações que não sejam Genrule.
Tags: execution, affects_outputs, loading_and_analysis
--persistent_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e de simplificação do Android usando workers.
Expande-se para:
  --internal_persistent_android_dex_desugar
  --strategy=Desugar=worker
  --strategy=DexBuilder=worker

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos persistentes do Android usando workers.
Expande-se para:
--internal_persistent_busybox_tools
--strategy=AaptPackage=worker
--strategy=AndroidResourceParser=worker
--strategy=AndroidResourceValidator=worker
--strategy=AndroidResourceCompiler=worker
--strategy=RClassGenerator=worker
--strategy=AndroidResourceLink=worker
--strategy=AndroidAapt2=worker
--strategy=AndroidAssetMerger=worker
--strategy=AndroidResourceMerger=worker
--strategy=AndroidCompiledResourceMerger=worker
--strategy=ManifestMerger=worker
--strategy=AndroidManifestMerger=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker{/5:



--strategy=AARGenerator=worker--strategy=ProcessDatabinding=worker--strategy=GenerateDataBindingBaseClasses=workerhost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e simplificação multiplexadas do Android usando workers.
Expande-se para:
  --persistent_android_dex_desugar
  --internal_persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_multiplex_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos multiplexados persistente do Android usando workers.
Expande-se para:
--persistent_android_resource_processor
--modify_execution_info=AaptPackage=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceParser=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceValidator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceCompiler=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=RClassGenerator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceLink=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAapt2=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAssetMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidCompiledResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=ManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers{/5:

--modify_execution_info=AARGenerator=+supports-multiplex-workershost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_tools
Ativar ferramentas Android persistentes e multiplexadas (dexação, simplificação e processamento de recursos).
Expande-se para:
  --internal_persistent_multiplex_busybox_tools
  --persistent_multiplex_android_resource_processor
  --persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]use_target_platform_for_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usará a plataforma de destino para executar testes em vez do grupo de execuções do teste.
Tags: execution
Opções que configuram o conjunto de ferramentas usado para a execução da ação:
--android_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_crosstool_top=<a build target label> padrão: "//external:android/crosstool"
Local do compilador C++ usado para builds do Android.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
O grte_top de destino do Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_manifest_merger=<legacy, android or force_android> padrão: "android"
Seleciona a combinação de manifestos a ser usada para as regras android_binary. Sinalização para ajudar na transição da combinação legada para a combinação de manifestos do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_platforms=<a build target label> padrão: ""
Define as plataformas usadas pelos destinos android_binary. Se várias plataformas forem especificadas, o binário será um APK multiplataforma, que contém binários nativos para cada plataforma de destino especificada.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_sdk=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/android:sdk"
Especifica o SDK/plataforma do Android usado para criar apps Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--apple_crosstool_top=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:toolkit"
O rótulo do pacote crosstool a ser usado nas regras da Apple e do Objc e as dependências delas.
Tags: loses_incremental_state, changes_inputs
--cc_output_directory_tag=<a string> padrão: ""
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: affects_outputs
--compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador C++ a ser usado para compilar o destino.
Tags: loading_and_analysis, execution
--coverage_output_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:lcov_merger"
Local do binário usado para pós-processar relatórios de cobertura bruta. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:lcov_merger".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_report_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_report_generator"
Local do binário usado para gerar relatórios de cobertura. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:coverage_report_generator".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_support=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_support"
Localização dos arquivos de suporte necessários nas entradas de cada ação de teste que coleta cobertura de código. O padrão é "//tools/test:coverage_support".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--custom_malloc=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica uma implementação personalizada de Malloc. Essa configuração substitui os atributos Malloc nas regras de build.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--experimental_add_exec_constraints_to_targets=<a '<RegexFilter>=<label1>[,<label2>,...]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Lista de expressões regulares separadas por vírgula, cada uma com o prefixo - (expressão negativa), atribuída (=) a uma lista de destinos de valores de restrição separados por vírgula. Se um destino não corresponder a nenhuma expressão negativa e pelo menos uma expressão positiva, a resolução do conjunto de ferramentas será executada como se os valores de restrição fossem declarados como restrições de execução. Exemplo: //demo,-test=@platforms//cpus:x86_64 vai adicionar "x86_64" a qualquer destino em //demo, exceto aos que tenham "test" no nome.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_include_xcode_execution_requirements padrão: "false"
Se definido, adicione um requisito de execução "requires-xcode:{version}" a cada ação do Xcode. Se a versão do Xcode tiver um rótulo com hífen, adicione também um requisito de execução "requires-xcode-label:{version_label}".
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis, execution
--[no]experimental_prefer_mutual_xcode padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, use o Xcode mais recente que esteja disponível local e remotamente. Se for falso ou se não houver versões mútuas disponíveis, use a versão local do Xcode selecionada por meio do xcode-select.
Tags: loses_incremental_state
--extra_execution_platforms=<comma-separated list of options> padrão: ""
As plataformas que estão disponíveis como plataformas de execução para executar ações. As plataformas podem ser especificadas por destino exato ou como um padrão de destino. Essas plataformas serão consideradas antes daquelas declaradas no arquivo WORKSPACE por register_execution_platforms(). Essa opção só pode ser definida uma vez. As instâncias posteriores substituirão as configurações de sinalização anteriores.
Tags: execution
--extra_toolchains=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
As regras do conjunto de ferramentas a serem consideradas durante a resolução do conjunto de ferramentas. Os conjuntos de ferramentas podem ser especificados por alvo exato ou como um padrão de destino. Esses conjuntos de ferramentas serão considerados antes daqueles declarados no arquivo WORKSPACE por register_toolkits().
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Um rótulo para uma biblioteca libc verificada. O valor padrão é selecionado pelo conjunto de ferramentas crosstool e quase nunca é necessário substituí-lo.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: loading_and_analysis, execution
--host_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Se especificada, essa configuração modifica o diretório de nível superior da libc (--grte_top) para a configuração "exec".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_platform=<a build target label> padrão: "@local_config_platform//:host"
O rótulo de uma regra de plataforma que descreve o sistema host.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]incompatible_dont_enable_host_nonhost_crosstool_features padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não ativará os recursos "host" e "nonhost" no conjunto de ferramentas c++. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7407 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_android_toolchain_resolution padrão: "verdadeiro"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar as regras do SDK do Android para Android (Starlark e nativas)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_apple_toolchain_resolution padrão: "false"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar o SDK da Apple para regras da Apple (Starlark e nativos)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_make_thinlto_command_lines_standalone padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_remove_legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não vinculará as dependências de biblioteca como um arquivo inteiro por padrão. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362 para instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_require_ctx_in_configure_features padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_strip_executable_safely padrão: "false"
Se verdadeiro, a ação de remoção para executáveis usa a flag -x, que não quebra a resolução dinâmica de símbolos.
Tags: action_command_lines, incompatible_change
--[no]interface_shared_objects padrão: "verdadeiro"
Use objetos compartilhados de interface se compatíveis com o conjunto de ferramentas. No momento, todos os conjuntos de ferramentas ELF são compatíveis com essa configuração.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, affects_outputs
--ios_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do iOS que será usada para criar apps iOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK para iOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--macos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK para macOS usada para criar aplicativos para macOS. Se não for especificada, vai usar a versão padrão do SDK para macOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--minimum_os_version=<a string> padrão: consultar descrição
A versão mínima do SO destinada à compilação.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--platform_mappings=<a relative path> padrão: ""
A localização de um arquivo de mapeamento que descreve qual plataforma usar se nenhuma estiver definida ou quais flags vão ser definidas quando uma plataforma já existir. Precisa ser relativo à raiz do espaço de trabalho principal. O padrão é "platform_mappings" (um arquivo diretamente na raiz do espaço de trabalho).
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, immutable
--platforms=<a build target label> padrão: ""
Os rótulos das regras da plataforma que descrevem as plataformas de destino para o comando atual.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--python2_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python3_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python_path=<a string> padrão: consultar descrição
O caminho absoluto do intérprete de Python invocado para executar destinos Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--python_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
O rótulo de um py_runtime que representa o interpretador do Python invocado para executar destinos do Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--tvos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do tvOS a ser usada para criar aplicativos para o tvOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK do tvOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--watchos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do watchOS a ser usada para criar aplicativos watchOS. Se não for especificada, será usada a versão padrão do SDK do watchOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version=<a string> padrão: consultar descrição
Se especificado, usa o Xcode da versão fornecida para ações de build relevantes. Se não for especificada, usa a versão padrão do executor do Xcode.
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version_config=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:host_xcodes"
O rótulo da regra xcode_config a ser usada para selecionar a versão do Xcode na configuração do build.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]apple_generate_dsym padrão: "false"
Define se os arquivos de símbolo de depuração (.dSYM) serão gerados.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
Se verdadeiro, cria florestas de links simbólicos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, grave-os somente quando exigido por uma ação local, teste ou comando de execução.
Tags: affects_outputs
--[no]build_runfile_manifests padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, grava manifestos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, omita-os. Os testes locais não são executados quando o valor é "false".
Tags: affects_outputs
--[no]build_test_dwp padrão: "false"
Se ativada, ao criar testes C++ estaticamente e com a fissão, o arquivo .dwp do binário de teste também será criado automaticamente.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--cc_proto_library_header_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.h"
Define os sufixos dos arquivos principais criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--cc_proto_library_source_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.cc"
Define os sufixos dos arquivos de origem criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_proto_descriptor_sets_include_source_info padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_proto_extra_actions padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_save_feature_state padrão: "false"
Salva o estado dos recursos ativados e solicitados como uma saída da compilação.
Tags: affects_outputs, experimental
--fission=<a set of compilation modes> padrão: "não"
Especifica quais modos de compilação usam a fissão para compilações e links do C++. Pode ser qualquer combinação de {'fastbuild', 'dbg', 'opt'} ou os valores especiais 'yes' para ativar todos os modos e 'no' para desativar todos os modos.
Tags: loading_and_analysis, action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_always_include_files_in_data padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as regras nativas adicionam <code>DefaultInfo.files</code> de dependências de dados aos arquivos de execução, o que corresponde ao comportamento recomendado para regras do Starlark (https://bazel.build/extending/rules#runfiles_features_to_avoid).
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]legacy_external_runfiles padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, crie florestas de links simbólicos de runfiles para repositórios externos em .runfiles/wsname/external/repo (além de .runfiles/repo).
Tags: affects_outputs
--[no]objc_generate_linkmap padrão: "false"
Especifica se é preciso gerar um arquivo de linkmap.
Tags: affects_outputs
--[no]save_temps padrão: "false"
Se definido, as saídas temporárias do gcc serão salvas. Isso inclui arquivos .s (código assembler), arquivos .i (C pré-processado) e arquivos .ii (C++ pré-processado).
Tags: affects_outputs
Opções que permitem ao usuário configurar a saída pretendida, afetando seu valor em vez da existência:
--action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configuração de destino. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--android_cpu=<a string> padrão: "armeabi-v7a"
A CPU de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]android_databinding_use_androidx padrão: "verdadeiro"
Gere arquivos de vinculação de dados compatíveis com o AndroidX. Isso é usado apenas com a vinculação de dados v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]android_databinding_use_v3_4_args padrão: "verdadeiro"
Use o Android Databinding v2 com o argumento 3.4.0. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--android_dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "desativado"
Determina se as dependências de C++ das regras do Android serão vinculadas dinamicamente quando um cc_binary não criar explicitamente uma biblioteca compartilhada. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--android_manifest_merger_order=<alphabetical, alphabetical_by_configuration or dependency> padrão: "alfabeto"
Define a ordem dos manifestos transmitidos para a combinação de manifestos para binários do Android. ALFABÉTICO significa que os manifestos são classificados por caminho em relação ao execroot. ALPHABETICAL_BY_CONFIGURATION significa que os manifestos são classificados por caminhos relativos ao diretório de configuração no diretório de saída. DEPENDÊNCIA significa que os manifestos são ordenados, e o de cada biblioteca vem antes dos manifestos das dependências.
Tags: action_command_lines, execution
--[no]android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]build_python_zip padrão: "auto"
Criar um arquivo ZIP executável em Python no Windows, desativado em outras plataformas
Tags: affects_outputs
--catalyst_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple Catalyst.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]collect_code_coverage padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai instrumentar o código (usando instrumentação off-line quando possível) e coletar informações de cobertura durante os testes. Somente os destinos que corresponderem a --instrumentation_filter serão afetados. Normalmente, essa opção não deve ser especificada diretamente. No lugar dele, é necessário usar o comando "bazelCoverage".
Tags: affects_outputs
--compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> [-c] padrão: "fastbuild"
Especifique o modo em que o binário será integrado. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para o gcc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--cpu=<a string> padrão: ""
A CPU de destino.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--cs_fdo_absolute_path=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do CSFDO para otimizar a compilação. Especifique o nome do caminho absoluto do arquivo ZIP que contém o arquivo de perfil, um arquivo de perfil LLVM bruto ou indexado.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com instrumentação FDO sensível ao contexto. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O cs_fdo_profile que representa o perfil sensível ao contexto a ser usado na otimização.
Tags: affects_outputs
--cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C++.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--define=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada opção "--define" especifica uma atribuição para uma variável de build. No caso de haver vários valores para uma variável, o último vence.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "padrão"
Determina se os binários C++ serão vinculados dinamicamente. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]enable_fdo_profile_absolute_path padrão: "verdadeiro"
Se definido, o uso de fdo_absolute_profile_path gerará um erro.
Tags: affects_outputs
--[no]enable_runfiles padrão: "auto"
Ativa a árvore de links simbólicos de arquivos de execução. Por padrão, ele fica desativado no Windows e em outras plataformas.
Tags: affects_outputs
--experimental_action_listener=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Use action_listener para anexar um extra_action a ações de build já existentes.
Tags: execution, experimental
--[no]experimental_android_compress_java_resources padrão: "false"
Compacte recursos Java em APKs
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_android_databinding_v2 padrão: "verdadeiro"
Use a vinculação de dados do Android v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]experimental_android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_android_rewrite_dexes_with_rex padrão: "false"
usar a ferramenta rex para regravar arquivos dex
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state e experimental
--[no]experimental_collect_code_coverage_for_generated_files padrão: "false"
Se especificado, o Bazel também gera informações de cobertura de coleta para os arquivos gerados.
Tags: affects_outputs
--experimental_objc_fastbuild_options=<comma-separated list of options> padrão: "-O0,-DDEBUG=1"
Usa essas strings como opções do compilador fastbuild objc.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_omitfp padrão: "false"
Se verdadeiro, use o libunwind para desenrolamento de pilha e compile com -fomit-frame-pointer e -fasync-unwind-tables.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, experimental
--experimental_output_paths=<off, content or strip> padrão: "desativado"
Qual modelo usar para onde as regras da árvore de saída gravam as saídas, especialmente para builds multiplataforma / multiconfiguração. Esse recurso é altamente experimental. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/6526 (em inglês). As ações do Starlark podem optar pelo mapeamento de caminho adicionando a chave "supports-path-mapping" ao dicionário "execution_requirements".
Tags: loses_incremental_state, bazel_internal_configuration, affects_outputs, execution
--experimental_override_name_platform_in_output_dir=<a 'label=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada entrada precisa estar no formato label=value, em que "label" se refere a uma plataforma e "values" é o nome curto que você quer usar no caminho de saída. Usado apenas quando --experimental_platform_in_output_dir é verdadeiro. Tem a maior prioridade de nomenclatura.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_platform_in_output_dir padrão: "false"
Se for verdadeiro, um nome abreviado da plataforma de destino será usado no nome do diretório de saída em vez da CPU. O esquema exato é experimental e está sujeito a mudanças. Primeiro, no caso raro, a opção --platforms não tem exatamente um valor. É usado um hash da opção de plataformas. Em seguida, se qualquer nome abreviado da plataforma atual for registrado por --experimental_override_name_platform_in_output_dir, esse nome curto será usado. Em seguida, se --experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic estiver definido, use um nome curto baseado no identificador atual da plataforma. Por fim, um hash da opção da plataforma é usado como último recurso.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_use_llvm_covmap padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai gerar informações do mapa de cobertura llvm-cov em vez de gcov quando coletar_code_coverage.
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic padrão: "verdadeiro"
Use esta sinalização apenas como parte de uma estratégia sugerida de migração ou teste. A heurística tem deficiências conhecidas e é sugerido migrar para a dependência apenas --experimental_override_name_platform_in_output_dir.
Tags: affects_outputs, experimental
--fat_apk_cpu=<comma-separated set of options> padrão: "armeabi-v7a"
Definir essa opção ativa APKs fat, que contêm binários nativos para todas as arquiteturas de destino especificadas, por exemplo, --fat_apk_cpu=x86,armeabi-v7a. Se essa flag for especificada, --android_cpu será ignorada para dependências das regras android_binary.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]fat_apk_hwasan padrão: "false"
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: no_op
--fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com a instrumentação FDO. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--fdo_optimize=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do FDO para otimizar a compilação. Especifique o nome de um arquivo ZIP contendo uma árvore de arquivos .gcda, um arquivo afdo contendo um perfil automático ou um arquivo de perfil LLVM. Essa flag também aceita arquivos especificados como rótulos (por exemplo, "//foo/bar:file.afdo", talvez seja necessário adicionar uma diretiva "exports_files" ao pacote correspondente) e identificadores que apontam para destinos "fdo_profile". Essa sinalização será substituída pela regra "fdo_profile".
Tags: affects_outputs
--fdo_prefetch_hints=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use dicas de pré-busca de cache.
Tags: affects_outputs
--fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O fdo_profile que representa o perfil a ser usado para otimização.
Tags: affects_outputs
--features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para os destinos integrados na configuração de destino. Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos. Consulte também --host_features
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--[no]force_pic padrão: "false"
Se ativada, todas as compilações C++ produzem código independente de posição ("-fPIC"), os links preferem bibliotecas pré-criadas PIC em vez de bibliotecas não PIC, e os links produzem executáveis independentes de posição ("-pie").
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configurações de execução. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--host_compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> padrão: "opt"
Especifique o modo em que as ferramentas usadas durante o build serão integradas. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--host_conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir ao compilador C ao compilar arquivos de origem em C (mas não C++) nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C para ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_cpu=<a string> padrão: ""
A CPU host.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C++ de ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para destinos integrados na configuração "exec". Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_force_python=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
Modifica a versão do Python na configuração "exec". Pode ser "PY2" ou "PY3".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para o vinculador ao vincular ferramentas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do macOS para destinos de host. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--host_per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o compilador C/C++ ao compilar determinados arquivos nas configurações de execução. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --host_per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_auto_exec_groups padrão: "false"
Quando ativado, um grupo de "exec" é criado automaticamente para cada conjunto de ferramentas usado por uma regra. Para que isso funcione, a regra precisa especificar o parâmetro "dataset" nas ações. Para saber mais, consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17134.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_merge_genfiles_directory padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o diretório genfiles será dobrado no diretório bin.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]instrument_test_targets padrão: "false"
Quando a cobertura está ativada, especifica se é necessário considerar a instrumentação de regras de teste. Quando definidas, as regras de teste incluídas por --instrumentation_filter são instrumentadas. Caso contrário, as regras de teste serão sempre excluídas da instrumentação de cobertura.
Tags: affects_outputs
--instrumentation_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-/javatests[/:],-/test/java[/:]"
Quando a cobertura estiver ativada, somente as regras com nomes incluídos pelo filtro baseado em regex especificado serão instrumentadas. As regras com o prefixo "-" são excluídas. Somente regras que não sejam de teste são instrumentadas, a menos que --instrument_test_targets esteja ativada.
Tags: affects_outputs
--ios_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do iOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "ios_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--ios_multi_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar um ios_application. O resultado é um binário universal contendo todas as arquiteturas especificadas.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Descontinuado e substituído por --incompatible_remove_legacy_whole_Archive. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362. Quando ativado, use --whole-Archive para regras cc_binary que tenham linkshared=True e linkstatic=True ou '-static' nos linkopts. Isso serve apenas para compatibilidade com versões anteriores. Uma alternativa melhor é usar Alwayslink=1 quando necessário.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, deprecated
--linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para o gcc durante a vinculação.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltobackendopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa do back-end da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltoindexopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa de indexação da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--macos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple macOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do macOS compatível para destinos. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--memprof_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
Usar o perfil do memprof.
Tags: affects_outputs
--[no]objc_debug_with_GLIBCXX padrão: "false"
Se definido e o modo de compilação for definido como "dbg", defina GLIBCXX_DEBUG, GLIBCXX_DEBUG_PEDANTIC e GLIBCPP_CONCEPT_CHECKS.
Tags: action_command_lines
--[no]objc_enable_binary_stripping padrão: "false"
Define se é necessário realizar remoções de símbolo e código morto em binários vinculados. As remoções binárias serão realizadas se esta flag e --compilation_mode=opt forem especificadas.
Tags: action_command_lines
--objccopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem Objective-C/C++.
Tags: action_command_lines
--per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o gcc ao compilar determinados arquivos. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--per_file_ltobackendopt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o back-end de LTO (em --features=thin_lto) ao compilar determinados objetos de back-end. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para inclusão e exclusão. option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_ltobackendopt=//foo/.*\.o,-//foo/bar\.o@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando do back-end da LTO de todos os arquivos em //foo/, exceto bar.o.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--platform_suffix=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: loses_incremental_state, affects_outputs, loading_and_analysis
--propeller_optimize=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do Propeller para otimizar o destino do build.Um perfil de hélice precisa consistir em pelo menos um de dois arquivos, um perfil cc e um perfil ld. Essa flag aceita um rótulo de build que precisa se referir aos arquivos de entrada do perfil da hélice. Por exemplo, o arquivo BUILD que define o rótulo em a/b/BUILD:propeller_optimize( name = "propeller_profile", cc_profile = "propeller_cc_profile.txt", ld_profile = "propeller_ld_profile.txt",)Uma diretiva exportações_files pode ter que ser adicionada ao pacote correspondente para tornar esses arquivos visíveis para o Bazel. A opção precisa ser usada como: --propeller_optimize=//a/b:propeller_profile
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_cc_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo cc_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_ld_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo ld_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--run_under=<a prefix in front of command> padrão: consultar descrição
Prefixo a ser inserido antes dos executáveis dos comandos "test" e "run". Se o valor for "foo -bar" e a linha de comando de execução for "test_binary -baz", a linha de comando final será "foo -bar test_binary -baz".Isso também pode ser um rótulo para um destino executável. Alguns exemplos são: 'valgrind', 'strace', 'strace -c', 'valgrind --quiet --num-callers=20', '//package:target', '//package:target --options'.
Tags: action_command_lines
--[no]share_native_deps padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as bibliotecas nativas que contêm funcionalidade idêntica serão compartilhadas entre destinos diferentes.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]stamp padrão: "false"
Carregue os binários com a data, o nome de usuário, o nome do host, as informações do espaço de trabalho etc.
Tags: affects_outputs
--strip=<always, sometimes or never> padrão: "às vezes"
Especifica se é preciso remover binários e bibliotecas compartilhadas (usando "-Wl,--strip-debug"). O valor padrão "às vezes" significa remover iff --compilation_mode=fastbuild.
Tags: affects_outputs
--stripopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a remoção ao gerar um binário "<name>.stripped".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--tvos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple tvOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--tvos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do tvOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "tvos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--visionos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple VisionOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do watchOS da Apple.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do watchOS para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "watchos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--xbinary_fdo=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações de perfil do XbinaryFDO para otimizar a compilação. Especifica o nome do perfil binário cruzado padrão. Quando a opção é usada com --fdo_instrument/--fdo_optimize/--fdo_profile, essas opções sempre prevalecem como se xbinary_fdo nunca fosse especificado.
Tags: affects_outputs
Opções que afetam como o Bazel aplica entradas de build válidas (definições de regras, combinações de flags etc.):
--auto_cpu_environment_group=<a build target label> padrão: ""
Declare o environment_group a ser usado para mapear automaticamente os valores de CPU para os valores de target_environment.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]check_licenses padrão: "false"
Verifique se as restrições de licenciamento impostas pelos pacotes dependentes não entram em conflito com os modos de distribuição dos destinos que estão sendo criados. Por padrão, as licenças não são marcadas.
Tags: build_file_semantics
--[no]check_visibility padrão: "verdadeiro"
Se desativada, os erros de visibilidade nas dependências de destino serão rebaixados a avisos.
Tags: build_file_semantics
--[no]desugar_for_android padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário simplificar o bytecode Java 8 antes da dexação.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]desugar_java8_libs padrão: "false"
Inclusão de bibliotecas Java 8 com suporte em apps para dispositivos legados.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]enforce_constraints padrão: "verdadeiro"
Verifica os ambientes com que cada destino é compatível e informa erros se algum destino tiver dependências que não são compatíveis com os mesmos ambientes
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_check_desugar_deps padrão: "verdadeiro"
Define se a simplificação correta precisa ser verificada novamente no nível binário do Android.
Tags: eagerness_to_exit, loading_and_analysis, experimental
--experimental_import_deps_checking=<off, warning or error> padrão: "DESATIVADO"
Quando ativada, verifica se as dependências de um aar_import estão completas. Essa aplicação pode interromper o build ou apenas resultar em avisos.
Tags: loading_and_analysis
--experimental_strict_java_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "padrão"
Se verdadeiro, verifica se um destino Java declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--[no]incompatible_check_testonly_for_output_files padrão: "false"
Se ativado, procura somente os destinos de pré-requisito que são arquivos de saída em "testonly" pesquisando o somente teste da regra de geração. Isso corresponde à verificação de visibilidade.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_check_visibility_for_toolchains padrão: "false"
Se ativada, a verificação de visibilidade também se aplica a implementações do conjunto de ferramentas.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_android_rules padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, o uso direto das regras nativas do Android será desativado. Use as regras do Starlark para Android em https://github.com/bazelbuild/rules_android
Tags: eagerness_to_exit e incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_apple_binary_rule padrão: "false"
Ambiente autônomo. Mantido aqui para compatibilidade com versões anteriores.
Tags: eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disable_py2 padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o uso das configurações do Python 2 causará um erro. Isso inclui python_version=PY2, srcs_version=PY2 e srcs_version=PY2ONLY. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/15684 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_validate_top_level_header_inclusions padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--python_native_rules_allowlist=<a build target label> padrão: consultar descrição
Uma lista de permissões (destino package_group) para usar ao aplicar --incompatible_python_disallow_native_rules.
Tags: loading_and_analysis
--[no]strict_filesets padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos que ultrapassarem os limites do pacote serão informados como erros.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--strict_proto_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "erro"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino proto_library declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--strict_public_imports=<off, warn, error, strict or default> padrão: "desativado"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino de proto_library declara explicitamente todos os destinos usados em "import public" como exportado.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]strict_system_includes padrão: "false"
Se verdadeiro, os cabeçalhos encontrados nos caminhos de inclusão do sistema (-isystem) também precisam ser declarados.
Tags: loading_and_analysis, eagerness_to_exit
--target_environment=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Declara o ambiente de destino do build. Precisa ser uma referência de rótulo a uma regra de "ambiente". Se especificado, todos os destinos de nível superior precisam ser compatíveis com esse ambiente.
Tags: changes_inputs
Opções que afetam as saídas de assinatura de um build:
--apk_signing_method=<v1, v2, v1_v2 or v4> padrão: "v1_v2"
Implementação a ser usada na assinatura de APKs
Tags: action_command_lines, affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]device_debug_entitlements padrão: "verdadeiro"
Se definido e o modo de compilação não for "opt", os apps objc vão incluir direitos de depuração ao assinar.
Tags: changes_inputs
--ios_signing_cert_name=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do certificado a ser usado para assinatura do iOS. Se não for definido, voltará para o perfil de provisionamento. Pode ser a preferência de identidade do conjunto de chaves do certificado ou (substring) do nome comum do certificado, conforme a página manual do Codesign (SIGNING ID Quando).
Tags: action_command_lines
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, .bzl ou WORKSPACE:
--[no]incompatible_disallow_legacy_py_provider padrão: "verdadeiro"
O ambiente autônomo será removido em breve.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_sdk_frameworks_attributes padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, não é permitido usar os atributos sdk_frameworks e weak_sdk_frameworks em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
Se for verdadeiro, defina o valor padrão como verdadeiro para atributos Alwayslink em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disallow_native_rules padrão: "false"
Quando verdadeiro, ocorre um erro ao usar as regras py_* integradas. Em vez disso, as regras rules_python precisam ser usadas. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17773 para mais informações e instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Opções que regem o comportamento do ambiente ou do executor de testes:
--[no]allow_analysis_failures padrão: "false"
Se verdadeiro, uma falha na análise de um destino da regra resulta na propagação do destino de uma instância de AnalysisFailureInfo que contém a descrição do erro, em vez de resultar em uma falha de compilação.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--analysis_testing_deps_limit=<an integer> padrão: "2000"
Define o número máximo de dependências transitivas por meio de um atributo de regra com uma transição de configuração for_analysis_testing. Exceder esse limite resultará em um erro de regra.
Tags: loading_and_analysis
--[no]break_build_on_parallel_dex2oat_failure padrão: "false"
Se as falhas verdadeiras da ação do dex2oat causarem a falha do build em vez de executar o dex2oat durante o tempo de execução do teste.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--default_test_resources=<a resource name followed by equal and 1 float or 4 float, e.g memory=10,30,60,100> usos múltiplos são acumulados
Substitui a quantidade de recursos padrão para testes. O formato esperado é <resource>=<value>. Se um único número positivo for especificado como <value>, ele vai substituir os recursos padrão em todos os tamanhos de teste. Se quatro números separados por vírgula forem especificados, eles substituirão a quantidade de recursos para os tamanhos de teste pequeno, médio, grande e enorme, respectivamente. Os valores também podem ser HOST_RAM/HOST_CPU, opcionalmente seguido de [-|*]<float> (por exemplo,memory=HOST_RAM*.1,HOST_RAM*.2,HOST_RAM*.3,HOST_RAM*.4). Os recursos de teste padrão especificados por essa flag são substituídos por recursos explícitos especificados nas tags.
--[no]experimental_android_use_parallel_dex2oat padrão: "false"
Usar o dex2oat em paralelo para acelerar o android_test.
Tags: loading_and_analysis, host_machine_resource_optimizations, experimental
--[no]ios_memleaks padrão: "false"
Ative a verificação de vazamentos de memória em destinos ios_test.
Tags: action_command_lines
--ios_simulator_device=<a string> padrão: consultar descrição
O dispositivo que será simulado ao executar um aplicativo iOS no simulador, por exemplo, "iPhone 6". Para ver uma lista de dispositivos, execute "xcrun simctl list devicetypes" na máquina em que o simulador será executado.
Tags: test_runner
--ios_simulator_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
A versão do iOS a ser executada no simulador durante a execução ou teste. Isso será ignorado nas regras ios_test se um dispositivo de destino for especificado na regra.
Tags: test_runner
--runs_per_test=<a positive integer or test_regex@runs. This flag may be passed more than once> usos múltiplos são acumulados
Especifica o número de vezes que cada teste será executado. Se alguma dessas tentativas falhar por qualquer motivo, todo o teste será considerado reprovado. Normalmente, o valor especificado é apenas um número inteiro. Exemplo: --runs_per_test=3 executará todos os testes três vezes. Sintaxe alternativa: regex_filter@runs_per_test. Em que run_per_test representa um valor inteiro e regex_filter representa uma lista de padrões de expressão regular incluída e excluída (consulte também --instrumentation_filter). Exemplo: --runs_per_test=//foo/.*,-//foo/bar/.*@3 executa todos os testes em //foo/, exceto aqueles em foo/bar três vezes. Essa opção pode ser enviada várias vezes. O argumento transmitido mais recentemente que corresponde tem prioridade. Se nada corresponder, o teste será executado apenas uma vez.
--test_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica outras variáveis de ambiente que serão injetadas no ambiente do executor de testes. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será lido no ambiente do cliente do Bazel) ou pelo par nome=valor. Essa opção pode ser usada várias vezes para especificar diversas variáveis. Usado apenas pelo comando "bazel test".
Tags: test_runner
--test_timeout=<a single integer or comma-separated list of 4 integers> padrão: "-1"
Substitua os valores de tempo limite padrão de teste para tempos limite de teste (em segundos). Se um único valor inteiro positivo for especificado, ele vai substituir todas as categorias. Se quatro números inteiros separados por vírgula forem especificados, eles substituirão os tempos limite para curtos, moderados, longos e eternos (nessa ordem). De qualquer forma, o valor -1 instrui o Blaze a usar os tempos limite padrão dessa categoria.
--[no]zip_undeclared_test_outputs padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as saídas de teste não declaradas serão arquivadas em um arquivo ZIP.
Tags: test_runner
Opções relacionadas à saída e à semântica da consulta:
--aspect_deps=<off, conservative or precise> padrão: "conservador"
Como resolver dependências de aspecto quando o formato de saída é {xml,proto,record}. "Desativado" significa que nenhuma dependência de aspecto é resolvida, "conservadora" (padrão) significa que todas as dependências de aspecto declaradas são adicionadas, independentemente de receberem a classe de regra de dependências diretas. "Exata" significa que somente os aspectos que podem ser ativos, dada a classe de regra das dependências diretas, são adicionados. O modo preciso exige o carregamento de outros pacotes para avaliar um único destino, o que o torna mais lento do que os outros modos. Observe também que mesmo o modo preciso não é completamente preciso: a decisão de computar um aspecto é decidida na fase de análise, que não é executada durante a "consulta Bazel".
Tags: build_file_semantics
--[no]consistent_labels padrão: "false"
Se ativada, todos os comandos de consulta emitem rótulos como se pela função <code>str</code> de Starlark aplicada a uma instância de <code>Label</code>. Isso é útil para ferramentas que precisam corresponder à saída de diferentes comandos de consulta e/ou rótulos emitidos por regras. Se não estiverem ativados, os formatadores de saída poderão emitir nomes de repositório aparentes (em relação ao repositório principal) para tornar a saída mais legível.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_explicit_aspects padrão: "false"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]graph:factored padrão: "verdadeiro"
Se o valor for "true", o gráfico será "fatorado", ou seja, os nós equivalentes topológicos serão mesclados e seus rótulos concatenados. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--graph:node_limit=<an integer> padrão: "512"
O tamanho máximo da string de rótulo para um nó do gráfico na saída. Os rótulos mais longos serão truncados, e -1 significa que não há truncamento. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--[no]implicit_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências implícitas serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma dependência implícita é aquela que não é explicitamente especificada no arquivo BUILD, mas é adicionada pelo Bazel. Para cquery, essa opção controla a filtragem de conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--[no]include_artifacts padrão: "verdadeiro"
Inclui nomes das entradas e saídas de ação na saída (possivelmente grandes).
Tags: terminal_output
--[no]include_aspects padrão: "verdadeiro"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]include_commandline padrão: "verdadeiro"
Inclui o conteúdo das linhas de comando de ação na saída (possivelmente grande).
Tags: terminal_output
--[no]include_file_write_contents padrão: "false"
Inclua o conteúdo do arquivo para as ações FileWrite, SourceSymlinkManifest e RepoMappingManifest (possivelmente grandes).
Tags: terminal_output
--[no]include_param_files padrão: "false"
Inclui o conteúdo dos arquivos de parâmetro usados no comando (possivelmente grandes). Observação: ativar essa flag ativará automaticamente a flag --include_commandline.
Tags: terminal_output
--[no]include_scheduling_dependencies padrão: "false"
Inclui nomes das dependências de programação de ações (possivelmente grandes). Só entrará em vigor se --include_artifacts também estiver definido.
Tags: terminal_output
--[no]incompatible_package_group_includes_double_slash padrão: "verdadeiro"
Se ativado, o "//" inicial não será omitido ao gerar o atributo `packages` do package_group.
Tags: terminal_output, incompatible_change
--[no]infer_universe_scope padrão: "false"
Se "set" e "--universe_scope" não estiver definido, um valor de "--universe_scope" será inferido como a lista de padrões de destino únicos na expressão de consulta. O valor --universe_scope inferido para uma expressão de consulta que usa funções com escopo do universo (por exemplo, "allrdeps") pode não ser o que você quer. Portanto, use essa opção apenas se souber o que está fazendo. Acesse https://bazel.build/reference/query#sky-query para ver detalhes e exemplos. Se --universe_scope for definido, o valor dessa opção será ignorado. Observação: esta opção se aplica apenas a "query". Ou seja, não a "cquery".
Tags: loading_and_analysis
--[no]line_terminator_null padrão: "false"
Define se cada formato é encerrado com \0 em vez de nova linha.
Tags: terminal_output
--[no]nodep_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências dos atributos "nodep" serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Um exemplo comum de atributo "nodep" é "visibilidade". Execute e analise a saída de `info build-language` para saber mais sobre todos os atributos "nodep" na linguagem de build.
Tags: build_file_semantics
--output=<a string> padrão: "texto"
O formato em que os resultados da aquery precisam ser impressos. Os valores permitidos para uma consulta são: text, textproto, proto, streaming_proto, jsonproto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:default_values padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os atributos cujo valor não está especificado explicitamente no arquivo BUILD são incluídos. Caso contrário, eles são omitidos. Essa opção é aplicável a --output=proto
Tags: terminal_output
--[no]proto:definition_stack padrão: "false"
Preencha o campo protodefinition_stack, que registra para cada instância de regra na pilha de chamadas do Starlark no momento em que a classe da regra foi definida.
Tags: terminal_output
--[no]proto:flatten_selects padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os atributos configuráveis criados por select() são nivelados. Para tipos de lista, a representação simplificada é uma lista que contém cada valor do mapa de seleção exatamente uma vez. Os tipos escalares são nivelados para nulos.
Tags: build_file_semantics
--[no]proto:include_attribute_source_aspects padrão: "false"
Preencha o campo proto source_aspect_name de cada atributo com o aspecto de origem de origem dele (string vazia, caso contrário).
Tags: terminal_output
--[no]proto:include_synthetic_attribute_hash padrão: "false"
Se é necessário ou não calcular e preencher o atributo $internal_attr_hash.
Tags: terminal_output
--[no]proto:instantiation_stack padrão: "false"
Preencha a pilha de chamadas de instanciação de cada regra. Isso exige que a pilha esteja presente.
Tags: terminal_output
--[no]proto:locations padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fornecer informações de localização na saída proto.
Tags: terminal_output
--proto:output_rule_attrs=<comma-separated list of options> padrão: "todos"
Lista separada por vírgulas de atributos a serem incluídos na saída. O padrão é todos os atributos. Defina como uma string vazia para não gerar nenhum atributo. Essa opção é aplicável a --output=proto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:rule_inputs_and_outputs padrão: "verdadeiro"
Se os campos "rule_input" e "rule_output" serão preenchidos ou não.
Tags: terminal_output
--query_file=<a string> padrão: ""
Se definido, a consulta lerá a consulta a partir do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. Especificar um arquivo aqui bem como uma consulta de linha de comando será um erro.
Tags: changes_inputs
--[no]relative_locations padrão: "false"
Se for verdadeiro, o local dos arquivos BUILD nas saídas xml e proto será relativo. Por padrão, a saída do local é um caminho absoluto e não será consistente entre as máquinas. É possível definir essa opção como verdadeira para ter um resultado consistente em todas as máquinas.
Tags: terminal_output
--[no]skyframe_state padrão: "false"
Sem fazer outras análises, despeje o Action Graph atual no Skyframe. Observação: no momento, não há suporte para a especificação de um destino com --skyframe_state. Essa flag está disponível apenas com --output=proto ou --output=textproto.
Tags: terminal_output
--[no]tool_deps padrão: "verdadeiro"
Consulta: se desativada, as dependências em "exec configuration" não serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma borda de dependência "exec configuration", como aquela de qualquer regra "proto_library" para o Protocol Compiler, geralmente aponta para uma ferramenta executada durante a compilação em vez de uma parte do mesmo programa "target". Cquery: se desativado, filtra todos os destinos configurados que cruzam uma transição de execução do destino de nível superior que descobriu esse destino configurado. Isso significa que, se o destino de nível superior estiver na configuração de destino, somente os destinos configurados também na configuração de destino serão retornados. Se o destino de nível superior estiver na configuração "exec", somente os destinos configurados para "exec" serão retornados. Essa opção NÃO excluirá os conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--universe_scope=<comma-separated list of options> padrão: ""
Um conjunto separado por vírgulas de padrões de destino (aditivo e subtrativo). A consulta pode ser realizada no universo definido pelo fechamento transitivo dos destinos especificados. Esta opção é usada para os comandos query e cquery. Para cquery, a entrada para essa opção são os destinos em que todas as respostas são construídas e, portanto, essa opção pode afetar configurações e transições. Se essa opção não for especificada, os destinos de nível superior serão considerados os destinos analisados na expressão de consulta. Observação: para cquery, não especificar essa opção pode causar falhas na compilação se os destinos analisados pela expressão de consulta não puderem ser compilados com opções de nível superior.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--[no]experimental_filter_library_jar_with_program_jar padrão: "false"
Filtre o ProgramJar do ProGuard para remover todas as classes presentes no LibraryJar.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_inmemory_dotd_files padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os arquivos .d do C++ serão transmitidos na memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_inmemory_jdeps_files padrão: "verdadeiro"
Se ativada, os arquivos de dependência (.jdeps) gerados por compilações Java serão transmitidos pela memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_retain_test_configuration_across_testonly padrão: "false"
Quando ativada, --trim_test_configuration não corta a configuração de teste das regras marcadas como testonly=1. Isso reduz os problemas de conflito de ações quando regras que não são de teste dependem de regras cc_test. Nenhum efeito se --trim_test_configuration for falsa.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]experimental_starlark_cc_import padrão: "false"
Se ativada, a versão Starlark de cc_import poderá ser usada.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_unsupported_and_brittle_include_scanning padrão: "false"
Define se é necessário restringir entradas para a compilação C/C++ analisando as linhas #include dos arquivos de entrada. Isso pode melhorar o desempenho e a incrementabilidade, diminuindo o tamanho das árvores de entrada de compilação. No entanto, isso também pode causar falhas nos builds, porque o scanner de inclusão não implementa totalmente a semântica do pré-processador C. Mais especificamente, ela não entende as diretivas #include dinâmicas e ignora a lógica condicional do pré-processador. Use por sua conta e risco. Todos os problemas relacionados a essa sinalização registrados serão encerrados.
Tags: loading_and_analysis, execution, changes_inputs
--[no]incremental_dexing padrão: "verdadeiro"
Faz a maior parte do trabalho de dexação separada para cada arquivo Jar.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]objc_use_dotd_pruning padrão: "verdadeiro"
Se definido, os arquivos .d emitidos pelo Clang serão usados para remover o conjunto de entradas transmitidas para as compilações do objc.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]process_headers_in_dependencies padrão: "false"
Ao criar um destino //a:a, processe os cabeçalhos em todos os destinos de que //a:a depende (se o processamento do cabeçalho estiver ativado para o conjunto de ferramentas).
Tags: execution
--[no]trim_test_configuration padrão: "verdadeiro"
Quando ativadas, as opções relacionadas a testes serão apagadas abaixo do nível superior do build. Quando esse flag está ativo, os testes não podem ser criados como dependências de regras que não são de teste, mas mudanças nas opções relacionadas a testes não fazem com que as regras que não sejam de teste sejam analisadas novamente.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--toolchain_resolution_debug=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-.*"
Mostra informações de depuração durante a resolução do conjunto de ferramentas. A sinalização usa uma regex, que é verificada em relação aos tipos de conjunto de ferramentas e destinos específicos para ver qual deve ser depurado. Várias regex podem ser separadas por vírgulas, e cada regex é verificada separadamente. Observação: a saída dessa sinalização é muito complexa e provavelmente será útil apenas para especialistas em resolução de conjunto de ferramentas.
Tags: terminal_output
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--flag_alias=<a 'name=value' flag alias> usos múltiplos são acumulados
Define um nome abreviado para uma flag Starlark. Ele usa um único par de chave-valor no formato "<key>=<value>" como argumento.
Tags: changes_inputs
--[no]incompatible_default_to_explicit_init_py padrão: "false"
Essa sinalização altera o comportamento padrão para que os arquivos __init__.py não sejam mais criados automaticamente nos arquivos de execução dos destinos do Python. Exatamente, quando um destino py_binary ou py_test tem legacy_create_init definido como "auto" (o padrão), ele será tratado como falso somente se essa sinalização estiver definida. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/10076.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py2_outputs_are_suffixed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os destinos criados na configuração do Python 2 vão aparecer em uma raiz de saída que inclui o sufixo "-py2", enquanto os destinos criados para Python 3 vão aparecer em uma raiz sem sufixo relacionado ao Python. Isso significa que o link simbólico de conveniência `bazel-bin` apontará para destinos do Python 3 em vez do Python 2. Se você ativar esta opção, também será recomendado ativar "--incompatible_py3_is_default".
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py3_is_default padrão: "verdadeiro"
Se for verdadeiro, os destinos "py_binary" e "py_test" que não definirem o atributo "python_version" (ou "default_python_version") serão padronizados como PY3 em vez de PY2. Se você definir essa flag, também vai ser recomendado definir "--incompatible_py2_outputs_are_sufFixed".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_use_python_toolchains padrão: "verdadeiro"
Se definidas como "true", as regras executáveis do Python nativo usam o ambiente de execução do Python especificado pelo conjunto de ferramentas do Python, em vez do ambiente de execução fornecido por sinalizações legadas, como --python_top.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--python_version=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
O modo de versão principal do Python, "PY2" ou "PY3". Ele é substituído pelos destinos "py_binary" e "py_test", mesmo que não especifiquem explicitamente uma versão. Por isso, geralmente não há muitas razões para fornecer essa flag.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
Opções diversas não categorizadas:
--[no]cache_test_results [-t] padrão: "auto"
Se definido como "auto", o Bazel vai executar um teste novamente apenas se: (1) o Bazel detectar mudanças no teste ou nas dependências, (2) o teste for marcado como externo, (3) várias execuções de teste tiverem sido solicitadas com --runs_per_test ou(4) o teste tiver falhado anteriormente. Se definido como "yes", o Bazel armazenará todos os resultados de testes em cache, exceto aqueles marcados como externos. Se definido como "no", o Bazel não armazena os resultados de testes em cache.
--[no]experimental_cancel_concurrent_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Blaze vai cancelar os testes simultâneos na primeira execução. Isso só é útil em combinação com --runs_per_test_detects_flakes.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_fetch_all_coverage_outputs padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel busca todo o diretório de dados de cobertura para cada teste durante uma execução de cobertura.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_generate_llvm_lcov padrão: "false"
Se verdadeiro, a cobertura para o Clang vai gerar um relatório de LCOV.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_j2objc_header_map padrão: "verdadeiro"
Define se o mapa de cabeçalho J2ObjC será gerado em paralelo à transcompilação J2ObjC.
--[no]experimental_j2objc_shorter_header_path padrão: "false"
Define se precisa ser gerado com um caminho de cabeçalho mais curto (usa "_ios" em vez de "_j2objc").
Tags: affects_outputs
--experimental_java_classpath=<off, javabuilder or bazel> padrão: "javabuilder"
Ativa caminhos de classe reduzidos para compilações Java.
--[no]experimental_limit_android_lint_to_android_constrained_java padrão: "false"
Limitar --experimental_run_android_lint_on_java_rules a bibliotecas compatíveis com o Android.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_run_android_lint_on_java_rules padrão: "false"
Define se é necessário validar origens java_*.
Tags: affects_outputs
--[no]explicit_java_test_deps padrão: "false"
Especificar explicitamente uma dependência para JUnit ou Hamcrest em um java_test, em vez de obter acidentalmente das dependências do TestRunner. No momento, só funciona para o Bazel.
--host_java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java usada por ferramentas executadas durante um build.
--host_javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac ao criar ferramentas que são executadas durante um build.
--host_jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a VM Java ao criar ferramentas que são executadas durante o build. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--[no]incompatible_check_sharding_support padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel vai falhar em um teste fragmentado se o executor do teste não indicar que oferece suporte à fragmentação tocando no arquivo no caminho em TEST_SHARD_STATUS_FILE. Se for falso, um executor de testes que não oferece suporte a fragmentação fará com que todos os testes sejam executados em cada fragmento.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_exclusive_test_sandboxed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, testes exclusivos serão executados com a estratégia no modo sandbox. Adicione a tag "local" para forçar a execução local de um teste exclusivo
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_strict_action_env padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usa um ambiente com um valor estático para PATH e não herda LD_LIBRARY_PATH. Use --action_env=ENV_VARIABLE se quiser herdar variáveis de ambiente específicas do cliente, mas isso pode impedir o armazenamento em cache entre usuários se um cache compartilhado for usado.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--j2objc_translation_flags=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a ferramenta J2ObjC.
--java_debug
Faz com que a máquina virtual Java de um teste Java aguarde uma conexão de um depurador compatível com JDWP (como jdb) antes de iniciar o teste. Implica -test_output=streamed.
Expande-se para:
  --test_arg=--wrapper_script_flag=--debug
  --test_output=streamed
  --test_strategy=exclusive
  --test_timeout=9999
  --nocache_test_results
--[no]java_deps padrão: "verdadeiro"
Gera informações de dependência (por enquanto, caminho de classe do tempo de compilação) por destino Java.
--[no]java_header_compilation padrão: "verdadeiro"
Compile ijars diretamente da fonte.
--java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java
--java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java para usar na criação de binários do Java. Se esse flag estiver definido como a string vazia, o inicializador do JDK será usado. O atributo "launcher" modifica essa sinalização.
--java_runtime_version=<a string> padrão: "local_jdk"
A versão do ambiente de execução do Java
--javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac.
--jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a VM Java. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--legacy_main_dex_list_generator=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para gerar a lista de classes que precisam estar no dex principal ao compilar o multidex legado.
--optimizing_dexer=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para fazer a dexação sem fragmentação.
--plugin=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Plug-ins para usar no build. Atualmente funciona com java_plugin.
--proguard_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica qual versão do ProGuard usar para remoção de código ao criar um binário Java.
--proto_compiler=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:protoc"
O rótulo do proto-compilador.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_cc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:cc_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset(), que descreve como compilar protos em C++.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_j2objc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/j2objc:j2objc_proto_dataset"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos j2objc
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_java=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:java_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos Java.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_javalite=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:javalite_toolkit"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar .protos do JavaLite
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--protocopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador protobuf.
Tags: affects_outputs
--[no]runs_per_test_detects_flakes padrão: "false"
Se verdadeiro, qualquer fragmento em que pelo menos uma execução/tentativa passa e pelo menos uma execução/tentativa falha recebe um status FLAKY.
--shell_executable=<a path> padrão: consultar descrição
Caminho absoluto para o executável shell para uso pelo Bazel. Se a política não for definida, mas a variável de ambiente BAZEL_SH for definida na primeira invocação do Bazel (que inicia um servidor dele), o Bazel vai usá-la. Se nenhum deles for definido, o Bazel vai usar um caminho padrão codificado dependendo do sistema operacional em que é executado (Windows: c:/tools/msys64/usr/bin/bash.exe, FreeBSD: /usr/local/bin/bash, todos os outros: /bin/bash). Observe que o uso de um shell não compatível com bash pode levar a falhas de compilação ou de tempo de execução dos binários gerados.
Tags: loading_and_analysis
--test_arg=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica opções e argumentos adicionais que precisam ser transmitidos para o executável do teste. Pode ser usado várias vezes para especificar vários argumentos. Se vários testes forem executados, cada um deles vai receber argumentos idênticos. Usado apenas pelo comando "bazel test".
--test_filter=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um filtro para encaminhar ao framework de teste. Usado para limitar a execução de testes. Isso não afeta quais destinos são criados.
--test_result_expiration=<an integer> padrão: "-1"
Esta opção foi descontinuada e não tem efeito.
--[no]test_runner_fail_fast padrão: "false"
A opção de falha rápida encaminha para o executor de testes. O executor de testes deve interromper a execução após a primeira falha.
--test_sharding_strategy=<explicit, disabled or forced=k where k is the number of shards to enforce> padrão: "explícito"
Especifique a estratégia de fragmentação de testes: "explicit" para usar a fragmentação apenas se o atributo BUILD "shard_count" estiver presente. "desativado" para nunca usar a fragmentação de testes. "forced=k" para aplicar "k" a fragmentos "k" para testes, independente do atributo BUILD "shard_count".
--tool_java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java usada para executar as ferramentas necessárias durante um build
--tool_java_runtime_version=<a string> padrão: "remotejdk_11"
A versão do ambiente de execução do Java usada para executar ferramentas durante o build
--[no]use_ijars padrão: "verdadeiro"
Se ativada, essa opção faz com que a compilação Java use jars de interface. Isso resulta em uma compilação incremental mais rápida, mas as mensagens de erro podem ser diferentes.

Opções de build

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--[no]check_up_to_date padrão: "false"
Não execute o build, apenas verifique se ele está atualizado. Se todos os destinos estiverem atualizados, o build será concluído. Se alguma etapa precisar ser executada, um erro será informado e o build falhará.
Tags: execution
--dynamic_local_execution_delay=<an integer> padrão: "1000"
Quantos milissegundos a execução local precisa ser atrasada se a execução remota for mais rápida durante um build pelo menos uma vez?
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--dynamic_local_strategy=<a '[name=]value1[,..,valueN]' assignment> usos múltiplos são acumulados
As estratégias locais a serem usadas no mnemônico em questão, ou seja, a primeira estratégia aplicável é usada. Por exemplo, "worker,sandboxed" executa ações com suporte para workers persistentes usando a estratégia de worker e todas as outras que usam a estratégia em sandbox. Se nenhum mnemônico for fornecido, a lista de estratégias será usada como substituto de todas as mnemônicas. A lista de substituto padrão será "worker,sandboxed", ou "worker,sandboxed,individual", se "experimental_local_lockfree_output" estiver definido. Utiliza [mnemonic=]local_strategy[,local_strategy,...]
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--dynamic_remote_strategy=<a '[name=]value1[,..,valueN]' assignment> usos múltiplos são acumulados
As estratégias remotas, para serem usadas no mnemônico em questão, a primeira estratégia aplicável é usada. Se nenhum mnemônico for fornecido, a lista de estratégias será usada como substituto de todas as mnemônicas. A lista de fallback padrão é "remote". Portanto, essa flag geralmente não precisa ser definida explicitamente. Usa [mnemonic=]remote_strategy[,remote_strategy,...]
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--experimental_docker_image=<a string> padrão: ""
Especifique um nome de imagem do Docker (por exemplo, "ubuntu:latest") que precise ser usado para executar uma ação em sandbox ao usar a estratégia do docker. A ação em si ainda não tem um atributo de imagem de contêiner em "remote_execution_properties" na descrição da plataforma. O valor dessa flag é passado literalmente para "docker run" e, por isso, oferece suporte à mesma sintaxe e aos mesmos mecanismos do próprio Docker.
Tags: execution
--[no]experimental_docker_use_customized_images padrão: "verdadeiro"
Se ativado, injeta o uid e o gid do usuário atual na imagem do Docker antes de usá-la. Isso é necessário se o build / teste depender do usuário ter um nome e um diretório principal dentro do contêiner. Essa opção é ativada por padrão, mas é possível desativá-la caso o recurso de personalização automática de imagens não funcione no seu caso ou caso você saiba que não precisa dele.
Tags: execution
--[no]experimental_dynamic_exclude_tools padrão: "verdadeiro"
Quando definidos, os destinos que são criados "para a ferramenta" não estão sujeitos à execução dinâmica. É extremamente improvável que esses objetivos sejam criados de forma incremental e, portanto, não valha a pena gastar os ciclos locais.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--experimental_dynamic_local_load_factor=<a double> padrão: "0"
Controla a carga da execução dinâmica colocar na máquina local. Essa sinalização ajusta quantas ações na execução dinâmica serão agendadas simultaneamente. Ela é baseada no número de CPUs que Blaze acredita estar disponível, o que pode ser controlado com a flag --local_cpu_resources. Se esse flag for 0, todas as ações serão programadas localmente de imediato. Se maior que 0, a quantidade de ações programadas localmente será limitada pelo número de CPUs disponíveis. Se for menor que 1, o fator de carga será usado para reduzir o número de ações programadas localmente quando o número de ações aguardando a programação for alto. Isso diminui a carga na máquina local no caso de build limpo, já que a máquina local não contribui muito.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--experimental_dynamic_slow_remote_time=<An immutable length of time.> padrão: "0"
Se for maior que 0, o tempo em que uma ação executada dinamicamente precisará ser executada somente no modo remoto antes de priorizar a execução local para evitar tempos limite remotos. Isso pode ocultar alguns problemas no sistema de execução remota. Não ative essa opção sem monitorar problemas de execução remota.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_enable_docker_sandbox padrão: "false"
Ative o sandbox baseado no Docker. Essa opção não terá efeito se o Docker não estiver instalado.
Tags: execution
--experimental_sandbox_async_tree_delete_idle_threads=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> padrão: "4"
Se o valor for 0, exclua as árvores do sandbox assim que a ação for concluída, causando atrasos na conclusão da ação. Se for maior que zero, execute a exclusão desses três em um pool de linhas de execução assíncrono que tenha tamanho 1 quando o build estiver em execução e crescer para o tamanho especificado por essa flag quando o servidor estiver inativo.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--experimental_sandbox_memory_limit_mb=<an integer number of MBs, or "HOST_RAM", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "0"
Se maior que 0, cada sandbox do Linux vai ser limitado à quantidade de memória especificada (em MB). Requer cgroups v1 ou v2 e permissões para os usuários no diretório cgroups.
Tags: execution
--[no]experimental_shrink_worker_pool padrão: "false"
Se ativado, pode reduzir o pool de workers se a pressão da memória do worker for alta. Essa sinalização funciona somente quando o flag experimental_total_worker_memory_limit_mb está ativado.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_split_xml_generation padrão: "verdadeiro"
Se essa flag for definida e uma ação de teste não gerar um arquivo test.xml, o Bazel vai usar uma ação separada para gerar um arquivo test.xml fictício com o registro de teste. Caso contrário, o Bazel vai gerar um test.xml como parte da ação de teste.
Tags: execution
--experimental_total_worker_memory_limit_mb=<an integer number of MBs, or "HOST_RAM", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "0"
Se esse limite for maior que zero workers inativos, poderá ser eliminado se o uso total da memória de todos os workers exceder o limite.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_use_hermetic_linux_sandbox padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, não ative o root, monte apenas o que é fornecido com sandbox_add_mount_pair. Os arquivos de entrada serão vinculados ao sandbox em vez de links simbólicos ao sandbox. Se os arquivos de entrada de ação estiverem localizados em um sistema de arquivos diferente do sandbox, os arquivos de entrada serão copiados.
Tags: execution
--[no]experimental_use_semaphore_for_jobs padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, use também o parâmetro para limitar o número de jobs simultâneos.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]experimental_use_windows_sandbox padrão: "false"
Use o sandbox do Windows para executar ações. Se a resposta for "sim", o binário fornecido por --experimental_windows_sandbox_path deve ser válido e corresponder a uma versão suportada do sandboxfs. Se for "auto", o binário pode estar ausente ou ser incompatível.
Tags: execution
--experimental_windows_sandbox_path=<a string> padrão: "BazelSandbox.exe"
Caminho para o binário de sandbox do Windows a ser usado quando --experimental_use_windows_sandbox for verdadeiro. Se um nome não estiver presente, use o primeiro binário desse nome, encontrado no PATH.
Tags: execution
--experimental_worker_allowlist=<comma-separated set of options> padrão: consultar descrição
Se não estiver vazio, permita o uso apenas de workers persistentes com o mnemônico de chave de worker fornecido.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_worker_as_resource padrão: "verdadeiro"
O ambiente autônomo será removido em breve.
Tags: no_op
--[no]experimental_worker_cancellation padrão: "false"
Se ativado, o Bazel pode enviar solicitações de cancelamento para os workers compatíveis.
Tags: execution
--experimental_worker_memory_limit_mb=<an integer number of MBs, or "HOST_RAM", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "0"
Se esse limite for maior que zero, os workers poderão ser encerrados se o uso da memória do worker exceder o limite. Se não for usado com a execução dinâmica e "--experimental_dynamic_ignore_local_signals=9", o build pode causar falha.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--experimental_worker_metrics_poll_interval=<An immutable length of time.> padrão: "5s"
O intervalo entre a coleta de métricas do worker e uma possível tentativa de remoção. Não pode ser efetivamente menor que 1 segundo por motivos de desempenho.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_worker_multiplex_sandboxing padrão: "false"
Se ativado, os workers multiplex serão colocados no sandbox, usando um diretório de sandbox separado por solicitação de trabalho. Somente os workers que têm o requisito de execução "supports-multiplex-sandboxing" serão colocados no sandbox.
Tags: execution
--[no]experimental_worker_sandbox_hardening padrão: "false"
Se ativado, os workers serão executados em um sandbox reforçado, se a implementação permitir.
Tags: execution
--[no]experimental_worker_strict_flagfiles padrão: "false"
Se ativados, os argumentos de ações para workers que não seguem a especificação do worker causarão um erro. Os argumentos de worker precisam ter exatamente um argumento @flagfile como o último da lista de argumentos.
Tags: execution
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--genrule_strategy=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifique como executar regras gerais. Essa sinalização será eliminada. Use --spawn_strategy=<value> para controlar todas as ações ou --strategy=Genrule=<value> apenas para controlar as regras gerais.
Tags: execution
--high_priority_workers=<a string> usos múltiplos são acumulados
O ambiente autônomo será removido em breve.
Tags: execution
Se definido como verdadeiro, os links simbólicos enviados a um cache remoto ou de disco poderão ser suspensos.
Tags: execution, incompatible_change
Se definido como verdadeiro, o Bazel sempre fará upload de links simbólicos como esses para um cache remoto ou de disco. Caso contrário, os links simbólicos relativos que não estão suspensos (e apenas aqueles) serão enviados como o arquivo ou diretório para os quais apontam.
Tags: execution, incompatible_change
--[no]incompatible_sandbox_hermetic_tmp padrão: "verdadeiro"
Se definida como verdadeira, cada sandbox do Linux terá o próprio diretório vazio dedicado, montado como /tmp, em vez de compartilhar /tmp com o sistema de arquivos do host. Use --sandbox_add_mount_pair=/tmp para continuar vendo o /tmp do host em todas as sandboxes.
Tags: execution
--[no]internal_spawn_scheduler padrão: "false"
Opção de marcador de posição para informar no Blaze se o programador de spawn foi ativado.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--jobs=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> [-j] padrão: "auto"
O número de jobs simultâneos a serem executados. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". Os valores precisam estar entre 1 e 5.000. Valores acima de 2500 podem causar problemas de memória. "auto" calcula um padrão razoável com base nos recursos do host.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]keep_going [-k] padrão: "falso"
Continue o máximo possível após um erro. Embora o destino que falhou e aqueles que dependem dele não possam ser analisados, outros pré-requisitos desses destinos podem ser.
Tags: eagerness_to_exit
--loading_phase_threads=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> padrão: "auto"
Número de linhas de execução paralelas a serem usadas na fase de carregamento/análise.Usa um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo. "auto", "HOST_CPUS*.5". "auto" define um padrão razoável com base nos recursos do host. Precisa ser pelo menos 1.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]reuse_sandbox_directories padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, os diretórios usados pela execução que não são de workers no sandbox poderão ser reutilizados para evitar custos desnecessários de configuração.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--sandbox_base=<a string> padrão: ""
Permite que o sandbox crie diretórios de sandbox abaixo desse caminho. Especifique um caminho em tmpfs (como /run/shm) para melhorar muito o desempenho quando seu build / teste tiver muitos arquivos de entrada. Observação: é preciso ter RAM suficiente e espaço livre no tmpfs para conter os arquivos intermediários e de saída gerados pela execução de ações.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]sandbox_explicit_pseudoterminal padrão: "false"
Ativar explicitamente a criação de pseudoterminais para ações em sandbox. Algumas distribuições do Linux exigem a configuração do ID de grupo do processo como "tty" dentro do sandbox para que os pseudoterminais funcionem. Se isso estiver causando problemas, essa sinalização pode ser desativada para permitir o uso de outros grupos.
Tags: execution
--sandbox_tmpfs_path=<an absolute path> usos múltiplos são acumulados
Para ações no sandbox, monte um diretório vazio e gravável nesse caminho absoluto (se compatível com a implementação do sandbox, caso contrário, é ignorado).
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]skip_incompatible_explicit_targets padrão: "false"
Ignorar destinos incompatíveis que estão explicitamente listados na linha de comando. Por padrão, a criação desses destinos resulta em um erro, mas eles são ignorados silenciosamente quando essa opção está ativada. Acesse: https://bazel.build/extending/platforms#skipping-incompatible-targets
Tags: loading_and_analysis
--spawn_strategy=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica como as ações de spawn são executadas por padrão. Aceita uma lista de estratégias separada por vírgulas da prioridade mais alta para a mais baixa. Para cada ação, o Bazel escolhe a estratégia com maior prioridade para executar a ação. O valor padrão é "remote,worker,sandboxed,local". Confira mais detalhes em https://blog.bazel.build/2019/06/19/list-strategy.html.
Tags: execution
--strategy=<a '[name=]value1[,..,valueN]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifica como distribuir a compilação de outras ações de geração. Aceita uma lista de estratégias separada por vírgulas da prioridade mais alta para a mais baixa. Para cada ação, o Bazel escolhe a estratégia com maior prioridade para executar a ação. O valor padrão é "remote,worker,sandboxed,local". Esse flag substitui os valores definidos por --spawn_strategy (e --genrule_strategy se usado com Genrule mnemônico). Confira mais detalhes em https://blog.bazel.build/2019/06/19/list-strategy.html.
Tags: execution
--strategy_regexp=<a '<RegexFilter>=value[,value]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Substitui qual estratégia de spawn precisa ser usada para executar ações de geração com descrições correspondentes a um determinado regex_filter. Consulte --per_file_copt para mais detalhes sobre a correspondência de onregex_filter. O último regex_filter que corresponde à descrição será usado. Esta opção substitui outras sinalizações para especificar a estratégia. Exemplo: --strategy_regexp=//foo.*\.cc,-//foo/bar=local significa executar ações usando a estratégia local se as descrições corresponderem a //foo.*.cc, mas não a //foo/bar. Exemplo: --strategy_regexp='Compiling.*/bar=local --strategy_regexp=Compiling=sandboxed vai executar "Compiling //foo/bar/baz" com a estratégia "local", mas inverter a ordem a executaria com "sandbox".
Tags: execution
--worker_extra_flag=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Sinalizações de comando extras que serão transmitidas para processos de worker, além de --persistent_worker, codificada por mnemônico (por exemplo, --worker_extra_flag=Javac=--debug.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--worker_max_instances=<[name=]value, where value is an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> usos múltiplos são acumulados
Quantas instâncias de cada tipo de worker persistente podem ser iniciadas se você usar a estratégia "worker". Pode ser especificado como [name=value] para atribuir um valor diferente para cada mnemônico. O limite é baseado em chaves de worker, que são diferenciadas com base em mnemônicos, mas também em flags de inicialização e ambiente. Portanto, em alguns casos, pode haver mais workers por mnemônico do que essa flag especifica. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". "auto" calcula um padrão razoável com base na capacidade da máquina. "=value" define um padrão para mnemônicas não especificadas.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--worker_max_multiplex_instances=<[name=]value, where value is an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> usos múltiplos são acumulados
Quantos WorkRequests um processo de worker multiplex pode receber em paralelo se você usar a estratégia "worker" com --worker_multiplex. Pode ser especificado como [name=value] para atribuir um valor diferente para cada mnemônico. O limite é baseado em chaves de worker, que são diferenciadas com base em mnemônicos, mas também em flags de inicialização e ambiente. Portanto, em alguns casos, pode haver mais workers por mnemônico do que essa flag especifica. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". "auto" calcula um padrão razoável com base na capacidade da máquina. "=value" define um padrão para mnemônicas não especificadas.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]worker_multiplex padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os workers usarão a multiplexação se forem compatíveis.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]worker_quit_after_build padrão: "false"
Se ativado, todos os workers são encerrados após a conclusão de uma compilação.
Tags: execution, host_machine_resource_optimizations
--[no]worker_sandboxing padrão: "false"
Se ativado, os workers serão executados em um ambiente em sandbox.
Tags: execution
--[no]worker_verbose padrão: "false"
Se ativada, mostra mensagens detalhadas quando os workers são iniciados, desligados...
Opções que configuram o conjunto de ferramentas usado para execução da ação:
--target_platform_fallback=<a string> padrão: ""
Esta opção foi descontinuada e não tem efeito.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]build padrão: "verdadeiro"
Execute o build. Esse é o comportamento normal. Especificar --nobuild faz com que o build pare antes de executar as ações de compilação, retornando zero se as fases de carregamento e análise de pacote forem concluídas com êxito. Esse modo é útil para testar essas fases.
Tags: execution, affects_outputs
--[no]experimental_use_validation_aspect padrão: "false"
Define se é necessário executar ações de validação usando o aspecto (para paralelismo com testes).
Tags: execution, affects_outputs
--output_groups=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Uma lista de nomes de grupos de saída separados por vírgulas, com um prefixo + ou -. Um grupo prefixado por + é adicionado ao conjunto padrão de grupos de saída, enquanto um grupo prefixado por - é removido do conjunto padrão. Se pelo menos um grupo não tiver prefixo, o conjunto padrão de grupos de saída será omitido. Por exemplo, --output_groups=+foo,+bar constrói a união do conjunto padrão, foo e bar, enquanto --output_groups=foo, bar modifica o conjunto padrão,de modo que apenas foo e bar são construídos.
Tags: execution, affects_outputs
--[no]run_validations padrão: "verdadeiro"
Define se serão executadas ações de validação como parte do build. Consulte https://bazel.build/extending/rules#validation_actions
Tags: execution, affects_outputs
Opções que permitem ao usuário configurar a saída pretendida, afetando o valor dela em vez da existência:
--aspects=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas dos aspectos a serem aplicados aos destinos de nível superior. Na lista, se o aspecto some_aspect especificar os provedores de aspecto obrigatórios por required_aspect_providers, some_aspect será executado depois de todos os aspectos mencionados na lista, cujos provedores anunciados satisfaçam os requisitos de alguns_aspect necessários. Além disso, some_aspect será executado depois de todos os aspectos obrigatórios especificados por required attribute. Assim, some_aspect terá acesso aos valores dos provedores desses aspectos. <bzl-file-label>%<aspect_name>, por exemplo "//tools:my_def.bzl%my_aspect", em que "my_aspect" é um valor de nível superior de um arquivo tools/my_def.bzl
--bep_maximum_open_remote_upload_files=<an integer> padrão: "-1"
Número máximo de arquivos abertos permitidos durante o upload de artefatos do BEP.
Tags: affects_outputs
Essa sinalização controla como os links simbólicos de conveniência (aqueles que aparecem no espaço de trabalho após o build) serão gerenciados. Valores possíveis: normal (padrão): cada tipo de link simbólico de conveniência será criado ou excluído, conforme determinado pelo build. clean: todos os links simbólicos serão excluídos incondicionalmente. ignorar: os links simbólicos serão mantidos sozinhos. log_only: gera mensagens de registro como se 'normal' tivesse sido transmitido, mas não execute nenhuma operação do sistema de arquivos (útil para ferramentas). Observe que somente links simbólicos cujos nomes são gerados pelo valor atual de --symlink_prefix podem ser afetados. Se o prefixo mudar, todos os links simbólicos preexistentes serão deixados sozinhos.
Tags: affects_outputs
Essa flag controla se vamos postar o eventConvenienceSymlinksIdentified de build no BuildEvent Protocol. Se o valor for "true", o BuildEvent Protocol terá uma entrada para conveniênciaSymlinksIdentified, listando todos os links simbólicos de conveniência criados no seu espaço de trabalho. Se for falso, a entrada AdvantageSymlinksIdentified no BuildEvent Protocol estará vazia.
Tags: affects_outputs
--remote_download_all
Faz o download de todas as saídas remotas para a máquina local. Esse flag é um alias para --remote_download_outputs=all.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=all

Tags: affects_outputs
--remote_download_minimal
Não faz o download de saídas de compilação remotas na máquina local. Esse flag é um alias de --remote_download_outputs=minimal.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=minimal

Tags: affects_outputs
--remote_download_outputs=<all, minimal or toplevel> padrão: "toplevel"
Se definida como "mínima", não faz o download de saídas de build remotas para a máquina local, exceto as exigidas por ações locais. Se definido como "toplevel", o comportamento será de "minimal", exceto pelo fato de também fazer o download das saídas dos destinos de nível superior para a máquina local. As duas opções poderão reduzir significativamente os tempos de build se a largura de banda da rede for um gargalo.
Tags: affects_outputs
Em vez de fazer o download de saídas de build remotas para a máquina local, crie links simbólicos. O destino dos links simbólicos pode ser especificado na forma de uma string de modelo. Essa string de modelo pode conter {hash} e {size_bytes} que se expandem para o hash do objeto e o tamanho em bytes, respectivamente. Esses links simbólicos podem, por exemplo, apontar para um sistema de arquivos FUSE que carrega objetos do CAS sob demanda.
Tags: affects_outputs
--remote_download_toplevel
Faz o download apenas de saídas remotas de destinos de nível superior para a máquina local. Esse flag é um alias de --remote_download_outputs=toplevel.
Expande-se para:
  --remote_download_outputs=toplevel

Tags: affects_outputs
O prefixo anexado a qualquer um dos links simbólicos de conveniência criados após um build. Se omitido, o valor padrão será o nome da ferramenta de build seguido por um hífen. Se "/" for transmitido, nenhum link simbólico será criado e nenhum aviso será emitido. Aviso: a funcionalidade especial para "/" será descontinuada em breve. Em vez dela, use --experimental_convenience_symlinks=ignore.
Tags: affects_outputs
Opções que afetam como o Bazel aplica entradas de build válidas (definições de regras, combinações de flags etc.):
--[no]experimental_docker_privileged padrão: "false"
Se ativado, o Bazel passará a flag --privileged para "docker run" ao executar ações. Isso pode ser necessário para o build, mas também pode resultar em hermética reduzida.
Tags: execution
Ambiente autônomo
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]incompatible_legacy_local_fallback padrão: "false"
Se definida como verdadeira, ativa o substituto implícito legado do sandbox para a estratégia local. Por padrão, esse flag se torna falso e depois se torna um ambiente autônomo. Em vez disso, use --strategy, --spawn_strategy ou --dynamic_local_strategy para configurar os fallbacks.
Tags: execution, incompatible_change
--sandbox_add_mount_pair=<a single path or a 'source:target' pair> usos múltiplos são acumulados
Adicione outro par de caminhos a serem montados no sandbox.
Tags: execution
--sandbox_block_path=<a string> usos múltiplos são acumulados
Para ações no modo sandbox, bloqueie o acesso a esse caminho.
Tags: execution
--[no]sandbox_default_allow_network padrão: "verdadeiro"
Permitir acesso à rede por padrão para ações. Talvez isso não funcione com todas as implementações de sandbox.
Tags: execution
--[no]sandbox_fake_hostname padrão: "false"
Mude o nome do host atual para "localhost" para ações no sandbox.
Tags: execution
--[no]sandbox_fake_username padrão: "false"
Mude o nome de usuário atual para "ninguém" nas ações no sandbox.
Tags: execution
--sandbox_writable_path=<a string> usos múltiplos são acumulados
Para ações no sandbox, torne um diretório existente gravável no sandbox (se compatível com a implementação do sandbox, pode ser ignorado caso contrário).
Tags: execution
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE.
--[no]incompatible_config_setting_private_default_visibility padrão: "false"
Se incompatible_enforce_config_setting_visibilidade=false, isso é um ambiente autônomo. Caso contrário, se o flag for falso, qualquer config_setting sem um atributo de visibilidade explícito será //Visibility:public. Se essa sinalização for verdadeira, config_setting vai seguir a mesma lógica de visibilidade de todas as outras regras. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12933.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enforce_config_setting_visibility padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, aplique restrições de visibilidade config_setting. Se for falso, todos os config_setting serão visíveis para todos os destinos. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12932.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções que regem o comportamento do ambiente ou do executor de testes:
--[no]check_tests_up_to_date padrão: "false"
Não execute testes, apenas verifique se eles estão atualizados. Se todos os resultados estiverem atualizados, o teste será concluído com sucesso. Se for necessário criar ou executar um teste, um erro será informado e o teste falhará. Essa opção implica o comportamento --check_up_to_date.
Tags: execution
--flaky_test_attempts=<a positive integer, the string "default", or test_regex@attempts. This flag may be passed more than once> usos múltiplos são acumulados
Cada teste é repetido até o número especificado de vezes em caso de falha. Os testes que precisaram de mais de uma tentativa de aprovação são marcados como "FLAKY" no resumo. Normalmente, o valor especificado é apenas um número inteiro ou a string "padrão". Se for um número inteiro, todos os testes serão executados até N vezes. Se for "default", será feita apenas uma única tentativa de teste para testes regulares e três para testes marcados explicitamente como instáveis pela regra (atributo "flaky=1"). Sintaxe alternativa: regex_filter@flaky_test_attempts. Em que flaky_test_attempts é como o exemplo acima e regex_filter representa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --runs_per_test). Exemplo: --flaky_test_attempts=//foo/.*,-//foo/bar/.*@3 limpa todos os testes em //foo/, exceto aqueles em foo/bar três vezes. Essa opção pode ser enviada várias vezes. O argumento transmitido mais recentemente que corresponde tem prioridade. Se nada corresponder, o comportamento será como se fosse "default" (padrão).
Tags: execution
--local_test_jobs=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> padrão: "auto"
O número máximo de jobs de teste locais a serem executados simultaneamente. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". 0 significa que os recursos locais vão limitar o número de jobs de teste locais a serem executados simultaneamente. Configurar esse valor como "--jobs" não é eficaz.
Tags: execution
--[no]test_keep_going padrão: "verdadeiro"
Quando desativada, qualquer teste que não seja aprovado fará com que todo o build seja interrompido. Por padrão, todos os testes são executados, mesmo se alguns não forem aprovados.
Tags: execution
--test_strategy=<a string> padrão: ""
Especifica qual estratégia usar ao executar testes.
Tags: execution
--test_tmpdir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório temporário de base para o "bazel test" a ser usado.
Opções relacionadas à saída e à semântica da consulta:
--[no]experimental_parallel_aquery_output padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--cache_computed_file_digests=<a long integer> padrão: "50000"
Se for maior que 0, configura o Bazel para armazenar resumos de arquivos em cache na memória com base nos metadados deles, em vez de recalcular os resumos do disco sempre que forem necessários. Definir como 0 garante a correção, porque nem todas as mudanças podem ser observadas nos metadados do arquivo. Quando não for 0, o número indica o tamanho do cache como o número de resumos de arquivos a serem armazenados.
--experimental_dynamic_ignore_local_signals=<a comma-separated list of signal numbers> padrão: consultar descrição
Utiliza uma lista de números de indicadores do SO. Se uma ramificação local de execução dinâmica for eliminada com qualquer um desses sinais, a ramificação remota poderá ser finalizada em vez disso. Para workers persistentes, isso afeta apenas os sinais que encerram o processo do worker.
Tags: execution
--[no]experimental_enable_skyfocus padrão: "false"
Se verdadeiro, permite o uso de --experimental_working_set para reduzir o consumo de memória do Bazel em builds incrementais. Esse recurso é conhecido como Skyfocus.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--experimental_working_set=<comma-separated list of options> padrão: ""
O conjunto de trabalho do Skyfocus. Especifique como caminhos relativos à raiz do espaço de trabalho separados por vírgulas. Esta é uma flag com estado. Ao definir um conjunto de trabalho, ele é mantido para invocações subsequentes, até que ele seja redefinido com um novo conjunto.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_cpu_resources=<an integer, or "HOST_CPUS", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "HOST_CPUS"
Defina explicitamente o número total de núcleos de CPU local disponíveis para o Bazel gastar em ações de build executadas localmente. Toma um número inteiro, ou "HOST_CPUS", opcionalmente seguido por [-|*]<float> (por exemplo, HOST_CPUS*.5 para usar metade dos núcleos de CPU disponíveis). Por padrão, ("HOST_CPUS"), o Bazel vai consultar a configuração do sistema para estimar o número de núcleos de CPU disponíveis.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_extra_resources=<a named float, 'name=value'> usos múltiplos são acumulados
Define o número de recursos extras disponíveis para o Bazel. Usa um par flutuante de string. Pode ser usado várias vezes para especificar vários tipos de recursos extras. O Bazel limita as ações em execução simultânea com base nos recursos extras disponíveis e nos recursos extras necessários. Os testes podem declarar a quantidade de recursos extras necessários usando uma tag no formato "resources:<resoucename>:<amount>". A CPU, a RAM e os recursos disponíveis não podem ser definidos com esse flag.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_ram_resources=<an integer number of MBs, or "HOST_RAM", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "HOST_RAM*.67"
Defina explicitamente a quantidade total de RAM do host local (em MB) disponível para o Bazel gastar em ações de build executadas localmente. Toma um número inteiro, ou "HOST_RAM", opcionalmente seguido por [-|*]<float> (por exemplo, HOST_RAM*.5 para usar metade da RAM disponível). Por padrão, ("HOST_RAM*.67"), o Bazel consultará a configuração do sistema para estimar a quantidade de RAM disponível e usará 67% dela.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_resources=<a named double, 'name=value', where value is an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> usos múltiplos são acumulados
Define o número de recursos disponíveis para o Bazel. Faz uma atribuição para um ponto flutuante ou HOST_RAM/HOST_CPUS, opcionalmente seguido de [-|*]<float> (por exemplo, Memorystore=HOST_RAM*.5 para usar metade da RAM disponível). Pode ser usado várias vezes para especificar vários tipos de recursos. O Bazel limita as ações em execução simultânea com base nos recursos disponíveis e nos recursos necessários. Os testes podem declarar a quantidade de recursos necessários usando uma tag no formato "resources:<resource name>:<amount>". Modifica os recursos especificados por --local_{cpu|ram|extra}_resources.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--build_event_upload_max_retries=<an integer> padrão: "4"
O número máximo de vezes que o Bazel precisa tentar fazer o upload de um evento de build novamente.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]debug_spawn_scheduler padrão: "false"
--[no]experimental_bep_target_summary padrão: "false"
Define se é necessário publicar eventos TargetSummary.
--[no]experimental_build_event_expand_filesets padrão: "false"
Se verdadeiro, expanda os conjuntos de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída.
Tags: affects_outputs
Se verdadeiro, resolve totalmente os links simbólicos relativos do conjunto de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída. Requer --experimental_build_event_expand_filesets.
Tags: affects_outputs
--experimental_build_event_upload_retry_minimum_delay=<An immutable length of time.> padrão: "1s"
Atraso mínimo inicial para novas tentativas de espera exponencial quando o upload do BEP falha. (expoente: 1,6)
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_build_event_upload_strategy=<a string> padrão: consultar descrição
Seleciona como fazer upload dos artefatos referenciados no protocolo de evento de build.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_collect_local_sandbox_action_metrics padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo descontinuado
Tags: execution
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_docker_verbose padrão: "false"
Se ativada, o Bazel vai mostrar mensagens mais detalhadas sobre a estratégia de sandbox do Docker.
Tags: execution
--[no]experimental_materialize_param_files_directly padrão: "false"
Para materializar arquivos de parâmetro, faça isso com gravações diretas no disco.
Tags: execution
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
--experimental_repository_resolved_file=<a string> padrão: ""
Se o valor não estiver vazio, escreva um valor do Starlark com as informações resolvidas de todas as regras do repositório Starlark que foram executadas.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_run_bep_event_include_residue padrão: "false"
Define se o resíduo da linha de comando será incluído nos eventos de build de execução que podem conter o resíduo. Por padrão, o resíduo não é incluído nos eventos de build do comando de execução que podem conter o resíduo.
Tags: affects_outputs
--experimental_skyfocus_dump_keys=<none, count or verbose> padrão: "nenhum"
Para depurar o Skyfocus. Despeja as SkyKeys em foco (raízes, folhas, dependências em foco, rdeps focados).
Tags: terminal_output
--[no]experimental_skyfocus_dump_post_gc_stats padrão: "false"
Para depurar o Skyfocus. Se ativado, acione a GC manual antes/depois de focar para informar reduções de tamanho de heap. Isso vai aumentar a latência do Skyfocus.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_stream_log_file_uploads padrão: "false"
Fazer streaming dos uploads de arquivos de registro diretamente para o armazenamento remoto em vez de gravá-los no disco.
Tags: affects_outputs
--explain=<a path> padrão: consultar descrição
Faz com que o sistema de build explique cada etapa executada do build. A explicação é gravada no arquivo de registro especificado.
Tags: affects_outputs
--[no]ignore_unsupported_sandboxing padrão: "false"
Não mostrar um aviso quando a execução em sandbox não for compatível com este sistema.
Tags: terminal_output
--[no]legacy_important_outputs padrão: "verdadeiro"
Use essa opção para suprimir a geração do campo "important_outputs" legado no evento TargetComplete. "important_outputs" é necessário para a integração do Bazel com o ResultStore.
Tags: affects_outputs
--[no]materialize_param_files padrão: "false"
Grava arquivos de parâmetros intermediários na árvore de saída, mesmo ao usar a execução de ação remota. Útil ao depurar ações. Isso está implícito por --subcommands e --Details_Failures.
Tags: execution
--max_config_changes_to_show=<an integer> padrão: "3"
Ao descartar o cache de análise devido a uma mudança nas opções de build, os nomes de opções alterados são mostrados até o número determinado. Se o número fornecido for -1, todas as opções alteradas serão exibidas.
Tags: terminal_output
--max_test_output_bytes=<an integer> padrão: "-1"
Especifica o tamanho máximo de registro por teste que pode ser emitido quando --test_output é "errors" ou "all". Útil para evitar sobrecarregar a saída com uma saída de teste excessivamente ruidosa. O cabeçalho do teste é incluído no tamanho do registro. Valores negativos não implicam limite. A saída é tudo ou nada.
Tags: test_runner, terminal_output, execution
--output_filter=<a valid Java regular expression> padrão: consultar descrição
Mostra apenas avisos e saídas de ação para regras com um nome correspondente à expressão regular fornecida.
Tags: affects_outputs
--progress_report_interval=<an integer in 0-3600 range> padrão: "0"
O número de segundos para aguardar entre relatórios sobre jobs ainda em execução. O valor padrão 0 significa que o primeiro relatório será mostrado após 10 segundos, depois 30 segundos e, após esse progresso, será relatado uma vez por minuto. Quando --curses é ativado, o progresso é relatado a cada segundo.
Tags: affects_outputs
--remote_print_execution_messages=<failure, success or all> padrão: "falha"
Escolha quando imprimir mensagens de execução remota. Os valores válidos são `falha`, para imprimir somente em caso de falha, `sucesso` para imprimir somente com êxitos, e `all` para imprimir sempre.
Tags: terminal_output
--[no]sandbox_debug padrão: "false"
Ativa recursos de depuração para o recurso de sandbox. Isso inclui duas coisas: primeiro, o conteúdo da raiz da sandbox é mantido intacto após uma compilação e, segundo, exibe informações de depuração extras na execução. Isso pode ajudar os desenvolvedores de regras do Bazel ou Starlark com falhas de depuração devido à ausência de arquivos de entrada etc.
Tags: terminal_output
--show_result=<an integer> padrão: "1"
Mostra os resultados do build. Para cada destino, indique se ele foi atualizado ou não e, em caso afirmativo, uma lista dos arquivos de saída que foram criados. Os arquivos impressos são strings convenientes para copiar+colar no shell e executá-los. Essa opção requer um argumento inteiro, que é o número limite de destinos acima do qual as informações do resultado não são impressas. Assim, o zero causa a supressão da mensagem e MAX_INT faz com que a impressão do resultado sempre ocorra. O padrão é um. Se nada foi criado para um destino, seus resultados podem ser omitidos para manter a saída abaixo do limite.
Tags: affects_outputs
--[no]subcommands [-s] padrão: "falso"
Exibe os subcomandos executados durante uma compilação. Sinalizações relacionadas: --execution_log_json_file, --execution_log_binary_file (para registrar subcomandos em um arquivo em um formato compatível com ferramentas).
Tags: terminal_output
--test_output=<summary, errors, all or streamed> padrão: "resumo"
Especifica o modo de saída desejado. Os valores válidos são "summary" para gerar apenas o resumo do status de teste, "errors" para imprimir registros de testes com falha, "all" para imprimir registros de todos os testes e "stream" para gerar registros de todos os testes em tempo real. Isso forçará a execução dos testes localmente, um de cada vez, independentemente do valor de --test_strategy.
Tags: test_runner, terminal_output, execution
--test_summary=<short, terse, detailed, none or testcase> padrão: "curta"
Especifica o formato desejado para o resumo do teste. Os valores válidos são "curto" para imprimir informações apenas sobre os testes executados, "terse", para imprimir informações apenas sobre testes mal-sucedidos que foram executados, "detalhado" para imprimir informações detalhadas sobre casos de teste com falha, "caso de teste" para imprimir um resumo na resolução de casos de teste, não imprime informações detalhadas sobre casos de teste com falha e "nenhum" para omitir o resumo.
Tags: terminal_output
--[no]verbose_explanations padrão: "false"
Aumenta o nível de detalhes das explicações emitidas se --explain estiver ativado. Não terá efeito se --explain não estiver ativado.
Tags: affects_outputs
--[no]verbose_failures padrão: "false"
Se um comando falhar, imprima a linha de comando completa.
Tags: terminal_output
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--aspects_parameters=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifica os valores dos parâmetros de aspectos da linha de comando. Cada valor de parâmetro é especificado por meio de <param_name>=<param_value>, por exemplo, "my_param=my_val", em que "my_param" é um parâmetro de algum aspecto em --aspects list ou é obrigatório por um aspecto na lista. Essa opção pode ser usada várias vezes. No entanto, não é permitido atribuir valores ao mesmo parâmetro mais de uma vez.
Tags: loading_and_analysis
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
--target_pattern_file=<a string> padrão: ""
Se definido, o build vai ler padrões do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. É um erro especificar um arquivo aqui, assim como padrões de linha de comando.
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_circuit_breaker_strategy=<failure> padrão: consultar descrição
Especifica a estratégia a ser usada pelo disjuntor. As estratégias disponíveis são "falha". Em um valor inválido para a opção, o comportamento é o mesmo que a opção não está definida.
Tags: execution
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--[no]experimental_guard_against_concurrent_changes padrão: "false"
Desative essa opção para desativar a verificação do tempo dos arquivos de entrada de uma ação antes de fazer upload para um cache remoto. Pode haver casos em que o kernel do Linux atrasa a gravação de arquivos, o que pode causar falsos positivos.
--[no]experimental_remote_cache_async padrão: "false"
Se verdadeira, a E/S do cache remoto vai ocorrer em segundo plano, e não como parte de um spawn.
--experimental_remote_cache_compression_threshold=<an integer> padrão: "0"
O tamanho mínimo de blob necessário para compactar/descompactar com zstd. É ineficaz, a menos que --remote_cache_compression esteja definido.
--experimental_remote_cache_eviction_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de novas tentativas se o build encontrar um erro de remoção de cache remoto. Um valor diferente de zero será definido implicitamente "--incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs" como verdadeiro. Um novo ID de invocação será gerado para cada tentativa. Se você gerar um código de invocação e fornecê-lo ao Bazel com --invocation_id, não use essa sinalização. Em vez disso, defina a flag --incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs e procure o código de saída 39.
Tags: execution
--[no]experimental_remote_cache_lease_extension padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, o Bazel estenderá a concessão para saídas de ações remotas durante a compilação enviando chamadas "FindMissingBlobs" periodicamente para o cache remoto. A frequência é baseada no valor de "--experimental_remote_cache_ttl".
--experimental_remote_cache_ttl=<An immutable length of time.> padrão: "3h"
O TTL mínimo garantido de blobs no cache remoto após os resumos são referenciados recentemente, por exemplo, por um ActionResult ou FindMissingBlobs. O Bazel faz várias otimizações com base no TTL dos blobs, por exemplo, não chama GetActionResult repetidamente em uma compilação incremental. O valor deve ser definido um pouco menor que o TTL real, já que há um intervalo entre o momento em que o servidor retorna os resumos e quando o Bazel os recebe.
Tags: execution
--experimental_remote_capture_corrupted_outputs=<a path> padrão: consultar descrição
Um caminho para um diretório em que as saídas corrompidas serão capturadas.
--[no]experimental_remote_discard_merkle_trees padrão: "verdadeiro"
Se definida como verdadeira, descarta cópias na memória da árvore de Merkle da raiz de entrada e mapeamentos de entrada associados durante chamadas para GetActionResult() e Execute(). Isso reduz significativamente o uso da memória, mas exige que o Bazel as recompute em caso de ausências e novas tentativas do cache remoto.
--experimental_remote_downloader=<a string> padrão: consultar descrição
Um URI de endpoint da API do recurso remoto, para ser usado como um proxy de download remoto. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Acesse: https://github.com/bazelbuild/remote-apis/blob/master/build/bazel/remote/asset/v1/remote_asset.proto
--[no]experimental_remote_downloader_local_fallback padrão: "false"
Se é necessário recorrer ao downloader local se o downloader remoto falhar.
--[no]experimental_remote_execution_keepalive padrão: "false"
Define se é necessário usar sinal de atividade para chamadas de execução remota.
--experimental_remote_failure_rate_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "10"
Define o número permitido de taxa de falha em porcentagem para uma janela de tempo específica. Depois disso, a chamada para o cache/executor remoto é interrompida. Por padrão, o valor é 10. Definir como 0 significa que não há limitação.
Tags: execution
--experimental_remote_failure_window_interval=<An immutable length of time.> padrão: "60s"
O intervalo em que a taxa de falha das solicitações remotas é calculada. Em valores zero ou negativos, a duração da falha é calculada para toda a duração da execução.As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
Tags: execution
--[no]experimental_remote_mark_tool_inputs padrão: "false"
Se definida como verdadeira, o Bazel marcará as entradas como entradas de ferramenta para o executor remoto. Isso pode ser usado para implementar workers persistentes remotos.
--[no]experimental_remote_merkle_tree_cache padrão: "false"
Se definida como verdadeira, os cálculos de árvore de Merkle serão memorizados para melhorar a velocidade de verificação de ocorrências em cache remoto. A impressão da memória do cache é controlada por --experimental_remote_merkle_tree_cache_size.
--experimental_remote_merkle_tree_cache_size=<a long integer> padrão: "1000"
O número de árvores de Merkle que serão memorizadas para melhorar a velocidade de verificação de ocorrências em cache remoto. Mesmo que o cache seja automaticamente reduzido de acordo com o tratamento de referências flexíveis do Java, erros de falta de memória poderão ocorrer se forem definidos com valores muito altos. Se definido como 0, o tamanho do cache será ilimitado. O valor ideal varia de acordo com o tamanho do projeto. O padrão é 1.000.
--experimental_remote_output_service=<a string> padrão: consultar descrição
HOST ou HOST:PORT de um endpoint do serviço de saída remota. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique o esquema grpc:// ou unix: para desativar o TLS.
--experimental_remote_output_service_output_path_prefix=<a string> padrão: ""
O caminho em que o conteúdo dos diretórios de saída gerenciados por --experimental_remote_output_service é colocado. O diretório de saída real usado por uma versão será um descendente desse caminho e será determinado pelo serviço de saída.
--[no]experimental_remote_require_cached padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, exija que todas as ações que podem ser executadas remotamente sejam armazenadas em cache. Caso contrário, o build falha. Isso é útil para solucionar problemas de não determinismo, porque permite verificar se as ações que precisam ser armazenadas em cache são realmente armazenadas sem injetar novos resultados no cache.
--experimental_remote_scrubbing_config=<Converts to a Scrubber> padrão: consultar descrição
Ativa o refinamento da chave de cache remoto com o arquivo de configuração fornecido, que precisa ser um buffer de protocolo no formato de texto (consulte src/main/protobuf/remote_scrubbing.proto). Esse recurso visa facilitar o compartilhamento de um cache remoto/de disco entre ações executadas em plataformas diferentes, mas direcionadas à mesma plataforma. Ele deve ser usado com muito cuidado, já que configurações inadequadas podem causar o compartilhamento acidental de entradas de cache e resultar em builds incorretos. O refinamento não afeta a forma como uma ação é executada, somente a forma como a chave de cache remoto/disco é calculada com a finalidade de recuperar ou armazenar o resultado de uma ação. As ações limpas são incompatíveis com a execução remota e sempre serão executadas localmente. Modificar a configuração de limpeza não invalida as saídas presentes no sistema de arquivos local ou nos caches internos. Uma compilação limpa é necessária para executar novamente as ações afetadas. Para usar esse recurso, você provavelmente definirá um --host_platform personalizado com --experimental_platform_in_output_dir (para normalizar prefixos de saída) e --incompatible_strict_action_env (para normalizar as variáveis do ambiente).
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
--[no]incompatible_remote_build_event_upload_respect_no_cache padrão: "false"
Descontinuado. Ambiente autônomo. Em vez disso, use --remote_build_event_upload=minimal.
--[no]incompatible_remote_downloader_send_all_headers padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário enviar todos os valores de um cabeçalho com vários valores para a ferramenta de download remota em vez de apenas o primeiro.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_remote_output_paths_relative_to_input_root padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, os caminhos de saída são relativos à raiz de entrada em vez do diretório de trabalho.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_remote_results_ignore_disk padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, o Bazel usará o novo código de saída 39 em vez de 34 se o cache remoto remover blobs durante a compilação.
Tags: incompatible_change
--[no]remote_accept_cached padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário aceitar resultados da ação armazenados em cache remotamente.
--remote_build_event_upload=<all or minimal> padrão: "mínimo"
Se definida como "all", todas as saídas locais referenciadas pelo BEP serão enviadas para o cache remoto. Se configurado como "minimal", as saídas locais referenciadas pelo BEP não serão enviadas para o cache remoto, exceto para arquivos importantes para os consumidores do BEP (por exemplo, registros de teste e perfil de tempo). O esquema bytestream:// é sempre usado para o URI de arquivos, mesmo se eles não estiverem no cache remoto. O padrão é "mínimo".
--remote_bytestream_uri_prefix=<a string> padrão: consultar descrição
O nome do host e da instância a serem usados em URIs bytestream:// gravados em streams de eventos de build. Essa opção pode ser definida quando as compilações são executadas usando um proxy, o que faz com que os valores de --remote_executor e --remote_instance_name não correspondam mais ao nome canônico do serviço de execução remota. Se ele não for definido, o padrão será "${hostname}/${instance_name}".
--remote_cache=<a string> padrão: consultar descrição
Um URI de um endpoint de armazenamento em cache. Os esquemas compatíveis são http, https, grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique grpc://, http:// ou unix: esquema para desativar o TLS. Consulte https://bazel.build/remote/caching
--[no]remote_cache_compression padrão: "false"
Se ativada, compacta/descompacta os blobs de cache com zstd quando o tamanho deles é pelo menos --experimental_remote_cache_compression_threshold.
--remote_cache_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de cache: --remote_cache_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_default_exec_properties=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Defina as propriedades exec padrão a serem usadas como plataforma de execução remota se uma plataforma de execução ainda não tiver definido exec_properties.
Tags: affects_outputs
--remote_default_platform_properties=<a string> padrão: ""
Defina as propriedades da plataforma padrão a serem definidas para a API de execução remota se ela ainda não tiver definido "remote_execution_properties". Esse valor também será usado se a plataforma do host for selecionada como a plataforma de execução remota.
--remote_download_regex=<a valid Java regular expression> usos múltiplos são acumulados
Forçar o download de saídas de compilação remotas com caminho correspondente a esse padrão, independentemente de --remote_download_outputs. Vários padrões podem ser especificados repetindo esta sinalização.
Tags: affects_outputs
--remote_downloader_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de download remoto: --remote_downloader_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_exec_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações de execução: --remote_exec_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_execution_priority=<an integer> padrão: "0"
A prioridade relativa das ações a serem executadas remotamente. A semântica dos valores de prioridade específicos depende do servidor.
--remote_executor=<a string> padrão: consultar descrição
HOST ou HOST:PORT de um endpoint de execução remota. Os esquemas compatíveis são grpc, grpcs (grpc com o TLS ativado) e unix (soquetes UNIX locais). Se nenhum esquema for fornecido, o Bazel usará grpcs por padrão. Especifique o esquema grpc:// ou unix: para desativar o TLS.
--remote_grpc_log=<a path> padrão: consultar descrição
Se especificado, um caminho para um arquivo para registrar detalhes relacionados à chamada gRPC. Esse registro consiste em uma sequência de protobufs com.google.DevTools.build.lib.remote.logging.RemoteExecutionLog.LogEntry, com cada mensagem prefixada por uma varint que denota o tamanho da seguinte mensagem protobuf serializada, conforme executado pelo método LogEntry.writeDelimitedTo(OutputStream).
--remote_header=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifique um cabeçalho que será incluído nas solicitações: --remote_header=Name=Value. Vários cabeçalhos podem ser transmitidos especificando a flag várias vezes. Vários valores para o mesmo nome serão convertidos em uma lista separada por vírgulas.
--remote_instance_name=<a string> padrão: ""
Valor a ser transmitido como instance_name na API de execução remota.
--[no]remote_local_fallback padrão: "false"
Se é necessário recorrer à estratégia de execução local autônoma se a execução remota falhar.
--remote_local_fallback_strategy=<a string> padrão: "local"
Um ambiente autônomo, descontinuado. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7480.
--remote_max_connections=<an integer> padrão: "100"
Limitar o número máximo de conexões simultâneas ao cache/executor remoto. Por padrão, o valor é 100. Definir como 0 significa que não há limitação. Para o cache remoto HTTP, uma conexão TCP pode processar uma solicitação por vez, de modo que o Bazel pode fazer até --remote_max_connections solicitações simultâneas. Para o cache/executor remoto do gRPC, um canal do gRPC costuma lidar com mais de 100 solicitações simultâneas. Assim, o Bazel poderia fazer cerca de "--remote_max_connections * 100" solicitações simultâneas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--remote_proxy=<a string> padrão: consultar descrição
Conectar ao cache remoto usando um proxy. Atualmente, esse flag só pode ser usado para configurar um soquete de domínio Unix (unix:/path/to/socket).
--remote_result_cache_priority=<an integer> padrão: "0"
A prioridade relativa das ações remotas a serem armazenadas em cache remoto. A semântica dos valores de prioridade específicos depende do servidor.
--remote_retries=<an integer> padrão: "5"
O número máximo de tentativas de repetir um erro temporário. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
--remote_retry_max_delay=<An immutable length of time.> padrão: "5s"
O atraso máximo de espera entre novas tentativas remotas. As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
--remote_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "60s"
O tempo máximo de espera pela execução remota e chamadas em cache. Para o cache REST, é o tempo limite de conexão e de leitura. As seguintes unidades podem ser usadas: dias (d), horas (h), minutos (m), segundos (s) e milissegundos (ms). Se a unidade for omitida, o valor será interpretado como segundos.
--[no]remote_upload_local_results padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fazer upload dos resultados da ação executadas localmente para o cache remoto se ele for compatível e o usuário tiver autorização para isso.
--[no]remote_verify_downloads padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, o Bazel vai calcular a soma do hash de todos os downloads remotos e descartar os valores armazenados em cache remotamente se eles não corresponderem ao valor esperado.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--[no]allow_analysis_cache_discard padrão: "verdadeiro"
Se o cache de análise for descartado devido a uma mudança no sistema de build, definir essa opção como "false" vai fazer com que o Bazel seja fechado, em vez de continuar com o build. Essa opção não tem efeito quando "discard_analysis_cache" também está definido.
Tags: eagerness_to_exit
--auto_output_filter=<none, all, packages or subpackages> padrão: "nenhum"
Se --output_filter não for especificado, o valor dessa opção será usado para criar um filtro automaticamente. Os valores permitidos são "none" (filtrar nada / mostrar tudo), "all" (filtrar tudo / mostrar nada), "packages" (incluir a saída das regras nos pacotes mencionados na linha de comando do Blaze) e "subpacotes" (como "packages", mas também inclui subpacotes). Para os valores de 'packages' e 'subpackages' //java/foo e //javatests/foo são tratados como um pacote)'.
--[no]build_manual_tests padrão: "false"
Força a criação de destinos de teste marcados como "manual". testes "manuais" são excluídos do processamento. Essa opção força a criação (mas não execução).
--build_tag_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista de tags separadas por vírgulas. Cada tag pode ser precedida opcionalmente por "-" para especificar as tags excluídas. Somente os destinos que contêm pelo menos uma tag incluída e não contêm tags excluídas serão criados. Essa opção não afeta o conjunto de testes executados com o comando "test". Eles são regidos pelas opções de filtragem de teste, por exemplo, "--test_tag_filters".
--[no]build_tests_only padrão: "false"
Se especificada, apenas as regras *_test e test_suite serão criadas, e outros destinos especificados na linha de comando serão ignorados. Por padrão, tudo o que foi solicitado será criado.
--combined_report=<none or lcov> padrão: "nenhum"
Especifica o tipo de relatório de cobertura cumulativa desejado. No momento, apenas o LCOV é aceito.
--[no]compile_one_dependency padrão: "false"
Compila uma única dependência dos arquivos de argumento. Isso é útil para a verificação de sintaxe de arquivos de origem em ambientes de desenvolvimento integrado, por exemplo, ao recriar um único destino que depende do arquivo de origem para detectar erros o mais cedo possível no ciclo de edição/compilação/teste. Esse argumento afeta a maneira como todos os argumentos não flag são interpretados. Em vez de serem destinos para build, eles são nomes de arquivo de origem. Para cada nome de arquivo de origem, será criado um destino arbitrário que depende dele.
--deleted_packages=<comma-separated list of package names> usos múltiplos são acumulados
Uma lista separada por vírgulas de nomes de pacotes que o sistema de build vai considerar inexistente, mesmo que estejam visíveis em algum lugar do caminho do pacote. Use esta opção ao excluir um subpacote "x/y" de um pacote "x" existente. Por exemplo, depois de excluir x/y/BUILD no cliente, o sistema de compilação poderá informar se encontrar um rótulo "//x:y/z" se ele ainda for fornecido por outra entrada package_path. Especificar --deleted_packages x/y evita esse problema.
--[no]discard_analysis_cache padrão: "false"
Descarte o cache de análise imediatamente após a conclusão da fase de análise. Reduz o uso da memória em cerca de 10%, mas torna os builds incrementais mais lentos.
--disk_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Um caminho para um diretório em que o Bazel pode ler e gravar ações e saídas. Se o diretório não existir, ele será criado.
--embed_label=<a one-line string> padrão: ""
Incorporar a revisão de controle de origem ou o rótulo de versão no binário
--execution_log_binary_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como protos SpawnExec delimitados por comprimento, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. Sinalizações relacionadas: --execution_log_json_file (formato de texto JSON; mutuamente exclusivo), --execution_log_sort (se é para classificar o registro de execução), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--execution_log_json_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como representações JSON delimitadas por nova linha de protos SpawnExec, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. Sinalizações relacionadas: --execution_log_binary_file (formato protobuf binário; mutuamente exclusivo), --execution_log_sort (para classificação do registro de execução), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--[no]execution_log_sort padrão: "verdadeiro"
Define se o registro de execução precisa ser classificado, facilitando a comparação de registros entre as invocações. Defina como falso para evitar o uso potencialmente significativo de CPU e memória no final da invocação, ao custo de produzir o registro em ordem de execução não determinista. Aplica-se apenas aos formatos binário e JSON. O formato compacto nunca é classificado.
--[no]expand_test_suites padrão: "verdadeiro"
Expanda os destinos test_suite nos testes integrantes antes da análise. Quando esse flag estiver ativado (o padrão), os padrões de segmentação negativa serão aplicados aos testes que pertencem ao pacote. Caso contrário, eles não serão aplicados. Desativar essa flag é útil quando aspectos de nível superior são aplicados na linha de comando para que eles possam analisar destinos test_suite.
Tags: loading_and_analysis
--experimental_execution_log_compact_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como protos ExecLogEntry delimitados por comprimento, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. O arquivo inteiro é compactado em zstd. Esse é um formato experimental em desenvolvimento ativo e pode mudar a qualquer momento. Sinalizações relacionadas: --execution_log_binary_file (formato protobuf binário; mutuamente exclusivo), --execution_log_json_file (formato JSON de texto; mutuamente exclusivo), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--experimental_extra_action_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: ""
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Filtra o conjunto de destinos para programar extra_actions.
--[no]experimental_extra_action_top_level_only padrão: "false"
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Programe apenas extra_actions para metas de nível superior.
--experimental_spawn_scheduler
Ativar a execução dinâmica executando ações local e remotamente em paralelo. O Bazel gera cada ação de forma local e remota e escolhe a que for concluída primeiro. Se uma ação oferecer suporte a workers, a ação local será executada no modo de worker persistente. Para ativar a execução dinâmica para um mnemônico de ação individual, use as sinalizações `--internal_spawn_scheduler` e `--strategy=<mnemonic>=dynamic`.
Expande-se para:
  --internal_spawn_scheduler
  --spawn_strategy=dynamic
--[no]fetch padrão: "verdadeiro"
Permite que o comando busque dependências externas. Se definido como falso, o comando vai usar qualquer versão armazenada em cache da dependência e, se não existir nenhuma, o comando vai resultar em falha.
--[no]incompatible_dont_use_javasourceinfoprovider padrão: "false"
Ambiente autônomo
Tags: incompatible_change
--local_termination_grace_seconds=<an integer> padrão: "15"
Tempo de espera entre o encerramento de um processo local devido ao tempo limite e o encerramento forçado.
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--package_path=<colon-separated list of options> padrão: "%workspace%"
Uma lista separada por dois pontos de onde procurar pacotes. Os elementos que começam com "%workspace%" são relativos ao espaço de trabalho incluído. Se omitido ou vazio, o padrão será a saída de "bazel info default-package-path".
--[no]show_loading_progress padrão: "verdadeiro"
Se ativada, faz com que o Bazel mostre as mensagens "Carregando pacote:".
--test_lang_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de idiomas de teste. Cada idioma pode ser precedido por um "-" para especificar os idiomas excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que foram escritos nos idiomas especificados. O nome usado para cada idioma deve ser o mesmo que o prefixo de idioma na regra *_test, por exemplo, "cc", "java", "py" etc. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_size_filters=<comma-separated list of values: small, medium, large or enormous> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tamanhos de teste. Cada tamanho pode ser precedido por um "-" para especificar os tamanhos excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos um tamanho incluído e não contêm nenhum tamanho excluído. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_tag_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tags de teste. Cada tag pode ser precedida opcionalmente por "-" para especificar as tags excluídas. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos uma tag incluída e não contêm nenhuma tag excluída. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_timeout_filters=<comma-separated list of values: short, moderate, long or eternal> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tempos limite de teste. Cada tempo limite pode ser precedido por um "-" para especificar os tempos limite excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos um tempo limite incluído e não contêm nenhum tempo limite excluído. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--workspace_status_command=<path> padrão: ""
Um comando invocado no início do build para fornecer informações de status sobre o espaço de trabalho na forma de pares de chave-valor. Consulte o Manual do usuário para obter a especificação completa. Consulte também tools/buildstamp/get_workspace_status para conferir um exemplo.
Opções que controlam a execução do build:
--[no]check_up_to_date padrão: "false"
Não execute o build, apenas verifique se ele está atualizado. Se todos os destinos estiverem atualizados, o build será concluído. Se alguma etapa precisar ser executada, um erro será informado e o build falhará.
Tags: execution
Define se é necessário fazer chamadas diretas ao sistema de arquivos para criar árvores de links simbólicos.
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_persistent_aar_extractor padrão: "false"
Ative o extrator aar persistente usando workers.
Tags: execution
--[no]experimental_remotable_source_manifests padrão: "false"
Se é necessário tornar ações remotas no manifesto de origem
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_split_coverage_postprocessing padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel vai executar o pós-processamento de cobertura para teste em um novo spawn.
Tags: execution
--[no]experimental_split_xml_generation padrão: "verdadeiro"
Se essa flag for definida e uma ação de teste não gerar um arquivo test.xml, o Bazel vai usar uma ação separada para gerar um arquivo test.xml fictício com o registro de teste. Caso contrário, o Bazel vai gerar um test.xml como parte da ação de teste.
Tags: execution
--[no]experimental_strict_fileset_output padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos tratarão todos os artefatos de saída como arquivos normais. Eles não serão transferidos para diretórios nem serão sensíveis a links simbólicos.
Tags: execution
--[no]experimental_use_semaphore_for_jobs padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, use também o parâmetro para limitar o número de jobs simultâneos.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--genrule_strategy=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifique como executar regras gerais. Essa sinalização será eliminada. Use --spawn_strategy=<value> para controlar todas as ações ou --strategy=Genrule=<value> apenas para controlar as regras gerais.
Tags: execution
--jobs=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> [-j] padrão: "auto"
O número de jobs simultâneos a serem executados. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". Os valores precisam estar entre 1 e 5.000. Valores acima de 2500 podem causar problemas de memória. "auto" calcula um padrão razoável com base nos recursos do host.
Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]keep_going [-k] padrão: "falso"
Continue o máximo possível após um erro. Embora o destino que falhou e aqueles que dependem dele não possam ser analisados, outros pré-requisitos desses destinos podem ser.
Tags: eagerness_to_exit
--loading_phase_threads=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> padrão: "auto"
Número de linhas de execução paralelas a serem usadas na fase de carregamento/análise.Usa um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo. "auto", "HOST_CPUS*.5". "auto" define um padrão razoável com base nos recursos do host. Precisa ser pelo menos 1.
Tags: bazel_internal_configuration
--modify_execution_info=<regex=[+-]key,regex=[+-]key,...> padrão: ""
Adicione ou remova chaves das informações de execução de uma ação com base na mnemônica dela. Aplicável apenas a ações com suporte a informações de execução. Muitas ações comuns oferecem suporte a informações de execução, como Genrule, CppCompile, Javac, StarlarkAction, TestRunner. Ao especificar diversos valores, a ordem é importante, porque muitas regex podem ser aplicadas ao mesmo mnemônico. Sintaxe: "regex=[+-]key,regex=[+-]key,...". Exemplos: ".*=+x,.*=-y,.*=+z" adiciona "x" e "z" e remove "y" das informações de execução de todas as ações. "Genrule=+requires-x" adiciona "requer-x" às informações de execução para todas as ações de regra geral. "(?!Genrule).*=-requires-x" remove "requires-x" das informações de execução para todas as ações que não sejam Genrule.
Tags: execution, affects_outputs, loading_and_analysis
--persistent_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e de simplificação do Android usando workers.
Expande-se para:
  --internal_persistent_android_dex_desugar
  --strategy=Desugar=worker
  --strategy=DexBuilder=worker

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos persistentes do Android usando workers.
Expande-se para:
--internal_persistent_busybox_tools
--strategy=AaptPackage=worker
--strategy=AndroidResourceParser=worker
--strategy=AndroidResourceValidator=worker
--strategy=AndroidResourceCompiler=worker
--strategy=RClassGenerator=worker
--strategy=AndroidResourceLink=worker
--strategy=AndroidAapt2=worker
--strategy=AndroidAssetMerger=worker
--strategy=AndroidResourceMerger=worker
--strategy=AndroidCompiledResourceMerger=worker
--strategy=ManifestMerger=worker
--strategy=AndroidManifestMerger=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker{/5:



--strategy=AARGenerator=worker--strategy=ProcessDatabinding=worker--strategy=GenerateDataBindingBaseClasses=workerhost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e simplificação multiplexadas do Android usando workers.
Expande-se para:
  --persistent_android_dex_desugar
  --internal_persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_multiplex_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos multiplexados persistente do Android usando workers.
Expande-se para:
--persistent_android_resource_processor
--modify_execution_info=AaptPackage=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceParser=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceValidator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceCompiler=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=RClassGenerator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceLink=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAapt2=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAssetMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidCompiledResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=ManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers{/5:

--modify_execution_info=AARGenerator=+supports-multiplex-workershost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_tools
Ativar ferramentas Android persistentes e multiplexadas (dexação, simplificação e processamento de recursos).
Expande-se para:
  --internal_persistent_multiplex_busybox_tools
  --persistent_multiplex_android_resource_processor
  --persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]skip_incompatible_explicit_targets padrão: "false"
Ignorar destinos incompatíveis que estão explicitamente listados na linha de comando. Por padrão, a criação desses destinos resulta em um erro, mas eles são ignorados silenciosamente quando essa opção está ativada. Acesse: https://bazel.build/extending/platforms#skipping-incompatible-targets
Tags: loading_and_analysis
--spawn_strategy=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica como as ações de spawn são executadas por padrão. Aceita uma lista de estratégias separada por vírgulas da prioridade mais alta para a mais baixa. Para cada ação, o Bazel escolhe a estratégia com maior prioridade para executar a ação. O valor padrão é "remote,worker,sandboxed,local". Confira mais detalhes em https://blog.bazel.build/2019/06/19/list-strategy.html.
Tags: execution
--strategy=<a '[name=]value1[,..,valueN]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifica como distribuir a compilação de outras ações de geração. Aceita uma lista de estratégias separada por vírgulas da prioridade mais alta para a mais baixa. Para cada ação, o Bazel escolhe a estratégia com maior prioridade para executar a ação. O valor padrão é "remote,worker,sandboxed,local". Esse flag substitui os valores definidos por --spawn_strategy (e --genrule_strategy se usado com Genrule mnemônico). Confira mais detalhes em https://blog.bazel.build/2019/06/19/list-strategy.html.
Tags: execution
--strategy_regexp=<a '<RegexFilter>=value[,value]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Substitui qual estratégia de spawn precisa ser usada para executar ações de geração com descrições correspondentes a um determinado regex_filter. Consulte --per_file_copt para mais detalhes sobre a correspondência de onregex_filter. O último regex_filter que corresponde à descrição será usado. Esta opção substitui outras sinalizações para especificar a estratégia. Exemplo: --strategy_regexp=//foo.*\.cc,-//foo/bar=local significa executar ações usando a estratégia local se as descrições corresponderem a //foo.*.cc, mas não a //foo/bar. Exemplo: --strategy_regexp='Compiling.*/bar=local --strategy_regexp=Compiling=sandboxed vai executar "Compiling //foo/bar/baz" com a estratégia "local", mas inverter a ordem a executaria com "sandbox".
Tags: execution
--[no]use_target_platform_for_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usará a plataforma de destino para executar testes em vez do grupo de execuções do teste.
Tags: execution
Opções que configuram o conjunto de ferramentas usado para a execução da ação:
--android_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_crosstool_top=<a build target label> padrão: "//external:android/crosstool"
Local do compilador C++ usado para builds do Android.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
O grte_top de destino do Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_manifest_merger=<legacy, android or force_android> padrão: "android"
Seleciona a combinação de manifestos a ser usada para as regras android_binary. Sinalização para ajudar na transição da combinação legada para a combinação de manifestos do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_platforms=<a build target label> padrão: ""
Define as plataformas usadas pelos destinos android_binary. Se várias plataformas forem especificadas, o binário será um APK multiplataforma, que contém binários nativos para cada plataforma de destino especificada.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_sdk=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/android:sdk"
Especifica o SDK/plataforma do Android usado para criar apps Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--apple_crosstool_top=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:toolkit"
O rótulo do pacote crosstool a ser usado nas regras da Apple e do Objc e as dependências delas.
Tags: loses_incremental_state, changes_inputs
--cc_output_directory_tag=<a string> padrão: ""
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: affects_outputs
--compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador C++ a ser usado para compilar o destino.
Tags: loading_and_analysis, execution
--coverage_output_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:lcov_merger"
Local do binário usado para pós-processar relatórios de cobertura bruta. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:lcov_merger".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_report_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_report_generator"
Local do binário usado para gerar relatórios de cobertura. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:coverage_report_generator".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_support=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_support"
Localização dos arquivos de suporte necessários nas entradas de cada ação de teste que coleta cobertura de código. O padrão é "//tools/test:coverage_support".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--custom_malloc=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica uma implementação personalizada de Malloc. Essa configuração substitui os atributos Malloc nas regras de build.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--experimental_add_exec_constraints_to_targets=<a '<RegexFilter>=<label1>[,<label2>,...]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Lista de expressões regulares separadas por vírgula, cada uma com o prefixo - (expressão negativa), atribuída (=) a uma lista de destinos de valores de restrição separados por vírgula. Se um destino não corresponder a nenhuma expressão negativa e pelo menos uma expressão positiva, a resolução do conjunto de ferramentas será executada como se os valores de restrição fossem declarados como restrições de execução. Exemplo: //demo,-test=@platforms//cpus:x86_64 vai adicionar "x86_64" a qualquer destino em //demo, exceto aos que tenham "test" no nome.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_include_xcode_execution_requirements padrão: "false"
Se definido, adicione um requisito de execução "requires-xcode:{version}" a cada ação do Xcode. Se a versão do Xcode tiver um rótulo com hífen, adicione também um requisito de execução "requires-xcode-label:{version_label}".
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis, execution
--[no]experimental_prefer_mutual_xcode padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, use o Xcode mais recente que esteja disponível local e remotamente. Se for falso ou se não houver versões mútuas disponíveis, use a versão local do Xcode selecionada por meio do xcode-select.
Tags: loses_incremental_state
--extra_execution_platforms=<comma-separated list of options> padrão: ""
As plataformas que estão disponíveis como plataformas de execução para executar ações. As plataformas podem ser especificadas por destino exato ou como um padrão de destino. Essas plataformas serão consideradas antes daquelas declaradas no arquivo WORKSPACE por register_execution_platforms(). Essa opção só pode ser definida uma vez. As instâncias posteriores substituirão as configurações de sinalização anteriores.
Tags: execution
--extra_toolchains=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
As regras do conjunto de ferramentas a serem consideradas durante a resolução do conjunto de ferramentas. Os conjuntos de ferramentas podem ser especificados por alvo exato ou como um padrão de destino. Esses conjuntos de ferramentas serão considerados antes daqueles declarados no arquivo WORKSPACE por register_toolkits().
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Um rótulo para uma biblioteca libc verificada. O valor padrão é selecionado pelo conjunto de ferramentas crosstool e quase nunca é necessário substituí-lo.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: loading_and_analysis, execution
--host_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Se especificada, essa configuração modifica o diretório de nível superior da libc (--grte_top) para a configuração "exec".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_platform=<a build target label> padrão: "@local_config_platform//:host"
O rótulo de uma regra de plataforma que descreve o sistema host.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]incompatible_dont_enable_host_nonhost_crosstool_features padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não ativará os recursos "host" e "nonhost" no conjunto de ferramentas c++. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7407 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_android_toolchain_resolution padrão: "verdadeiro"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar as regras do SDK do Android para Android (Starlark e nativas)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_apple_toolchain_resolution padrão: "false"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar o SDK da Apple para regras da Apple (Starlark e nativos)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_make_thinlto_command_lines_standalone padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_remove_legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não vinculará as dependências de biblioteca como um arquivo inteiro por padrão. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362 para instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_require_ctx_in_configure_features padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_strip_executable_safely padrão: "false"
Se verdadeiro, a ação de remoção para executáveis usa a flag -x, que não quebra a resolução dinâmica de símbolos.
Tags: action_command_lines, incompatible_change
--[no]interface_shared_objects padrão: "verdadeiro"
Use objetos compartilhados de interface se compatíveis com o conjunto de ferramentas. No momento, todos os conjuntos de ferramentas ELF são compatíveis com essa configuração.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, affects_outputs
--ios_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do iOS que será usada para criar apps iOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK para iOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--macos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK para macOS usada para criar aplicativos para macOS. Se não for especificada, vai usar a versão padrão do SDK para macOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--minimum_os_version=<a string> padrão: consultar descrição
A versão mínima do SO destinada à compilação.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--platform_mappings=<a relative path> padrão: ""
A localização de um arquivo de mapeamento que descreve qual plataforma usar se nenhuma estiver definida ou quais flags vão ser definidas quando uma plataforma já existir. Precisa ser relativo à raiz do espaço de trabalho principal. O padrão é "platform_mappings" (um arquivo diretamente na raiz do espaço de trabalho).
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, immutable
--platforms=<a build target label> padrão: ""
Os rótulos das regras da plataforma que descrevem as plataformas de destino para o comando atual.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--python2_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python3_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python_path=<a string> padrão: consultar descrição
O caminho absoluto do intérprete de Python invocado para executar destinos Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--python_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
O rótulo de um py_runtime que representa o interpretador do Python invocado para executar destinos do Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--tvos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do tvOS a ser usada para criar aplicativos para o tvOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK do tvOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--watchos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do watchOS a ser usada para criar aplicativos watchOS. Se não for especificada, será usada a versão padrão do SDK do watchOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version=<a string> padrão: consultar descrição
Se especificado, usa o Xcode da versão fornecida para ações de build relevantes. Se não for especificada, usa a versão padrão do executor do Xcode.
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version_config=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:host_xcodes"
O rótulo da regra xcode_config a ser usada para selecionar a versão do Xcode na configuração do build.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]apple_generate_dsym padrão: "false"
Define se os arquivos de símbolo de depuração (.dSYM) serão gerados.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--[no]build padrão: "verdadeiro"
Execute o build. Esse é o comportamento normal. Especificar --nobuild faz com que o build pare antes de executar as ações de compilação, retornando zero se as fases de carregamento e análise de pacote forem concluídas com êxito. Esse modo é útil para testar essas fases.
Tags: execution, affects_outputs
Se verdadeiro, cria florestas de links simbólicos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, grave-os somente quando exigido por uma ação local, teste ou comando de execução.
Tags: affects_outputs
--[no]build_runfile_manifests padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, grava manifestos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, omita-os. Os testes locais não são executados quando o valor é "false".
Tags: affects_outputs
--[no]build_test_dwp padrão: "false"
Se ativada, ao criar testes C++ estaticamente e com a fissão, o arquivo .dwp do binário de teste também será criado automaticamente.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--cc_proto_library_header_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.h"
Define os sufixos dos arquivos principais criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--cc_proto_library_source_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.cc"
Define os sufixos dos arquivos de origem criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_proto_descriptor_sets_include_source_info padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_proto_extra_actions padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_save_feature_state padrão: "false"
Salva o estado dos recursos ativados e solicitados como uma saída da compilação.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_use_validation_aspect padrão: "false"
Define se é necessário executar ações de validação usando o aspecto (para paralelismo com testes).
Tags: execution, affects_outputs
--fission=<a set of compilation modes> padrão: "não"
Especifica quais modos de compilação usam a fissão para compilações e links do C++. Pode ser qualquer combinação de {'fastbuild', 'dbg', 'opt'} ou os valores especiais 'yes' para ativar todos os modos e 'no' para desativar todos os modos.
Tags: loading_and_analysis, action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_always_include_files_in_data padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as regras nativas adicionam <code>DefaultInfo.files</code> de dependências de dados aos arquivos de execução, o que corresponde ao comportamento recomendado para regras do Starlark (https://bazel.build/extending/rules#runfiles_features_to_avoid).
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]legacy_external_runfiles padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, crie florestas de links simbólicos de runfiles para repositórios externos em .runfiles/wsname/external/repo (além de .runfiles/repo).
Tags: affects_outputs
--[no]objc_generate_linkmap padrão: "false"
Especifica se é preciso gerar um arquivo de linkmap.
Tags: affects_outputs
--output_groups=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Uma lista de nomes de grupos de saída separados por vírgulas, com um prefixo + ou -. Um grupo prefixado por + é adicionado ao conjunto padrão de grupos de saída, enquanto um grupo prefixado por - é removido do conjunto padrão. Se pelo menos um grupo não tiver prefixo, o conjunto padrão de grupos de saída será omitido. Por exemplo, --output_groups=+foo,+bar constrói a união do conjunto padrão, foo e bar, enquanto --output_groups=foo, bar modifica o conjunto padrão,de modo que apenas foo e bar são construídos.
Tags: execution, affects_outputs
--[no]run_validations padrão: "verdadeiro"
Define se serão executadas ações de validação como parte do build. Consulte https://bazel.build/extending/rules#validation_actions
Tags: execution, affects_outputs
--[no]save_temps padrão: "false"
Se definido, as saídas temporárias do gcc serão salvas. Isso inclui arquivos .s (código assembler), arquivos .i (C pré-processado) e arquivos .ii (C++ pré-processado).
Tags: affects_outputs
Opções que permitem ao usuário configurar a saída pretendida, afetando seu valor em vez da existência:
--action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configuração de destino. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--android_cpu=<a string> padrão: "armeabi-v7a"
A CPU de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]android_databinding_use_androidx padrão: "verdadeiro"
Gere arquivos de vinculação de dados compatíveis com o AndroidX. Isso é usado apenas com a vinculação de dados v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]android_databinding_use_v3_4_args padrão: "verdadeiro"
Use o Android Databinding v2 com o argumento 3.4.0. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--android_dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "desativado"
Determina se as dependências de C++ das regras do Android serão vinculadas dinamicamente quando um cc_binary não criar explicitamente uma biblioteca compartilhada. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--android_manifest_merger_order=<alphabetical, alphabetical_by_configuration or dependency> padrão: "alfabeto"
Define a ordem dos manifestos transmitidos para a combinação de manifestos para binários do Android. ALFABÉTICO significa que os manifestos são classificados por caminho em relação ao execroot. ALPHABETICAL_BY_CONFIGURATION significa que os manifestos são classificados por caminhos relativos ao diretório de configuração no diretório de saída. DEPENDÊNCIA significa que os manifestos são ordenados, e o de cada biblioteca vem antes dos manifestos das dependências.
Tags: action_command_lines, execution
--[no]android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--aspects=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas dos aspectos a serem aplicados aos destinos de nível superior. Na lista, se o aspecto some_aspect especificar os provedores de aspecto obrigatórios por required_aspect_providers, some_aspect será executado depois de todos os aspectos mencionados na lista, cujos provedores anunciados satisfaçam os requisitos de alguns_aspect necessários. Além disso, some_aspect será executado depois de todos os aspectos obrigatórios especificados por required attribute. Assim, some_aspect terá acesso aos valores dos provedores desses aspectos. <bzl-file-label>%<aspect_name>, por exemplo "//tools:my_def.bzl%my_aspect", em que "my_aspect" é um valor de nível superior de um arquivo tools/my_def.bzl
--[no]build_python_zip padrão: "auto"
Criar um arquivo ZIP executável em Python no Windows, desativado em outras plataformas
Tags: affects_outputs
--catalyst_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple Catalyst.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]collect_code_coverage padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai instrumentar o código (usando instrumentação off-line quando possível) e coletar informações de cobertura durante os testes. Somente os destinos que corresponderem a --instrumentation_filter serão afetados. Normalmente, essa opção não deve ser especificada diretamente. No lugar dele, é necessário usar o comando "bazelCoverage".
Tags: affects_outputs
--compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> [-c] padrão: "fastbuild"
Especifique o modo em que o binário será integrado. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para o gcc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--cpu=<a string> padrão: ""
A CPU de destino.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--cs_fdo_absolute_path=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do CSFDO para otimizar a compilação. Especifique o nome do caminho absoluto do arquivo ZIP que contém o arquivo de perfil, um arquivo de perfil LLVM bruto ou indexado.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com instrumentação FDO sensível ao contexto. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O cs_fdo_profile que representa o perfil sensível ao contexto a ser usado na otimização.
Tags: affects_outputs
--cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C++.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--define=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada opção "--define" especifica uma atribuição para uma variável de build. No caso de haver vários valores para uma variável, o último vence.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "padrão"
Determina se os binários C++ serão vinculados dinamicamente. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]enable_fdo_profile_absolute_path padrão: "verdadeiro"
Se definido, o uso de fdo_absolute_profile_path gerará um erro.
Tags: affects_outputs
--[no]enable_runfiles padrão: "auto"
Ativa a árvore de links simbólicos de arquivos de execução. Por padrão, ele fica desativado no Windows e em outras plataformas.
Tags: affects_outputs
--experimental_action_listener=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Use action_listener para anexar um extra_action a ações de build já existentes.
Tags: execution, experimental
--[no]experimental_android_compress_java_resources padrão: "false"
Compacte recursos Java em APKs
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_android_databinding_v2 padrão: "verdadeiro"
Use a vinculação de dados do Android v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]experimental_android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_android_rewrite_dexes_with_rex padrão: "false"
usar a ferramenta rex para regravar arquivos dex
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state e experimental
--[no]experimental_collect_code_coverage_for_generated_files padrão: "false"
Se especificado, o Bazel também gera informações de cobertura de coleta para os arquivos gerados.
Tags: affects_outputs
Essa sinalização controla como os links simbólicos de conveniência (aqueles que aparecem no espaço de trabalho após o build) serão gerenciados. Valores possíveis: normal (padrão): cada tipo de link simbólico de conveniência será criado ou excluído, conforme determinado pelo build. clean: todos os links simbólicos serão excluídos incondicionalmente. ignorar: os links simbólicos serão mantidos sozinhos. log_only: gera mensagens de registro como se 'normal' tivesse sido transmitido, mas não execute nenhuma operação do sistema de arquivos (útil para ferramentas). Observe que somente links simbólicos cujos nomes são gerados pelo valor atual de --symlink_prefix podem ser afetados. Se o prefixo mudar, todos os links simbólicos preexistentes serão deixados sozinhos.
Tags: affects_outputs
Essa flag controla se vamos postar o eventConvenienceSymlinksIdentified de build no BuildEvent Protocol. Se o valor for "true", o BuildEvent Protocol terá uma entrada para conveniênciaSymlinksIdentified, listando todos os links simbólicos de conveniência criados no seu espaço de trabalho. Se for falso, a entrada AdvantageSymlinksIdentified no BuildEvent Protocol estará vazia.
Tags: affects_outputs
--experimental_objc_fastbuild_options=<comma-separated list of options> padrão: "-O0,-DDEBUG=1"
Usa essas strings como opções do compilador fastbuild objc.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_omitfp padrão: "false"
Se verdadeiro, use o libunwind para desenrolamento de pilha e compile com -fomit-frame-pointer e -fasync-unwind-tables.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, experimental
--experimental_output_paths=<off, content or strip> padrão: "desativado"
Qual modelo usar para onde as regras da árvore de saída gravam as saídas, especialmente para builds multiplataforma / multiconfiguração. Esse recurso é altamente experimental. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/6526 (em inglês). As ações do Starlark podem optar pelo mapeamento de caminho adicionando a chave "supports-path-mapping" ao dicionário "execution_requirements".
Tags: loses_incremental_state, bazel_internal_configuration, affects_outputs, execution
--experimental_override_name_platform_in_output_dir=<a 'label=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada entrada precisa estar no formato label=value, em que "label" se refere a uma plataforma e "values" é o nome curto que você quer usar no caminho de saída. Usado apenas quando --experimental_platform_in_output_dir é verdadeiro. Tem a maior prioridade de nomenclatura.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_platform_in_output_dir padrão: "false"
Se for verdadeiro, um nome abreviado da plataforma de destino será usado no nome do diretório de saída em vez da CPU. O esquema exato é experimental e está sujeito a mudanças. Primeiro, no caso raro, a opção --platforms não tem exatamente um valor. É usado um hash da opção de plataformas. Em seguida, se qualquer nome abreviado da plataforma atual for registrado por --experimental_override_name_platform_in_output_dir, esse nome curto será usado. Em seguida, se --experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic estiver definido, use um nome curto baseado no identificador atual da plataforma. Por fim, um hash da opção da plataforma é usado como último recurso.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_use_llvm_covmap padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai gerar informações do mapa de cobertura llvm-cov em vez de gcov quando coletar_code_coverage.
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic padrão: "verdadeiro"
Use esta sinalização apenas como parte de uma estratégia sugerida de migração ou teste. A heurística tem deficiências conhecidas e é sugerido migrar para a dependência apenas --experimental_override_name_platform_in_output_dir.
Tags: affects_outputs, experimental
--fat_apk_cpu=<comma-separated set of options> padrão: "armeabi-v7a"
Definir essa opção ativa APKs fat, que contêm binários nativos para todas as arquiteturas de destino especificadas, por exemplo, --fat_apk_cpu=x86,armeabi-v7a. Se essa flag for especificada, --android_cpu será ignorada para dependências das regras android_binary.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]fat_apk_hwasan padrão: "false"
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: no_op
--fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com a instrumentação FDO. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--fdo_optimize=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do FDO para otimizar a compilação. Especifique o nome de um arquivo ZIP contendo uma árvore de arquivos .gcda, um arquivo afdo contendo um perfil automático ou um arquivo de perfil LLVM. Essa flag também aceita arquivos especificados como rótulos (por exemplo, "//foo/bar:file.afdo", talvez seja necessário adicionar uma diretiva "exports_files" ao pacote correspondente) e identificadores que apontam para destinos "fdo_profile". Essa sinalização será substituída pela regra "fdo_profile".
Tags: affects_outputs
--fdo_prefetch_hints=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use dicas de pré-busca de cache.
Tags: affects_outputs
--fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O fdo_profile que representa o perfil a ser usado para otimização.
Tags: affects_outputs
--features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para os destinos integrados na configuração de destino. Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos. Consulte também --host_features
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--[no]force_pic padrão: "false"
Se ativada, todas as compilações C++ produzem código independente de posição ("-fPIC"), os links preferem bibliotecas pré-criadas PIC em vez de bibliotecas não PIC, e os links produzem executáveis independentes de posição ("-pie").
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configurações de execução. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--host_compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> padrão: "opt"
Especifique o modo em que as ferramentas usadas durante o build serão integradas. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--host_conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir ao compilador C ao compilar arquivos de origem em C (mas não C++) nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C para ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_cpu=<a string> padrão: ""
A CPU host.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C++ de ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para destinos integrados na configuração "exec". Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_force_python=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
Modifica a versão do Python na configuração "exec". Pode ser "PY2" ou "PY3".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para o vinculador ao vincular ferramentas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do macOS para destinos de host. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--host_per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o compilador C/C++ ao compilar determinados arquivos nas configurações de execução. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --host_per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_auto_exec_groups padrão: "false"
Quando ativado, um grupo de "exec" é criado automaticamente para cada conjunto de ferramentas usado por uma regra. Para que isso funcione, a regra precisa especificar o parâmetro "dataset" nas ações. Para saber mais, consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17134.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_merge_genfiles_directory padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o diretório genfiles será dobrado no diretório bin.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]instrument_test_targets padrão: "false"
Quando a cobertura está ativada, especifica se é necessário considerar a instrumentação de regras de teste. Quando definidas, as regras de teste incluídas por --instrumentation_filter são instrumentadas. Caso contrário, as regras de teste serão sempre excluídas da instrumentação de cobertura.
Tags: affects_outputs
--instrumentation_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-/javatests[/:],-/test/java[/:]"
Quando a cobertura estiver ativada, somente as regras com nomes incluídos pelo filtro baseado em regex especificado serão instrumentadas. As regras com o prefixo "-" são excluídas. Somente regras que não sejam de teste são instrumentadas, a menos que --instrument_test_targets esteja ativada.
Tags: affects_outputs
--ios_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do iOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "ios_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--ios_multi_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar um ios_application. O resultado é um binário universal contendo todas as arquiteturas especificadas.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Descontinuado e substituído por --incompatible_remove_legacy_whole_Archive. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362. Quando ativado, use --whole-Archive para regras cc_binary que tenham linkshared=True e linkstatic=True ou '-static' nos linkopts. Isso serve apenas para compatibilidade com versões anteriores. Uma alternativa melhor é usar Alwayslink=1 quando necessário.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, deprecated
--linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para o gcc durante a vinculação.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltobackendopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa do back-end da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltoindexopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa de indexação da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--macos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple macOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do macOS compatível para destinos. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--memprof_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
Usar o perfil do memprof.
Tags: affects_outputs
--[no]objc_debug_with_GLIBCXX padrão: "false"
Se definido e o modo de compilação for definido como "dbg", defina GLIBCXX_DEBUG, GLIBCXX_DEBUG_PEDANTIC e GLIBCPP_CONCEPT_CHECKS.
Tags: action_command_lines
--[no]objc_enable_binary_stripping padrão: "false"
Define se é necessário realizar remoções de símbolo e código morto em binários vinculados. As remoções binárias serão realizadas se esta flag e --compilation_mode=opt forem especificadas.
Tags: action_command_lines
--objccopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem Objective-C/C++.
Tags: action_command_lines
--per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o gcc ao compilar determinados arquivos. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--per_file_ltobackendopt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o back-end de LTO (em --features=thin_lto) ao compilar determinados objetos de back-end. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para inclusão e exclusão. option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_ltobackendopt=//foo/.*\.o,-//foo/bar\.o@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando do back-end da LTO de todos os arquivos em //foo/, exceto bar.o.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--platform_suffix=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: loses_incremental_state, affects_outputs, loading_and_analysis
--propeller_optimize=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do Propeller para otimizar o destino do build.Um perfil de hélice precisa consistir em pelo menos um de dois arquivos, um perfil cc e um perfil ld. Essa flag aceita um rótulo de build que precisa se referir aos arquivos de entrada do perfil da hélice. Por exemplo, o arquivo BUILD que define o rótulo em a/b/BUILD:propeller_optimize( name = "propeller_profile", cc_profile = "propeller_cc_profile.txt", ld_profile = "propeller_ld_profile.txt",)Uma diretiva exportações_files pode ter que ser adicionada ao pacote correspondente para tornar esses arquivos visíveis para o Bazel. A opção precisa ser usada como: --propeller_optimize=//a/b:propeller_profile
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_cc_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo cc_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_ld_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo ld_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--run_under=<a prefix in front of command> padrão: consultar descrição
Prefixo a ser inserido antes dos executáveis dos comandos "test" e "run". Se o valor for "foo -bar" e a linha de comando de execução for "test_binary -baz", a linha de comando final será "foo -bar test_binary -baz".Isso também pode ser um rótulo para um destino executável. Alguns exemplos são: 'valgrind', 'strace', 'strace -c', 'valgrind --quiet --num-callers=20', '//package:target', '//package:target --options'.
Tags: action_command_lines
--[no]share_native_deps padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as bibliotecas nativas que contêm funcionalidade idêntica serão compartilhadas entre destinos diferentes.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]stamp padrão: "false"
Carregue os binários com a data, o nome de usuário, o nome do host, as informações do espaço de trabalho etc.
Tags: affects_outputs
--strip=<always, sometimes or never> padrão: "às vezes"
Especifica se é preciso remover binários e bibliotecas compartilhadas (usando "-Wl,--strip-debug"). O valor padrão "às vezes" significa remover iff --compilation_mode=fastbuild.
Tags: affects_outputs
--stripopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a remoção ao gerar um binário "<name>.stripped".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
O prefixo anexado a qualquer um dos links simbólicos de conveniência criados após um build. Se omitido, o valor padrão será o nome da ferramenta de build seguido por um hífen. Se "/" for transmitido, nenhum link simbólico será criado e nenhum aviso será emitido. Aviso: a funcionalidade especial para "/" será descontinuada em breve. Em vez dela, use --experimental_convenience_symlinks=ignore.
Tags: affects_outputs
--tvos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple tvOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--tvos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do tvOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "tvos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--visionos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple VisionOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do watchOS da Apple.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do watchOS para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "watchos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--xbinary_fdo=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações de perfil do XbinaryFDO para otimizar a compilação. Especifica o nome do perfil binário cruzado padrão. Quando a opção é usada com --fdo_instrument/--fdo_optimize/--fdo_profile, essas opções sempre prevalecem como se xbinary_fdo nunca fosse especificado.
Tags: affects_outputs
Opções que afetam como o Bazel aplica entradas de build válidas (definições de regras, combinações de flags etc.):
--auto_cpu_environment_group=<a build target label> padrão: ""
Declare o environment_group a ser usado para mapear automaticamente os valores de CPU para os valores de target_environment.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]check_licenses padrão: "false"
Verifique se as restrições de licenciamento impostas pelos pacotes dependentes não entram em conflito com os modos de distribuição dos destinos que estão sendo criados. Por padrão, as licenças não são marcadas.
Tags: build_file_semantics
--[no]check_visibility padrão: "verdadeiro"
Se desativada, os erros de visibilidade nas dependências de destino serão rebaixados a avisos.
Tags: build_file_semantics
--[no]desugar_for_android padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário simplificar o bytecode Java 8 antes da dexação.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]desugar_java8_libs padrão: "false"
Inclusão de bibliotecas Java 8 com suporte em apps para dispositivos legados.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]enforce_constraints padrão: "verdadeiro"
Verifica os ambientes com que cada destino é compatível e informa erros se algum destino tiver dependências que não são compatíveis com os mesmos ambientes
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_check_desugar_deps padrão: "verdadeiro"
Define se a simplificação correta precisa ser verificada novamente no nível binário do Android.
Tags: eagerness_to_exit, loading_and_analysis, experimental
--experimental_import_deps_checking=<off, warning or error> padrão: "DESATIVADO"
Quando ativada, verifica se as dependências de um aar_import estão completas. Essa aplicação pode interromper o build ou apenas resultar em avisos.
Tags: loading_and_analysis
--experimental_strict_java_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "padrão"
Se verdadeiro, verifica se um destino Java declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--[no]incompatible_check_testonly_for_output_files padrão: "false"
Se ativado, procura somente os destinos de pré-requisito que são arquivos de saída em "testonly" pesquisando o somente teste da regra de geração. Isso corresponde à verificação de visibilidade.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_check_visibility_for_toolchains padrão: "false"
Se ativada, a verificação de visibilidade também se aplica a implementações do conjunto de ferramentas.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_android_rules padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, o uso direto das regras nativas do Android será desativado. Use as regras do Starlark para Android em https://github.com/bazelbuild/rules_android
Tags: eagerness_to_exit e incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_apple_binary_rule padrão: "false"
Ambiente autônomo. Mantido aqui para compatibilidade com versões anteriores.
Tags: eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disable_py2 padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o uso das configurações do Python 2 causará um erro. Isso inclui python_version=PY2, srcs_version=PY2 e srcs_version=PY2ONLY. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/15684 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_validate_top_level_header_inclusions padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--python_native_rules_allowlist=<a build target label> padrão: consultar descrição
Uma lista de permissões (destino package_group) para usar ao aplicar --incompatible_python_disallow_native_rules.
Tags: loading_and_analysis
--[no]strict_filesets padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos que ultrapassarem os limites do pacote serão informados como erros.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--strict_proto_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "erro"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino proto_library declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--strict_public_imports=<off, warn, error, strict or default> padrão: "desativado"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino de proto_library declara explicitamente todos os destinos usados em "import public" como exportado.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]strict_system_includes padrão: "false"
Se verdadeiro, os cabeçalhos encontrados nos caminhos de inclusão do sistema (-isystem) também precisam ser declarados.
Tags: loading_and_analysis, eagerness_to_exit
--target_environment=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Declara o ambiente de destino do build. Precisa ser uma referência de rótulo a uma regra de "ambiente". Se especificado, todos os destinos de nível superior precisam ser compatíveis com esse ambiente.
Tags: changes_inputs
Opções que afetam as saídas de assinatura de um build:
--apk_signing_method=<v1, v2, v1_v2 or v4> padrão: "v1_v2"
Implementação a ser usada na assinatura de APKs
Tags: action_command_lines, affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]device_debug_entitlements padrão: "verdadeiro"
Se definido e o modo de compilação não for "opt", os apps objc vão incluir direitos de depuração ao assinar.
Tags: changes_inputs
--ios_signing_cert_name=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do certificado a ser usado para assinatura do iOS. Se não for definido, voltará para o perfil de provisionamento. Pode ser a preferência de identidade do conjunto de chaves do certificado ou (substring) do nome comum do certificado, conforme a página manual do Codesign (SIGNING ID Quando).
Tags: action_command_lines
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, .bzl ou WORKSPACE:
--[no]incompatible_config_setting_private_default_visibility padrão: "false"
Se incompatible_enforce_config_setting_visibilidade=false, isso é um ambiente autônomo. Caso contrário, se o flag for falso, qualquer config_setting sem um atributo de visibilidade explícito será //Visibility:public. Se essa sinalização for verdadeira, config_setting vai seguir a mesma lógica de visibilidade de todas as outras regras. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12933.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_legacy_py_provider padrão: "verdadeiro"
O ambiente autônomo será removido em breve.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_sdk_frameworks_attributes padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, não é permitido usar os atributos sdk_frameworks e weak_sdk_frameworks em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_enforce_config_setting_visibility padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, aplique restrições de visibilidade config_setting. Se for falso, todos os config_setting serão visíveis para todos os destinos. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12932.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Se for verdadeiro, defina o valor padrão como verdadeiro para atributos Alwayslink em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disallow_native_rules padrão: "false"
Quando verdadeiro, ocorre um erro ao usar as regras py_* integradas. Em vez disso, as regras rules_python precisam ser usadas. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17773 para mais informações e instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Opções que regem o comportamento do ambiente ou do executor de testes:
--[no]allow_analysis_failures padrão: "false"
Se verdadeiro, uma falha na análise de um destino da regra resulta na propagação do destino de uma instância de AnalysisFailureInfo que contém a descrição do erro, em vez de resultar em uma falha de compilação.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--analysis_testing_deps_limit=<an integer> padrão: "2000"
Define o número máximo de dependências transitivas por meio de um atributo de regra com uma transição de configuração for_analysis_testing. Exceder esse limite resultará em um erro de regra.
Tags: loading_and_analysis
--[no]break_build_on_parallel_dex2oat_failure padrão: "false"
Se as falhas verdadeiras da ação do dex2oat causarem a falha do build em vez de executar o dex2oat durante o tempo de execução do teste.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]check_tests_up_to_date padrão: "false"
Não execute testes, apenas verifique se eles estão atualizados. Se todos os resultados estiverem atualizados, o teste será concluído com sucesso. Se for necessário criar ou executar um teste, um erro será informado e o teste falhará. Essa opção implica o comportamento --check_up_to_date.
Tags: execution
--default_test_resources=<a resource name followed by equal and 1 float or 4 float, e.g memory=10,30,60,100> usos múltiplos são acumulados
Substitui a quantidade de recursos padrão para testes. O formato esperado é <resource>=<value>. Se um único número positivo for especificado como <value>, ele vai substituir os recursos padrão em todos os tamanhos de teste. Se quatro números separados por vírgula forem especificados, eles substituirão a quantidade de recursos para os tamanhos de teste pequeno, médio, grande e enorme, respectivamente. Os valores também podem ser HOST_RAM/HOST_CPU, opcionalmente seguido de [-|*]<float> (por exemplo,memory=HOST_RAM*.1,HOST_RAM*.2,HOST_RAM*.3,HOST_RAM*.4). Os recursos de teste padrão especificados por essa flag são substituídos por recursos explícitos especificados nas tags.
--[no]experimental_android_use_parallel_dex2oat padrão: "false"
Usar o dex2oat em paralelo para acelerar o android_test.
Tags: loading_and_analysis, host_machine_resource_optimizations, experimental
--flaky_test_attempts=<a positive integer, the string "default", or test_regex@attempts. This flag may be passed more than once> usos múltiplos são acumulados
Cada teste é repetido até o número especificado de vezes em caso de falha. Os testes que precisaram de mais de uma tentativa de aprovação são marcados como "FLAKY" no resumo. Normalmente, o valor especificado é apenas um número inteiro ou a string "padrão". Se for um número inteiro, todos os testes serão executados até N vezes. Se for "default", será feita apenas uma única tentativa de teste para testes regulares e três para testes marcados explicitamente como instáveis pela regra (atributo "flaky=1"). Sintaxe alternativa: regex_filter@flaky_test_attempts. Em que flaky_test_attempts é como o exemplo acima e regex_filter representa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --runs_per_test). Exemplo: --flaky_test_attempts=//foo/.*,-//foo/bar/.*@3 limpa todos os testes em //foo/, exceto aqueles em foo/bar três vezes. Essa opção pode ser enviada várias vezes. O argumento transmitido mais recentemente que corresponde tem prioridade. Se nada corresponder, o comportamento será como se fosse "default" (padrão).
Tags: execution
--[no]ios_memleaks padrão: "false"
Ative a verificação de vazamentos de memória em destinos ios_test.
Tags: action_command_lines
--ios_simulator_device=<a string> padrão: consultar descrição
O dispositivo que será simulado ao executar um aplicativo iOS no simulador, por exemplo, "iPhone 6". Para ver uma lista de dispositivos, execute "xcrun simctl list devicetypes" na máquina em que o simulador será executado.
Tags: test_runner
--ios_simulator_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
A versão do iOS a ser executada no simulador durante a execução ou teste. Isso será ignorado nas regras ios_test se um dispositivo de destino for especificado na regra.
Tags: test_runner
--local_test_jobs=<an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> padrão: "auto"
O número máximo de jobs de teste locais a serem executados simultaneamente. Toma um número inteiro ou uma palavra-chave ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), opcionalmente seguida por uma operação ([-|*]<float>), por exemplo: "auto", "HOST_CPUS*.5". 0 significa que os recursos locais vão limitar o número de jobs de teste locais a serem executados simultaneamente. Configurar esse valor como "--jobs" não é eficaz.
Tags: execution
--runs_per_test=<a positive integer or test_regex@runs. This flag may be passed more than once> usos múltiplos são acumulados
Especifica o número de vezes que cada teste será executado. Se alguma dessas tentativas falhar por qualquer motivo, todo o teste será considerado reprovado. Normalmente, o valor especificado é apenas um número inteiro. Exemplo: --runs_per_test=3 executará todos os testes três vezes. Sintaxe alternativa: regex_filter@runs_per_test. Em que run_per_test representa um valor inteiro e regex_filter representa uma lista de padrões de expressão regular incluída e excluída (consulte também --instrumentation_filter). Exemplo: --runs_per_test=//foo/.*,-//foo/bar/.*@3 executa todos os testes em //foo/, exceto aqueles em foo/bar três vezes. Essa opção pode ser enviada várias vezes. O argumento transmitido mais recentemente que corresponde tem prioridade. Se nada corresponder, o teste será executado apenas uma vez.
--test_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica outras variáveis de ambiente que serão injetadas no ambiente do executor de testes. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será lido no ambiente do cliente do Bazel) ou pelo par nome=valor. Essa opção pode ser usada várias vezes para especificar diversas variáveis. Usado apenas pelo comando "bazel test".
Tags: test_runner
--[no]test_keep_going padrão: "verdadeiro"
Quando desativada, qualquer teste que não seja aprovado fará com que todo o build seja interrompido. Por padrão, todos os testes são executados, mesmo se alguns não forem aprovados.
Tags: execution
--test_strategy=<a string> padrão: ""
Especifica qual estratégia usar ao executar testes.
Tags: execution
--test_timeout=<a single integer or comma-separated list of 4 integers> padrão: "-1"
Substitua os valores de tempo limite padrão de teste para tempos limite de teste (em segundos). Se um único valor inteiro positivo for especificado, ele vai substituir todas as categorias. Se quatro números inteiros separados por vírgula forem especificados, eles substituirão os tempos limite para curtos, moderados, longos e eternos (nessa ordem). De qualquer forma, o valor -1 instrui o Blaze a usar os tempos limite padrão dessa categoria.
--test_tmpdir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório temporário de base para o "bazel test" a ser usado.
--[no]zip_undeclared_test_outputs padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as saídas de teste não declaradas serão arquivadas em um arquivo ZIP.
Tags: test_runner
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--cache_computed_file_digests=<a long integer> padrão: "50000"
Se for maior que 0, configura o Bazel para armazenar resumos de arquivos em cache na memória com base nos metadados deles, em vez de recalcular os resumos do disco sempre que forem necessários. Definir como 0 garante a correção, porque nem todas as mudanças podem ser observadas nos metadados do arquivo. Quando não for 0, o número indica o tamanho do cache como o número de resumos de arquivos a serem armazenados.
--[no]experimental_enable_skyfocus padrão: "false"
Se verdadeiro, permite o uso de --experimental_working_set para reduzir o consumo de memória do Bazel em builds incrementais. Esse recurso é conhecido como Skyfocus.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--[no]experimental_filter_library_jar_with_program_jar padrão: "false"
Filtre o ProgramJar do ProGuard para remover todas as classes presentes no LibraryJar.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_inmemory_dotd_files padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os arquivos .d do C++ serão transmitidos na memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_inmemory_jdeps_files padrão: "verdadeiro"
Se ativada, os arquivos de dependência (.jdeps) gerados por compilações Java serão transmitidos pela memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_retain_test_configuration_across_testonly padrão: "false"
Quando ativada, --trim_test_configuration não corta a configuração de teste das regras marcadas como testonly=1. Isso reduz os problemas de conflito de ações quando regras que não são de teste dependem de regras cc_test. Nenhum efeito se --trim_test_configuration for falsa.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]experimental_starlark_cc_import padrão: "false"
Se ativada, a versão Starlark de cc_import poderá ser usada.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_unsupported_and_brittle_include_scanning padrão: "false"
Define se é necessário restringir entradas para a compilação C/C++ analisando as linhas #include dos arquivos de entrada. Isso pode melhorar o desempenho e a incrementabilidade, diminuindo o tamanho das árvores de entrada de compilação. No entanto, isso também pode causar falhas nos builds, porque o scanner de inclusão não implementa totalmente a semântica do pré-processador C. Mais especificamente, ela não entende as diretivas #include dinâmicas e ignora a lógica condicional do pré-processador. Use por sua conta e risco. Todos os problemas relacionados a essa sinalização registrados serão encerrados.
Tags: loading_and_analysis, execution, changes_inputs
--experimental_working_set=<comma-separated list of options> padrão: ""
O conjunto de trabalho do Skyfocus. Especifique como caminhos relativos à raiz do espaço de trabalho separados por vírgulas. Esta é uma flag com estado. Ao definir um conjunto de trabalho, ele é mantido para invocações subsequentes, até que ele seja redefinido com um novo conjunto.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--[no]incremental_dexing padrão: "verdadeiro"
Faz a maior parte do trabalho de dexação separada para cada arquivo Jar.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--local_cpu_resources=<an integer, or "HOST_CPUS", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "HOST_CPUS"
Defina explicitamente o número total de núcleos de CPU local disponíveis para o Bazel gastar em ações de build executadas localmente. Toma um número inteiro, ou "HOST_CPUS", opcionalmente seguido por [-|*]<float> (por exemplo, HOST_CPUS*.5 para usar metade dos núcleos de CPU disponíveis). Por padrão, ("HOST_CPUS"), o Bazel vai consultar a configuração do sistema para estimar o número de núcleos de CPU disponíveis.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_extra_resources=<a named float, 'name=value'> usos múltiplos são acumulados
Define o número de recursos extras disponíveis para o Bazel. Usa um par flutuante de string. Pode ser usado várias vezes para especificar vários tipos de recursos extras. O Bazel limita as ações em execução simultânea com base nos recursos extras disponíveis e nos recursos extras necessários. Os testes podem declarar a quantidade de recursos extras necessários usando uma tag no formato "resources:<resoucename>:<amount>". A CPU, a RAM e os recursos disponíveis não podem ser definidos com esse flag.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_ram_resources=<an integer number of MBs, or "HOST_RAM", optionally followed by [-|*]<float>.> padrão: "HOST_RAM*.67"
Defina explicitamente a quantidade total de RAM do host local (em MB) disponível para o Bazel gastar em ações de build executadas localmente. Toma um número inteiro, ou "HOST_RAM", opcionalmente seguido por [-|*]<float> (por exemplo, HOST_RAM*.5 para usar metade da RAM disponível). Por padrão, ("HOST_RAM*.67"), o Bazel consultará a configuração do sistema para estimar a quantidade de RAM disponível e usará 67% dela.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--local_resources=<a named double, 'name=value', where value is an integer, or a keyword ("auto", "HOST_CPUS", "HOST_RAM"), optionally followed by an operation ([-|*]<float>) eg. "auto", "HOST_CPUS*.5"> usos múltiplos são acumulados
Define o número de recursos disponíveis para o Bazel. Faz uma atribuição para um ponto flutuante ou HOST_RAM/HOST_CPUS, opcionalmente seguido de [-|*]<float> (por exemplo, Memorystore=HOST_RAM*.5 para usar metade da RAM disponível). Pode ser usado várias vezes para especificar vários tipos de recursos. O Bazel limita as ações em execução simultânea com base nos recursos disponíveis e nos recursos necessários. Os testes podem declarar a quantidade de recursos necessários usando uma tag no formato "resources:<resource name>:<amount>". Modifica os recursos especificados por --local_{cpu|ram|extra}_resources.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--[no]objc_use_dotd_pruning padrão: "verdadeiro"
Se definido, os arquivos .d emitidos pelo Clang serão usados para remover o conjunto de entradas transmitidas para as compilações do objc.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]process_headers_in_dependencies padrão: "false"
Ao criar um destino //a:a, processe os cabeçalhos em todos os destinos de que //a:a depende (se o processamento do cabeçalho estiver ativado para o conjunto de ferramentas).
Tags: execution
--[no]trim_test_configuration padrão: "verdadeiro"
Quando ativadas, as opções relacionadas a testes serão apagadas abaixo do nível superior do build. Quando esse flag está ativo, os testes não podem ser criados como dependências de regras que não são de teste, mas mudanças nas opções relacionadas a testes não fazem com que as regras que não sejam de teste sejam analisadas novamente.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--build_event_upload_max_retries=<an integer> padrão: "4"
O número máximo de vezes que o Bazel precisa tentar fazer o upload de um evento de build novamente.
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]experimental_bep_target_summary padrão: "false"
Define se é necessário publicar eventos TargetSummary.
--[no]experimental_build_event_expand_filesets padrão: "false"
Se verdadeiro, expanda os conjuntos de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída.
Tags: affects_outputs
Se verdadeiro, resolve totalmente os links simbólicos relativos do conjunto de arquivos no BEP ao apresentar arquivos de saída. Requer --experimental_build_event_expand_filesets.
Tags: affects_outputs
--experimental_build_event_upload_retry_minimum_delay=<An immutable length of time.> padrão: "1s"
Atraso mínimo inicial para novas tentativas de espera exponencial quando o upload do BEP falha. (expoente: 1,6)
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_build_event_upload_strategy=<a string> padrão: consultar descrição
Seleciona como fazer upload dos artefatos referenciados no protocolo de evento de build.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_materialize_param_files_directly padrão: "false"
Para materializar arquivos de parâmetro, faça isso com gravações diretas no disco.
Tags: execution
--[no]experimental_run_bep_event_include_residue padrão: "false"
Define se o resíduo da linha de comando será incluído nos eventos de build de execução que podem conter o resíduo. Por padrão, o resíduo não é incluído nos eventos de build do comando de execução que podem conter o resíduo.
Tags: affects_outputs
--experimental_skyfocus_dump_keys=<none, count or verbose> padrão: "nenhum"
Para depurar o Skyfocus. Despeja as SkyKeys em foco (raízes, folhas, dependências em foco, rdeps focados).
Tags: terminal_output
--[no]experimental_skyfocus_dump_post_gc_stats padrão: "false"
Para depurar o Skyfocus. Se ativado, acione a GC manual antes/depois de focar para informar reduções de tamanho de heap. Isso vai aumentar a latência do Skyfocus.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_stream_log_file_uploads padrão: "false"
Fazer streaming dos uploads de arquivos de registro diretamente para o armazenamento remoto em vez de gravá-los no disco.
Tags: affects_outputs
--explain=<a path> padrão: consultar descrição
Faz com que o sistema de build explique cada etapa executada do build. A explicação é gravada no arquivo de registro especificado.
Tags: affects_outputs
--[no]legacy_important_outputs padrão: "verdadeiro"
Use essa opção para suprimir a geração do campo "important_outputs" legado no evento TargetComplete. "important_outputs" é necessário para a integração do Bazel com o ResultStore.
Tags: affects_outputs
--[no]materialize_param_files padrão: "false"
Grava arquivos de parâmetros intermediários na árvore de saída, mesmo ao usar a execução de ação remota. Útil ao depurar ações. Isso está implícito por --subcommands e --Details_Failures.
Tags: execution
--max_config_changes_to_show=<an integer> padrão: "3"
Ao descartar o cache de análise devido a uma mudança nas opções de build, os nomes de opções alterados são mostrados até o número determinado. Se o número fornecido for -1, todas as opções alteradas serão exibidas.
Tags: terminal_output
--max_test_output_bytes=<an integer> padrão: "-1"
Especifica o tamanho máximo de registro por teste que pode ser emitido quando --test_output é "errors" ou "all". Útil para evitar sobrecarregar a saída com uma saída de teste excessivamente ruidosa. O cabeçalho do teste é incluído no tamanho do registro. Valores negativos não implicam limite. A saída é tudo ou nada.
Tags: test_runner, terminal_output, execution
--output_filter=<a valid Java regular expression> padrão: consultar descrição
Mostra apenas avisos e saídas de ação para regras com um nome correspondente à expressão regular fornecida.
Tags: affects_outputs
--progress_report_interval=<an integer in 0-3600 range> padrão: "0"
O número de segundos para aguardar entre relatórios sobre jobs ainda em execução. O valor padrão 0 significa que o primeiro relatório será mostrado após 10 segundos, depois 30 segundos e, após esse progresso, será relatado uma vez por minuto. Quando --curses é ativado, o progresso é relatado a cada segundo.
Tags: affects_outputs
--show_result=<an integer> padrão: "1"
Mostra os resultados do build. Para cada destino, indique se ele foi atualizado ou não e, em caso afirmativo, uma lista dos arquivos de saída que foram criados. Os arquivos impressos são strings convenientes para copiar+colar no shell e executá-los. Essa opção requer um argumento inteiro, que é o número limite de destinos acima do qual as informações do resultado não são impressas. Assim, o zero causa a supressão da mensagem e MAX_INT faz com que a impressão do resultado sempre ocorra. O padrão é um. Se nada foi criado para um destino, seus resultados podem ser omitidos para manter a saída abaixo do limite.
Tags: affects_outputs
--[no]subcommands [-s] padrão: "falso"
Exibe os subcomandos executados durante uma compilação. Sinalizações relacionadas: --execution_log_json_file, --execution_log_binary_file (para registrar subcomandos em um arquivo em um formato compatível com ferramentas).
Tags: terminal_output
--test_output=<summary, errors, all or streamed> padrão: "resumo"
Especifica o modo de saída desejado. Os valores válidos são "summary" para gerar apenas o resumo do status de teste, "errors" para imprimir registros de testes com falha, "all" para imprimir registros de todos os testes e "stream" para gerar registros de todos os testes em tempo real. Isso forçará a execução dos testes localmente, um de cada vez, independentemente do valor de --test_strategy.
Tags: test_runner, terminal_output, execution
--test_summary=<short, terse, detailed, none or testcase> padrão: "curta"
Especifica o formato desejado para o resumo do teste. Os valores válidos são "curto" para imprimir informações apenas sobre os testes executados, "terse", para imprimir informações apenas sobre testes mal-sucedidos que foram executados, "detalhado" para imprimir informações detalhadas sobre casos de teste com falha, "caso de teste" para imprimir um resumo na resolução de casos de teste, não imprime informações detalhadas sobre casos de teste com falha e "nenhum" para omitir o resumo.
Tags: terminal_output
--toolchain_resolution_debug=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-.*"
Mostra informações de depuração durante a resolução do conjunto de ferramentas. A sinalização usa uma regex, que é verificada em relação aos tipos de conjunto de ferramentas e destinos específicos para ver qual deve ser depurado. Várias regex podem ser separadas por vírgulas, e cada regex é verificada separadamente. Observação: a saída dessa sinalização é muito complexa e provavelmente será útil apenas para especialistas em resolução de conjunto de ferramentas.
Tags: terminal_output
--[no]verbose_explanations padrão: "false"
Aumenta o nível de detalhes das explicações emitidas se --explain estiver ativado. Não terá efeito se --explain não estiver ativado.
Tags: affects_outputs
--[no]verbose_failures padrão: "false"
Se um comando falhar, imprima a linha de comando completa.
Tags: terminal_output
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--aspects_parameters=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Especifica os valores dos parâmetros de aspectos da linha de comando. Cada valor de parâmetro é especificado por meio de <param_name>=<param_value>, por exemplo, "my_param=my_val", em que "my_param" é um parâmetro de algum aspecto em --aspects list ou é obrigatório por um aspecto na lista. Essa opção pode ser usada várias vezes. No entanto, não é permitido atribuir valores ao mesmo parâmetro mais de uma vez.
Tags: loading_and_analysis
--flag_alias=<a 'name=value' flag alias> usos múltiplos são acumulados
Define um nome abreviado para uma flag Starlark. Ele usa um único par de chave-valor no formato "<key>=<value>" como argumento.
Tags: changes_inputs
--[no]incompatible_default_to_explicit_init_py padrão: "false"
Essa sinalização altera o comportamento padrão para que os arquivos __init__.py não sejam mais criados automaticamente nos arquivos de execução dos destinos do Python. Exatamente, quando um destino py_binary ou py_test tem legacy_create_init definido como "auto" (o padrão), ele será tratado como falso somente se essa sinalização estiver definida. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/10076.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py2_outputs_are_suffixed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os destinos criados na configuração do Python 2 vão aparecer em uma raiz de saída que inclui o sufixo "-py2", enquanto os destinos criados para Python 3 vão aparecer em uma raiz sem sufixo relacionado ao Python. Isso significa que o link simbólico de conveniência `bazel-bin` apontará para destinos do Python 3 em vez do Python 2. Se você ativar esta opção, também será recomendado ativar "--incompatible_py3_is_default".
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py3_is_default padrão: "verdadeiro"
Se for verdadeiro, os destinos "py_binary" e "py_test" que não definirem o atributo "python_version" (ou "default_python_version") serão padronizados como PY3 em vez de PY2. Se você definir essa flag, também vai ser recomendado definir "--incompatible_py2_outputs_are_sufFixed".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_use_python_toolchains padrão: "verdadeiro"
Se definidas como "true", as regras executáveis do Python nativo usam o ambiente de execução do Python especificado pelo conjunto de ferramentas do Python, em vez do ambiente de execução fornecido por sinalizações legadas, como --python_top.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--python_version=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
O modo de versão principal do Python, "PY2" ou "PY3". Ele é substituído pelos destinos "py_binary" e "py_test", mesmo que não especifiquem explicitamente uma versão. Por isso, geralmente não há muitas razões para fornecer essa flag.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--target_pattern_file=<a string> padrão: ""
Se definido, o build vai ler padrões do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. É um erro especificar um arquivo aqui, assim como padrões de linha de comando.
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_remote_cache_eviction_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de novas tentativas se o build encontrar um erro de remoção de cache remoto. Um valor diferente de zero será definido implicitamente "--incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs" como verdadeiro. Um novo ID de invocação será gerado para cada tentativa. Se você gerar um código de invocação e fornecê-lo ao Bazel com --invocation_id, não use essa sinalização. Em vez disso, defina a flag --incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs e procure o código de saída 39.
Tags: execution
--[no]incompatible_remote_use_new_exit_code_for_lost_inputs padrão: "verdadeiro"
Se definido como verdadeiro, o Bazel usará o novo código de saída 39 em vez de 34 se o cache remoto remover blobs durante a compilação.
Tags: incompatible_change
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--[no]allow_analysis_cache_discard padrão: "verdadeiro"
Se o cache de análise for descartado devido a uma mudança no sistema de build, definir essa opção como "false" vai fazer com que o Bazel seja fechado, em vez de continuar com o build. Essa opção não tem efeito quando "discard_analysis_cache" também está definido.
Tags: eagerness_to_exit
--[no]build_manual_tests padrão: "false"
Força a criação de destinos de teste marcados como "manual". testes "manuais" são excluídos do processamento. Essa opção força a criação (mas não execução).
--build_tag_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista de tags separadas por vírgulas. Cada tag pode ser precedida opcionalmente por "-" para especificar as tags excluídas. Somente os destinos que contêm pelo menos uma tag incluída e não contêm tags excluídas serão criados. Essa opção não afeta o conjunto de testes executados com o comando "test". Eles são regidos pelas opções de filtragem de teste, por exemplo, "--test_tag_filters".
--[no]build_tests_only padrão: "false"
Se especificada, apenas as regras *_test e test_suite serão criadas, e outros destinos especificados na linha de comando serão ignorados. Por padrão, tudo o que foi solicitado será criado.
--[no]cache_test_results [-t] padrão: "auto"
Se definido como "auto", o Bazel vai executar um teste novamente apenas se: (1) o Bazel detectar mudanças no teste ou nas dependências, (2) o teste for marcado como externo, (3) várias execuções de teste tiverem sido solicitadas com --runs_per_test ou(4) o teste tiver falhado anteriormente. Se definido como "yes", o Bazel armazenará todos os resultados de testes em cache, exceto aqueles marcados como externos. Se definido como "no", o Bazel não armazena os resultados de testes em cache.
--[no]compile_one_dependency padrão: "false"
Compila uma única dependência dos arquivos de argumento. Isso é útil para a verificação de sintaxe de arquivos de origem em ambientes de desenvolvimento integrado, por exemplo, ao recriar um único destino que depende do arquivo de origem para detectar erros o mais cedo possível no ciclo de edição/compilação/teste. Esse argumento afeta a maneira como todos os argumentos não flag são interpretados. Em vez de serem destinos para build, eles são nomes de arquivo de origem. Para cada nome de arquivo de origem, será criado um destino arbitrário que depende dele.
--deleted_packages=<comma-separated list of package names> usos múltiplos são acumulados
Uma lista separada por vírgulas de nomes de pacotes que o sistema de build vai considerar inexistente, mesmo que estejam visíveis em algum lugar do caminho do pacote. Use esta opção ao excluir um subpacote "x/y" de um pacote "x" existente. Por exemplo, depois de excluir x/y/BUILD no cliente, o sistema de compilação poderá informar se encontrar um rótulo "//x:y/z" se ele ainda for fornecido por outra entrada package_path. Especificar --deleted_packages x/y evita esse problema.
--[no]discard_analysis_cache padrão: "false"
Descarte o cache de análise imediatamente após a conclusão da fase de análise. Reduz o uso da memória em cerca de 10%, mas torna os builds incrementais mais lentos.
--execution_log_binary_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como protos SpawnExec delimitados por comprimento, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. Sinalizações relacionadas: --execution_log_json_file (formato de texto JSON; mutuamente exclusivo), --execution_log_sort (se é para classificar o registro de execução), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--execution_log_json_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como representações JSON delimitadas por nova linha de protos SpawnExec, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. Sinalizações relacionadas: --execution_log_binary_file (formato protobuf binário; mutuamente exclusivo), --execution_log_sort (para classificação do registro de execução), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--[no]execution_log_sort padrão: "verdadeiro"
Define se o registro de execução precisa ser classificado, facilitando a comparação de registros entre as invocações. Defina como falso para evitar o uso potencialmente significativo de CPU e memória no final da invocação, ao custo de produzir o registro em ordem de execução não determinista. Aplica-se apenas aos formatos binário e JSON. O formato compacto nunca é classificado.
--[no]expand_test_suites padrão: "verdadeiro"
Expanda os destinos test_suite nos testes integrantes antes da análise. Quando esse flag estiver ativado (o padrão), os padrões de segmentação negativa serão aplicados aos testes que pertencem ao pacote. Caso contrário, eles não serão aplicados. Desativar essa flag é útil quando aspectos de nível superior são aplicados na linha de comando para que eles possam analisar destinos test_suite.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_cancel_concurrent_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Blaze vai cancelar os testes simultâneos na primeira execução. Isso só é útil em combinação com --runs_per_test_detects_flakes.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--experimental_execution_log_compact_file=<a path> padrão: consultar descrição
Registre os spawns executados nesse arquivo como protos ExecLogEntry delimitados por comprimento, de acordo com src/main/protobuf/spawn.proto. O arquivo inteiro é compactado em zstd. Esse é um formato experimental em desenvolvimento ativo e pode mudar a qualquer momento. Sinalizações relacionadas: --execution_log_binary_file (formato protobuf binário; mutuamente exclusivo), --execution_log_json_file (formato JSON de texto; mutuamente exclusivo), --subcomandos (para exibir subcomandos na saída do terminal).
--experimental_extra_action_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: ""
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Filtra o conjunto de destinos para programar extra_actions.
--[no]experimental_extra_action_top_level_only padrão: "false"
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Programe apenas extra_actions para metas de nível superior.
--[no]experimental_fetch_all_coverage_outputs padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel busca todo o diretório de dados de cobertura para cada teste durante uma execução de cobertura.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_generate_llvm_lcov padrão: "false"
Se verdadeiro, a cobertura para o Clang vai gerar um relatório de LCOV.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_j2objc_header_map padrão: "verdadeiro"
Define se o mapa de cabeçalho J2ObjC será gerado em paralelo à transcompilação J2ObjC.
--[no]experimental_j2objc_shorter_header_path padrão: "false"
Define se precisa ser gerado com um caminho de cabeçalho mais curto (usa "_ios" em vez de "_j2objc").
Tags: affects_outputs
--experimental_java_classpath=<off, javabuilder or bazel> padrão: "javabuilder"
Ativa caminhos de classe reduzidos para compilações Java.
--[no]experimental_limit_android_lint_to_android_constrained_java padrão: "false"
Limitar --experimental_run_android_lint_on_java_rules a bibliotecas compatíveis com o Android.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_run_android_lint_on_java_rules padrão: "false"
Define se é necessário validar origens java_*.
Tags: affects_outputs
--[no]explicit_java_test_deps padrão: "false"
Especificar explicitamente uma dependência para JUnit ou Hamcrest em um java_test, em vez de obter acidentalmente das dependências do TestRunner. No momento, só funciona para o Bazel.
--[no]fetch padrão: "verdadeiro"
Permite que o comando busque dependências externas. Se definido como falso, o comando vai usar qualquer versão armazenada em cache da dependência e, se não existir nenhuma, o comando vai resultar em falha.
--host_java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java usada por ferramentas executadas durante um build.
--host_javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac ao criar ferramentas que são executadas durante um build.
--host_jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a VM Java ao criar ferramentas que são executadas durante o build. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--[no]incompatible_check_sharding_support padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel vai falhar em um teste fragmentado se o executor do teste não indicar que oferece suporte à fragmentação tocando no arquivo no caminho em TEST_SHARD_STATUS_FILE. Se for falso, um executor de testes que não oferece suporte a fragmentação fará com que todos os testes sejam executados em cada fragmento.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_exclusive_test_sandboxed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, testes exclusivos serão executados com a estratégia no modo sandbox. Adicione a tag "local" para forçar a execução local de um teste exclusivo
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_strict_action_env padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usa um ambiente com um valor estático para PATH e não herda LD_LIBRARY_PATH. Use --action_env=ENV_VARIABLE se quiser herdar variáveis de ambiente específicas do cliente, mas isso pode impedir o armazenamento em cache entre usuários se um cache compartilhado for usado.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--j2objc_translation_flags=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a ferramenta J2ObjC.
--java_debug
Faz com que a máquina virtual Java de um teste Java aguarde uma conexão de um depurador compatível com JDWP (como jdb) antes de iniciar o teste. Implica -test_output=streamed.
Expande-se para:
  --test_arg=--wrapper_script_flag=--debug
  --test_output=streamed
  --test_strategy=exclusive
  --test_timeout=9999
  --nocache_test_results
--[no]java_deps padrão: "verdadeiro"
Gera informações de dependência (por enquanto, caminho de classe do tempo de compilação) por destino Java.
--[no]java_header_compilation padrão: "verdadeiro"
Compile ijars diretamente da fonte.
--java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java
--java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java para usar na criação de binários do Java. Se esse flag estiver definido como a string vazia, o inicializador do JDK será usado. O atributo "launcher" modifica essa sinalização.
--java_runtime_version=<a string> padrão: "local_jdk"
A versão do ambiente de execução do Java
--javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac.
--jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a VM Java. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--legacy_main_dex_list_generator=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para gerar a lista de classes que precisam estar no dex principal ao compilar o multidex legado.
--local_termination_grace_seconds=<an integer> padrão: "15"
Tempo de espera entre o encerramento de um processo local devido ao tempo limite e o encerramento forçado.
--optimizing_dexer=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para fazer a dexação sem fragmentação.
--package_path=<colon-separated list of options> padrão: "%workspace%"
Uma lista separada por dois pontos de onde procurar pacotes. Os elementos que começam com "%workspace%" são relativos ao espaço de trabalho incluído. Se omitido ou vazio, o padrão será a saída de "bazel info default-package-path".
--plugin=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Plug-ins para usar no build. Atualmente funciona com java_plugin.
--proguard_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica qual versão do ProGuard usar para remoção de código ao criar um binário Java.
--proto_compiler=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:protoc"
O rótulo do proto-compilador.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_cc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:cc_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset(), que descreve como compilar protos em C++.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_j2objc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/j2objc:j2objc_proto_dataset"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos j2objc
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_java=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:java_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos Java.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_javalite=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:javalite_toolkit"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar .protos do JavaLite
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--protocopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador protobuf.
Tags: affects_outputs
--[no]runs_per_test_detects_flakes padrão: "false"
Se verdadeiro, qualquer fragmento em que pelo menos uma execução/tentativa passa e pelo menos uma execução/tentativa falha recebe um status FLAKY.
--shell_executable=<a path> padrão: consultar descrição
Caminho absoluto para o executável shell para uso pelo Bazel. Se a política não for definida, mas a variável de ambiente BAZEL_SH for definida na primeira invocação do Bazel (que inicia um servidor dele), o Bazel vai usá-la. Se nenhum deles for definido, o Bazel vai usar um caminho padrão codificado dependendo do sistema operacional em que é executado (Windows: c:/tools/msys64/usr/bin/bash.exe, FreeBSD: /usr/local/bin/bash, todos os outros: /bin/bash). Observe que o uso de um shell não compatível com bash pode levar a falhas de compilação ou de tempo de execução dos binários gerados.
Tags: loading_and_analysis
--[no]show_loading_progress padrão: "verdadeiro"
Se ativada, faz com que o Bazel mostre as mensagens "Carregando pacote:".
--test_arg=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica opções e argumentos adicionais que precisam ser transmitidos para o executável do teste. Pode ser usado várias vezes para especificar vários argumentos. Se vários testes forem executados, cada um deles vai receber argumentos idênticos. Usado apenas pelo comando "bazel test".
--test_filter=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um filtro para encaminhar ao framework de teste. Usado para limitar a execução de testes. Isso não afeta quais destinos são criados.
--test_lang_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de idiomas de teste. Cada idioma pode ser precedido por um "-" para especificar os idiomas excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que foram escritos nos idiomas especificados. O nome usado para cada idioma deve ser o mesmo que o prefixo de idioma na regra *_test, por exemplo, "cc", "java", "py" etc. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_result_expiration=<an integer> padrão: "-1"
Esta opção foi descontinuada e não tem efeito.
--[no]test_runner_fail_fast padrão: "false"
A opção de falha rápida encaminha para o executor de testes. O executor de testes deve interromper a execução após a primeira falha.
--test_sharding_strategy=<explicit, disabled or forced=k where k is the number of shards to enforce> padrão: "explícito"
Especifique a estratégia de fragmentação de testes: "explicit" para usar a fragmentação apenas se o atributo BUILD "shard_count" estiver presente. "desativado" para nunca usar a fragmentação de testes. "forced=k" para aplicar "k" a fragmentos "k" para testes, independente do atributo BUILD "shard_count".
--test_size_filters=<comma-separated list of values: small, medium, large or enormous> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tamanhos de teste. Cada tamanho pode ser precedido por um "-" para especificar os tamanhos excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos um tamanho incluído e não contêm nenhum tamanho excluído. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_tag_filters=<comma-separated list of options> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tags de teste. Cada tag pode ser precedida opcionalmente por "-" para especificar as tags excluídas. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos uma tag incluída e não contêm nenhuma tag excluída. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--test_timeout_filters=<comma-separated list of values: short, moderate, long or eternal> padrão: ""
Especifica uma lista separada por vírgulas de tempos limite de teste. Cada tempo limite pode ser precedido por um "-" para especificar os tempos limite excluídos. Serão encontrados somente os destinos de teste que contêm pelo menos um tempo limite incluído e não contêm nenhum tempo limite excluído. Essa opção afeta o comportamento --build_tests_only e o comando de teste.
--tool_java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java usada para executar as ferramentas necessárias durante um build
--tool_java_runtime_version=<a string> padrão: "remotejdk_11"
A versão do ambiente de execução do Java usada para executar ferramentas durante o build
--[no]use_ijars padrão: "verdadeiro"
Se ativada, essa opção faz com que a compilação Java use jars de interface. Isso resulta em uma compilação incremental mais rápida, mas as mensagens de erro podem ser diferentes.

Opções de flags canônicas

Herda todas as opções do build.

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]canonicalize_policy padrão: "false"
Gere a política canônica depois da expansão e da filtragem. Para manter a saída limpa, os argumentos de comando canônicos NÃO vão aparecer quando essa opção for definida como verdadeira. Observe que o comando especificado por --for_command afeta a política filtrada e, se nenhuma for especificada, o comando padrão será "build".
Tags: affects_outputs, terminal_output
--[no]experimental_include_default_values padrão: "verdadeiro"
Define se as opções do Starlark definidas com os valores padrão serão incluídas na saída.
Tags: affects_outputs, terminal_output
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, .bzl ou WORKSPACE:
--[no]incompatible_config_setting_private_default_visibility padrão: "false"
Se incompatible_enforce_config_setting_visibilidade=false, isso é um ambiente autônomo. Caso contrário, se o flag for falso, qualquer config_setting sem um atributo de visibilidade explícito será //Visibility:public. Se essa sinalização for verdadeira, config_setting vai seguir a mesma lógica de visibilidade de todas as outras regras. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12933.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enforce_config_setting_visibility padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, aplique restrições de visibilidade config_setting. Se for falso, todos os config_setting serão visíveis para todos os destinos. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/12932.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
--for_command=<a string> padrão: "build"
O comando em que as opções precisam ser canonizadas.
Tags: affects_outputs, terminal_output
--invocation_policy=<a string> padrão: ""
Aplica uma política de invocação às opções a serem canônicas.
Tags: affects_outputs, terminal_output
Opções de execução e armazenamento remoto em cache:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--deleted_packages=<comma-separated list of package names> usos múltiplos são acumulados
Uma lista separada por vírgulas de nomes de pacotes que o sistema de build vai considerar inexistente, mesmo que estejam visíveis em algum lugar do caminho do pacote. Use esta opção ao excluir um subpacote "x/y" de um pacote "x" existente. Por exemplo, depois de excluir x/y/BUILD no cliente, o sistema de compilação poderá informar se encontrar um rótulo "//x:y/z" se ele ainda for fornecido por outra entrada package_path. Especificar --deleted_packages x/y evita esse problema.
--[no]fetch padrão: "verdadeiro"
Permite que o comando busque dependências externas. Se definido como falso, o comando vai usar qualquer versão armazenada em cache da dependência e, se não existir nenhuma, o comando vai resultar em falha.
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--package_path=<colon-separated list of options> padrão: "%workspace%"
Uma lista separada por dois pontos de onde procurar pacotes. Os elementos que começam com "%workspace%" são relativos ao espaço de trabalho incluído. Se omitido ou vazio, o padrão será a saída de "bazel info default-package-path".
--[no]show_loading_progress padrão: "verdadeiro"
Se ativada, faz com que o Bazel mostre as mensagens "Carregando pacote:".

Opções limpas

Herda todas as opções do build.

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]async padrão: "false"
Se verdadeiro, a limpeza de saída é assíncrona. Quando o comando for concluído, será seguro executar novos comandos no mesmo cliente, mesmo que a exclusão possa continuar em segundo plano.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--[no]expunge padrão: "false"
Se verdadeiro, clean remove toda a árvore de trabalho dessa instância do Bazel, incluindo todos os arquivos de saída temporários e de saída de build criados pelo Bazel, e interrompe o servidor do Bazel se ele estiver em execução.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--expunge_async
Se especificado, clean remove de maneira assíncrona toda a árvore de trabalho dessa instância do Bazel, que inclui todos os arquivos de saída temporários e de saída de build criados pelo Bazel, e interrompe o servidor do Bazel se ele estiver em execução. Quando o comando for concluído, será seguro executar novos comandos no mesmo cliente, mesmo que a exclusão possa continuar em segundo plano.
Expande-se para:
  --expunge
  --async

Tags: host_machine_resource_optimizations
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API Build acessível a arquivos BUILD, .bzl ou WORKSPACE.:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".

Opções de configuração

Opções de cobertura

Herda todas as opções de test.

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".

Opções do Cquery

Herda todas as opções de test.

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica da consulta:
--aspect_deps=<off, conservative or precise> padrão: "conservador"
Como resolver dependências de aspecto quando o formato de saída é {xml,proto,record}. "Desativado" significa que nenhuma dependência de aspecto é resolvida, "conservadora" (padrão) significa que todas as dependências de aspecto declaradas são adicionadas, independentemente de receberem a classe de regra de dependências diretas. "Exata" significa que somente os aspectos que podem ser ativos, dada a classe de regra das dependências diretas, são adicionados. O modo preciso exige o carregamento de outros pacotes para avaliar um único destino, o que o torna mais lento do que os outros modos. Observe também que mesmo o modo preciso não é completamente preciso: a decisão de computar um aspecto é decidida na fase de análise, que não é executada durante a "consulta Bazel".
Tags: build_file_semantics
--[no]consistent_labels padrão: "false"
Se ativada, todos os comandos de consulta emitem rótulos como se pela função <code>str</code> de Starlark aplicada a uma instância de <code>Label</code>. Isso é útil para ferramentas que precisam corresponder à saída de diferentes comandos de consulta e/ou rótulos emitidos por regras. Se não estiverem ativados, os formatadores de saída poderão emitir nomes de repositório aparentes (em relação ao repositório principal) para tornar a saída mais legível.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_explicit_aspects padrão: "false"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]graph:factored padrão: "verdadeiro"
Se o valor for "true", o gráfico será "fatorado", ou seja, os nós equivalentes topológicos serão mesclados e seus rótulos concatenados. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--graph:node_limit=<an integer> padrão: "512"
O tamanho máximo da string de rótulo para um nó do gráfico na saída. Os rótulos mais longos serão truncados, e -1 significa que não há truncamento. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--[no]implicit_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências implícitas serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma dependência implícita é aquela que não é explicitamente especificada no arquivo BUILD, mas é adicionada pelo Bazel. Para cquery, essa opção controla a filtragem de conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--[no]include_aspects padrão: "verdadeiro"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]incompatible_package_group_includes_double_slash padrão: "verdadeiro"
Se ativado, o "//" inicial não será omitido ao gerar o atributo `packages` do package_group.
Tags: terminal_output, incompatible_change
--[no]infer_universe_scope padrão: "false"
Se "set" e "--universe_scope" não estiver definido, um valor de "--universe_scope" será inferido como a lista de padrões de destino únicos na expressão de consulta. O valor --universe_scope inferido para uma expressão de consulta que usa funções com escopo do universo (por exemplo, "allrdeps") pode não ser o que você quer. Portanto, use essa opção apenas se souber o que está fazendo. Acesse https://bazel.build/reference/query#sky-query para ver detalhes e exemplos. Se --universe_scope for definido, o valor dessa opção será ignorado. Observação: esta opção se aplica apenas a "query". Ou seja, não a "cquery".
Tags: loading_and_analysis
--[no]line_terminator_null padrão: "false"
Define se cada formato é encerrado com \0 em vez de nova linha.
Tags: terminal_output
--[no]nodep_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências dos atributos "nodep" serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Um exemplo comum de atributo "nodep" é "visibilidade". Execute e analise a saída de `info build-language` para saber mais sobre todos os atributos "nodep" na linguagem de build.
Tags: build_file_semantics
--output=<a string> padrão: "rótulo"
O formato em que os resultados do cquery precisam ser impressos. Os valores permitidos para o cquery são: label, label_kind, textproto, transições, proto, streaming_proto, jsonproto. Se você selecionar "transições", também precisará especificar a opção --transitions=(lite|full).
Tags: terminal_output
--[no]proto:default_values padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os atributos cujo valor não está especificado explicitamente no arquivo BUILD são incluídos. Caso contrário, eles são omitidos. Essa opção é aplicável a --output=proto
Tags: terminal_output
--[no]proto:definition_stack padrão: "false"
Preencha o campo protodefinition_stack, que registra para cada instância de regra na pilha de chamadas do Starlark no momento em que a classe da regra foi definida.
Tags: terminal_output
--[no]proto:flatten_selects padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os atributos configuráveis criados por select() são nivelados. Para tipos de lista, a representação simplificada é uma lista que contém cada valor do mapa de seleção exatamente uma vez. Os tipos escalares são nivelados para nulos.
Tags: build_file_semantics
--[no]proto:include_attribute_source_aspects padrão: "false"
Preencha o campo proto source_aspect_name de cada atributo com o aspecto de origem de origem dele (string vazia, caso contrário).
Tags: terminal_output
--[no]proto:include_configurations padrão: "verdadeiro"
se ativado, a saída do proto incluirá informações sobre configurações. Quando desativado,o formato de saída proto cquery é semelhante ao formato de saída de consulta.
Tags: affects_outputs
--[no]proto:include_synthetic_attribute_hash padrão: "false"
Se é necessário ou não calcular e preencher o atributo $internal_attr_hash.
Tags: terminal_output
--[no]proto:instantiation_stack padrão: "false"
Preencha a pilha de chamadas de instanciação de cada regra. Isso exige que a pilha esteja presente.
Tags: terminal_output
--[no]proto:locations padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fornecer informações de localização na saída proto.
Tags: terminal_output
--proto:output_rule_attrs=<comma-separated list of options> padrão: "todos"
Lista separada por vírgulas de atributos a serem incluídos na saída. O padrão é todos os atributos. Defina como uma string vazia para não gerar nenhum atributo. Essa opção é aplicável a --output=proto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:rule_inputs_and_outputs padrão: "verdadeiro"
Se os campos "rule_input" e "rule_output" serão preenchidos ou não.
Tags: terminal_output
--query_file=<a string> padrão: ""
Se definido, a consulta lerá a consulta a partir do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. Especificar um arquivo aqui bem como uma consulta de linha de comando será um erro.
Tags: changes_inputs
--[no]relative_locations padrão: "false"
Se for verdadeiro, o local dos arquivos BUILD nas saídas xml e proto será relativo. Por padrão, a saída do local é um caminho absoluto e não será consistente entre as máquinas. É possível definir essa opção como verdadeira para ter um resultado consistente em todas as máquinas.
Tags: terminal_output
--show_config_fragments=<off, direct or transitive> padrão: "desativado"
Mostra os fragmentos de configuração exigidos por uma regra e as dependências transitivas dela. Isso pode ser útil para avaliar quanto um gráfico de destino configurado pode ser reduzido.
Tags: affects_outputs
--starlark:expr=<a string> padrão: ""
Uma expressão Starlark para formatar cada destino configurado no modo --output=starlark do cquery. O destino configurado está vinculado a "target". Se --starlark:expr ou --starlark:file não forem especificadas, essa opção será padronizada como "str(target.label)'. Ocorrerá um erro especificar --starlark:expr e --starlark:file.
Tags: terminal_output
--starlark:file=<a string> padrão: ""
O nome de um arquivo que define uma função Starlark chamada "format", de um argumento, que é aplicado a cada destino configurado para formatá-lo como uma string. Ocorrerá um erro especificar --starlark:expr e --starlark:file. Consulte a ajuda de --output=starlark para obter mais detalhes.
Tags: terminal_output
--[no]tool_deps padrão: "verdadeiro"
Consulta: se desativada, as dependências em "exec configuration" não serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma borda de dependência "exec configuration", como aquela de qualquer regra "proto_library" para o Protocol Compiler, geralmente aponta para uma ferramenta executada durante a compilação em vez de uma parte do mesmo programa "target". Cquery: se desativado, filtra todos os destinos configurados que cruzam uma transição de execução do destino de nível superior que descobriu esse destino configurado. Isso significa que, se o destino de nível superior estiver na configuração de destino, somente os destinos configurados também na configuração de destino serão retornados. Se o destino de nível superior estiver na configuração "exec", somente os destinos configurados para "exec" serão retornados. Essa opção NÃO excluirá os conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--transitions=<full, lite or none> padrão: "nenhum"
O formato em que o cquery imprimirá as informações de transição.
Tags: affects_outputs
--universe_scope=<comma-separated list of options> padrão: ""
Um conjunto separado por vírgulas de padrões de destino (aditivo e subtrativo). A consulta pode ser realizada no universo definido pelo fechamento transitivo dos destinos especificados. Esta opção é usada para os comandos query e cquery. Para cquery, a entrada para essa opção são os destinos em que todas as respostas são construídas e, portanto, essa opção pode afetar configurações e transições. Se essa opção não for especificada, os destinos de nível superior serão considerados os destinos analisados na expressão de consulta. Observação: para cquery, não especificar essa opção pode causar falhas na compilação se os destinos analisados pela expressão de consulta não puderem ser compilados com opções de nível superior.
Tags: loading_and_analysis
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_threshold=<an integer> padrão: "85"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida é pelo menos esse limite, ele vai eliminar o estado temporário do Skyframe desnecessário. Ajustar isso pode permitir reduzir o impacto da sobrecarga de GC no tempo decorrido, quando a sobrecarga de GC é (i) causada pelo uso da memória desse estado temporário e (ii) mais cara do que a reconstituição do estado quando necessário.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--experimental_command_profile=<cpu, wall, alloc or lock> padrão: consultar descrição
Registra um perfil do Java Flight Recorder durante o comando. Um dos tipos de evento de criação de perfil compatíveis (cpu, parede, alocação ou bloqueio) precisa ser fornecido como argumento. O perfil é gravado em um arquivo nomeado de acordo com o tipo de evento no diretório base de saída. A sintaxe e a semântica dessa sinalização podem mudar no futuro para oferecer suporte a tipos de perfil ou formatos de saída adicionais. Use por sua conta e risco.
--[no]experimental_record_metrics_for_all_mnemonics padrão: "false"
Por padrão, o número de tipos de ação é limitado às 20 mnemônicas com o maior número de ações executadas. Definir esta opção gravará estatísticas para todas as mnemônicas.
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--experimental_resolved_file_instead_of_workspace=<a string> padrão: ""
Se não estiver vazio, leia o arquivo resolvido especificado em vez do arquivo do ESPAÇO DE TRABALHO
Tags: changes_inputs
Opções de execução e armazenamento remoto:
--experimental_downloader_config=<a string> padrão: consultar descrição
Especifique um arquivo para configurar a ferramenta de download remoto. Esse arquivo é composto de linhas, cada uma começando com uma diretiva ("allow", "block" ou "rewrite") seguida de um nome de host (para "allow" e "block") ou dois padrões, um para corresponder e outro para usar como URL substituto, com referências anteriores começando em "$1". É possível que várias diretivas "rewrite" sejam retornadas para o mesmo URL. Nesse caso, serão retornados vários URLs.
--experimental_worker_for_repo_fetching=<off, platform, virtual or auto> padrão: "auto"
O modo de linha de execução a ser usado para a busca de repositório. Se for definida como "desativada", nenhuma linha de execução de worker será usada, e a busca do repositório estará sujeita a reinicializações. Caso contrário, usa uma linha de execução de plataforma (ou seja, linha de execução do SO), se definida como "platform", ou uma linha de execução virtual se definida como "virtual". Se definida como "auto", as linhas de execução virtuais serão usadas se disponíveis (ou seja, em execução no JDK 21 ou mais recente). Caso contrário, nenhuma linha de execução de worker será usada.
Opções diversas, não categorizadas de outra forma:
--override_repository=<an equals-separated mapping of repository name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um repositório por um caminho local no formato <repository name>=<path>. Se o caminho indicado for absoluto, ele será usado como está. Se for um caminho relativo, ele será relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do espaço de trabalho, que é a saída de "bazel info workspace"
Opções que controlam a execução do build:
Define se é necessário fazer chamadas diretas ao sistema de arquivos para criar árvores de links simbólicos.
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_persistent_aar_extractor padrão: "false"
Ative o extrator aar persistente usando workers.
Tags: execution
--[no]experimental_remotable_source_manifests padrão: "false"
Se é necessário tornar ações remotas no manifesto de origem
Tags: loading_and_analysis, execution, experimental
--[no]experimental_split_coverage_postprocessing padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel vai executar o pós-processamento de cobertura para teste em um novo spawn.
Tags: execution
--[no]experimental_strict_fileset_output padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos tratarão todos os artefatos de saída como arquivos normais. Eles não serão transferidos para diretórios nem serão sensíveis a links simbólicos.
Tags: execution
--modify_execution_info=<regex=[+-]key,regex=[+-]key,...> padrão: ""
Adicione ou remova chaves das informações de execução de uma ação com base na mnemônica dela. Aplicável apenas a ações com suporte a informações de execução. Muitas ações comuns oferecem suporte a informações de execução, como Genrule, CppCompile, Javac, StarlarkAction, TestRunner. Ao especificar diversos valores, a ordem é importante, porque muitas regex podem ser aplicadas ao mesmo mnemônico. Sintaxe: "regex=[+-]key,regex=[+-]key,...". Exemplos: ".*=+x,.*=-y,.*=+z" adiciona "x" e "z" e remove "y" das informações de execução de todas as ações. "Genrule=+requires-x" adiciona "requer-x" às informações de execução para todas as ações de regra geral. "(?!Genrule).*=-requires-x" remove "requires-x" das informações de execução para todas as ações que não sejam Genrule.
Tags: execution, affects_outputs, loading_and_analysis
--persistent_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e de simplificação do Android usando workers.
Expande-se para:
  --internal_persistent_android_dex_desugar
  --strategy=Desugar=worker
  --strategy=DexBuilder=worker

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos persistentes do Android usando workers.
Expande-se para:
--internal_persistent_busybox_tools
--strategy=AaptPackage=worker
--strategy=AndroidResourceParser=worker
--strategy=AndroidResourceValidator=worker
--strategy=AndroidResourceCompiler=worker
--strategy=RClassGenerator=worker
--strategy=AndroidResourceLink=worker
--strategy=AndroidAapt2=worker
--strategy=AndroidAssetMerger=worker
--strategy=AndroidResourceMerger=worker
--strategy=AndroidCompiledResourceMerger=worker
--strategy=ManifestMerger=worker
--strategy=AndroidManifestMerger=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker
--strategy=Aapt2Optimize=worker{/5:



--strategy=AARGenerator=worker--strategy=ProcessDatabinding=worker--strategy=GenerateDataBindingBaseClasses=workerhost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_dex_desugar
Ativar ações persistentes de dex e simplificação multiplexadas do Android usando workers.
Expande-se para:
  --persistent_android_dex_desugar
  --internal_persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--persistent_multiplex_android_resource_processor
Ativar o processador de recursos multiplexados persistente do Android usando workers.
Expande-se para:
--persistent_android_resource_processor
--modify_execution_info=AaptPackage=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceParser=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceValidator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceCompiler=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=RClassGenerator=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceLink=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAapt2=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidAssetMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidCompiledResourceMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=ManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=AndroidManifestMerger=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers
--modify_execution_info=Aapt2Optimize=+supports-multiplex-workers{/5:

--modify_execution_info=AARGenerator=+supports-multiplex-workershost_machine_resource_optimizationsexecution
--persistent_multiplex_android_tools
Ativar ferramentas Android persistentes e multiplexadas (dexação, simplificação e processamento de recursos).
Expande-se para:
  --internal_persistent_multiplex_busybox_tools
  --persistent_multiplex_android_resource_processor
  --persistent_multiplex_android_dex_desugar

Tags: host_machine_resource_optimizations, execution
--[no]use_target_platform_for_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usará a plataforma de destino para executar testes em vez do grupo de execuções do teste.
Tags: execution
Opções que configuram o conjunto de ferramentas usado para a execução da ação:
--android_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_crosstool_top=<a build target label> padrão: "//external:android/crosstool"
Local do compilador C++ usado para builds do Android.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
O grte_top de destino do Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_manifest_merger=<legacy, android or force_android> padrão: "android"
Seleciona a combinação de manifestos a ser usada para as regras android_binary. Sinalização para ajudar na transição da combinação legada para a combinação de manifestos do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_platforms=<a build target label> padrão: ""
Define as plataformas usadas pelos destinos android_binary. Se várias plataformas forem especificadas, o binário será um APK multiplataforma, que contém binários nativos para cada plataforma de destino especificada.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--android_sdk=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/android:sdk"
Especifica o SDK/plataforma do Android usado para criar apps Android.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--apple_crosstool_top=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:toolkit"
O rótulo do pacote crosstool a ser usado nas regras da Apple e do Objc e as dependências delas.
Tags: loses_incremental_state, changes_inputs
--cc_output_directory_tag=<a string> padrão: ""
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: affects_outputs
--compiler=<a string> padrão: consultar descrição
O compilador C++ a ser usado para compilar o destino.
Tags: loading_and_analysis, execution
--coverage_output_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:lcov_merger"
Local do binário usado para pós-processar relatórios de cobertura bruta. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:lcov_merger".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_report_generator=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_report_generator"
Local do binário usado para gerar relatórios de cobertura. No momento, ele precisa ser um grupo de arquivos que contenha um único arquivo, o binário. O padrão é "//tools/test:coverage_report_generator".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--coverage_support=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/test:coverage_support"
Localização dos arquivos de suporte necessários nas entradas de cada ação de teste que coleta cobertura de código. O padrão é "//tools/test:coverage_support".
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis
--custom_malloc=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica uma implementação personalizada de Malloc. Essa configuração substitui os atributos Malloc nas regras de build.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--experimental_add_exec_constraints_to_targets=<a '<RegexFilter>=<label1>[,<label2>,...]' assignment> usos múltiplos são acumulados
Lista de expressões regulares separadas por vírgula, cada uma com o prefixo - (expressão negativa), atribuída (=) a uma lista de destinos de valores de restrição separados por vírgula. Se um destino não corresponder a nenhuma expressão negativa e pelo menos uma expressão positiva, a resolução do conjunto de ferramentas será executada como se os valores de restrição fossem declarados como restrições de execução. Exemplo: //demo,-test=@platforms//cpus:x86_64 vai adicionar "x86_64" a qualquer destino em //demo, exceto aos que tenham "test" no nome.
Tags: loading_and_analysis
--[no]experimental_include_xcode_execution_requirements padrão: "false"
Se definido, adicione um requisito de execução "requires-xcode:{version}" a cada ação do Xcode. Se a versão do Xcode tiver um rótulo com hífen, adicione também um requisito de execução "requires-xcode-label:{version_label}".
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis, execution
--[no]experimental_prefer_mutual_xcode padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, use o Xcode mais recente que esteja disponível local e remotamente. Se for falso ou se não houver versões mútuas disponíveis, use a versão local do Xcode selecionada por meio do xcode-select.
Tags: loses_incremental_state
--extra_execution_platforms=<comma-separated list of options> padrão: ""
As plataformas que estão disponíveis como plataformas de execução para executar ações. As plataformas podem ser especificadas por destino exato ou como um padrão de destino. Essas plataformas serão consideradas antes daquelas declaradas no arquivo WORKSPACE por register_execution_platforms(). Essa opção só pode ser definida uma vez. As instâncias posteriores substituirão as configurações de sinalização anteriores.
Tags: execution
--extra_toolchains=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
As regras do conjunto de ferramentas a serem consideradas durante a resolução do conjunto de ferramentas. Os conjuntos de ferramentas podem ser especificados por alvo exato ou como um padrão de destino. Esses conjuntos de ferramentas serão considerados antes daqueles declarados no arquivo WORKSPACE por register_toolkits().
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Um rótulo para uma biblioteca libc verificada. O valor padrão é selecionado pelo conjunto de ferramentas crosstool e quase nunca é necessário substituí-lo.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_compiler=<a string> padrão: consultar descrição
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: loading_and_analysis, execution
--host_grte_top=<a label> padrão: consultar descrição
Se especificada, essa configuração modifica o diretório de nível superior da libc (--grte_top) para a configuração "exec".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_platform=<a build target label> padrão: "@local_config_platform//:host"
O rótulo de uma regra de plataforma que descreve o sistema host.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]incompatible_dont_enable_host_nonhost_crosstool_features padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não ativará os recursos "host" e "nonhost" no conjunto de ferramentas c++. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7407 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_android_toolchain_resolution padrão: "verdadeiro"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar as regras do SDK do Android para Android (Starlark e nativas)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_enable_apple_toolchain_resolution padrão: "false"
Use a resolução do conjunto de ferramentas para selecionar o SDK da Apple para regras da Apple (Starlark e nativos)
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_make_thinlto_command_lines_standalone padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_remove_legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel não vinculará as dependências de biblioteca como um arquivo inteiro por padrão. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362 para instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_require_ctx_in_configure_features padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_strip_executable_safely padrão: "false"
Se verdadeiro, a ação de remoção para executáveis usa a flag -x, que não quebra a resolução dinâmica de símbolos.
Tags: action_command_lines, incompatible_change
--[no]interface_shared_objects padrão: "verdadeiro"
Use objetos compartilhados de interface se compatíveis com o conjunto de ferramentas. No momento, todos os conjuntos de ferramentas ELF são compatíveis com essa configuração.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, affects_outputs
--ios_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do iOS que será usada para criar apps iOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK para iOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--macos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK para macOS usada para criar aplicativos para macOS. Se não for especificada, vai usar a versão padrão do SDK para macOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--minimum_os_version=<a string> padrão: consultar descrição
A versão mínima do SO destinada à compilação.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--platform_mappings=<a relative path> padrão: ""
A localização de um arquivo de mapeamento que descreve qual plataforma usar se nenhuma estiver definida ou quais flags vão ser definidas quando uma plataforma já existir. Precisa ser relativo à raiz do espaço de trabalho principal. O padrão é "platform_mappings" (um arquivo diretamente na raiz do espaço de trabalho).
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis, immutable
--platforms=<a build target label> padrão: ""
Os rótulos das regras da plataforma que descrevem as plataformas de destino para o comando atual.
Tags: affects_outputs, changes_inputs, loading_and_analysis
--python2_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python3_path=<a string> padrão: consultar descrição
Descontinuado, ambiente autônomo. Desativado por "--incompatible_use_python_toolkits".
Tags: no_op, deprecated
--python_path=<a string> padrão: consultar descrição
O caminho absoluto do intérprete de Python invocado para executar destinos Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--python_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
O rótulo de um py_runtime que representa o interpretador do Python invocado para executar destinos do Python na plataforma de destino. Obsoleto e desativado por --incompatible_use_python_toolkits.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--tvos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do tvOS a ser usada para criar aplicativos para o tvOS. Se não for especificada, vai ser usada a versão padrão do SDK do tvOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--watchos_sdk_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Especifica a versão do SDK do watchOS a ser usada para criar aplicativos watchOS. Se não for especificada, será usada a versão padrão do SDK do watchOS de "xcode_version".
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version=<a string> padrão: consultar descrição
Se especificado, usa o Xcode da versão fornecida para ações de build relevantes. Se não for especificada, usa a versão padrão do executor do Xcode.
Tags: loses_incremental_state
--xcode_version_config=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/cpp:host_xcodes"
O rótulo da regra xcode_config a ser usada para selecionar a versão do Xcode na configuração do build.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]apple_generate_dsym padrão: "false"
Define se os arquivos de símbolo de depuração (.dSYM) serão gerados.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
Se verdadeiro, cria florestas de links simbólicos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, grave-os somente quando exigido por uma ação local, teste ou comando de execução.
Tags: affects_outputs
--[no]build_runfile_manifests padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, grava manifestos de runfiles para todos os destinos. Se for falso, omita-os. Os testes locais não são executados quando o valor é "false".
Tags: affects_outputs
--[no]build_test_dwp padrão: "false"
Se ativada, ao criar testes C++ estaticamente e com a fissão, o arquivo .dwp do binário de teste também será criado automaticamente.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--cc_proto_library_header_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.h"
Define os sufixos dos arquivos principais criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--cc_proto_library_source_suffixes=<comma-separated set of options> padrão: ".pb.cc"
Define os sufixos dos arquivos de origem criados por uma cc_proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_proto_descriptor_sets_include_source_info padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_proto_extra_actions padrão: "false"
Execute ações extras para versões alternativas da API Java em uma proto_library.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_save_feature_state padrão: "false"
Salva o estado dos recursos ativados e solicitados como uma saída da compilação.
Tags: affects_outputs, experimental
--fission=<a set of compilation modes> padrão: "não"
Especifica quais modos de compilação usam a fissão para compilações e links do C++. Pode ser qualquer combinação de {'fastbuild', 'dbg', 'opt'} ou os valores especiais 'yes' para ativar todos os modos e 'no' para desativar todos os modos.
Tags: loading_and_analysis, action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_always_include_files_in_data padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as regras nativas adicionam <code>DefaultInfo.files</code> de dependências de dados aos arquivos de execução, o que corresponde ao comportamento recomendado para regras do Starlark (https://bazel.build/extending/rules#runfiles_features_to_avoid).
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]legacy_external_runfiles padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, crie florestas de links simbólicos de runfiles para repositórios externos em .runfiles/wsname/external/repo (além de .runfiles/repo).
Tags: affects_outputs
--[no]objc_generate_linkmap padrão: "false"
Especifica se é preciso gerar um arquivo de linkmap.
Tags: affects_outputs
--[no]save_temps padrão: "false"
Se definido, as saídas temporárias do gcc serão salvas. Isso inclui arquivos .s (código assembler), arquivos .i (C pré-processado) e arquivos .ii (C++ pré-processado).
Tags: affects_outputs
Opções que permitem ao usuário configurar a saída pretendida, afetando seu valor em vez da existência:
--action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configuração de destino. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--android_cpu=<a string> padrão: "armeabi-v7a"
A CPU de destino do Android.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]android_databinding_use_androidx padrão: "verdadeiro"
Gere arquivos de vinculação de dados compatíveis com o AndroidX. Isso é usado apenas com a vinculação de dados v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]android_databinding_use_v3_4_args padrão: "verdadeiro"
Use o Android Databinding v2 com o argumento 3.4.0. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--android_dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "desativado"
Determina se as dependências de C++ das regras do Android serão vinculadas dinamicamente quando um cc_binary não criar explicitamente uma biblioteca compartilhada. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--android_manifest_merger_order=<alphabetical, alphabetical_by_configuration or dependency> padrão: "alfabeto"
Define a ordem dos manifestos transmitidos para a combinação de manifestos para binários do Android. ALFABÉTICO significa que os manifestos são classificados por caminho em relação ao execroot. ALPHABETICAL_BY_CONFIGURATION significa que os manifestos são classificados por caminhos relativos ao diretório de configuração no diretório de saída. DEPENDÊNCIA significa que os manifestos são ordenados, e o de cada biblioteca vem antes dos manifestos das dependências.
Tags: action_command_lines, execution
--[no]android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]build_python_zip padrão: "auto"
Criar um arquivo ZIP executável em Python no Windows, desativado em outras plataformas
Tags: affects_outputs
--catalyst_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple Catalyst.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]collect_code_coverage padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai instrumentar o código (usando instrumentação off-line quando possível) e coletar informações de cobertura durante os testes. Somente os destinos que corresponderem a --instrumentation_filter serão afetados. Normalmente, essa opção não deve ser especificada diretamente. No lugar dele, é necessário usar o comando "bazelCoverage".
Tags: affects_outputs
--compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> [-c] padrão: "fastbuild"
Especifique o modo em que o binário será integrado. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para o gcc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--cpu=<a string> padrão: ""
A CPU de destino.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--cs_fdo_absolute_path=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do CSFDO para otimizar a compilação. Especifique o nome do caminho absoluto do arquivo ZIP que contém o arquivo de perfil, um arquivo de perfil LLVM bruto ou indexado.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com instrumentação FDO sensível ao contexto. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--cs_fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O cs_fdo_profile que representa o perfil sensível ao contexto a ser usado na otimização.
Tags: affects_outputs
--cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem C++.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--define=<a 'name=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada opção "--define" especifica uma atribuição para uma variável de build. No caso de haver vários valores para uma variável, o último vence.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--dynamic_mode=<off, default or fully> padrão: "padrão"
Determina se os binários C++ serão vinculados dinamicamente. "default" significa que o Bazel escolherá se quer vincular dinamicamente. "totalmente" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas dinamicamente. "Desativado" significa que todas as bibliotecas serão vinculadas no modo predominantemente estático.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]enable_fdo_profile_absolute_path padrão: "verdadeiro"
Se definido, o uso de fdo_absolute_profile_path gerará um erro.
Tags: affects_outputs
--[no]enable_runfiles padrão: "auto"
Ativa a árvore de links simbólicos de arquivos de execução. Por padrão, ele fica desativado no Windows e em outras plataformas.
Tags: affects_outputs
--experimental_action_listener=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Descontinuado e substituído pelos aspectos. Use action_listener para anexar um extra_action a ações de build já existentes.
Tags: execution, experimental
--[no]experimental_android_compress_java_resources padrão: "false"
Compacte recursos Java em APKs
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_android_databinding_v2 padrão: "verdadeiro"
Use a vinculação de dados do Android v2. Essa sinalização é um ambiente autônomo.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]experimental_android_resource_shrinking padrão: "false"
Ativa a redução de recursos para APKs android_binary que usam o ProGuard.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_android_rewrite_dexes_with_rex padrão: "false"
usar a ferramenta rex para regravar arquivos dex
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state e experimental
--[no]experimental_collect_code_coverage_for_generated_files padrão: "false"
Se especificado, o Bazel também gera informações de cobertura de coleta para os arquivos gerados.
Tags: affects_outputs
--experimental_objc_fastbuild_options=<comma-separated list of options> padrão: "-O0,-DDEBUG=1"
Usa essas strings como opções do compilador fastbuild objc.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_omitfp padrão: "false"
Se verdadeiro, use o libunwind para desenrolamento de pilha e compile com -fomit-frame-pointer e -fasync-unwind-tables.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, experimental
--experimental_output_paths=<off, content or strip> padrão: "desativado"
Qual modelo usar para onde as regras da árvore de saída gravam as saídas, especialmente para builds multiplataforma / multiconfiguração. Esse recurso é altamente experimental. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/6526 (em inglês). As ações do Starlark podem optar pelo mapeamento de caminho adicionando a chave "supports-path-mapping" ao dicionário "execution_requirements".
Tags: loses_incremental_state, bazel_internal_configuration, affects_outputs, execution
--experimental_override_name_platform_in_output_dir=<a 'label=value' assignment> usos múltiplos são acumulados
Cada entrada precisa estar no formato label=value, em que "label" se refere a uma plataforma e "values" é o nome curto que você quer usar no caminho de saída. Usado apenas quando --experimental_platform_in_output_dir é verdadeiro. Tem a maior prioridade de nomenclatura.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_platform_in_output_dir padrão: "false"
Se for verdadeiro, um nome abreviado da plataforma de destino será usado no nome do diretório de saída em vez da CPU. O esquema exato é experimental e está sujeito a mudanças. Primeiro, no caso raro, a opção --platforms não tem exatamente um valor. É usado um hash da opção de plataformas. Em seguida, se qualquer nome abreviado da plataforma atual for registrado por --experimental_override_name_platform_in_output_dir, esse nome curto será usado. Em seguida, se --experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic estiver definido, use um nome curto baseado no identificador atual da plataforma. Por fim, um hash da opção da plataforma é usado como último recurso.
Tags: affects_outputs, experimental
--[no]experimental_use_llvm_covmap padrão: "false"
Se especificado, o Bazel vai gerar informações do mapa de cobertura llvm-cov em vez de gcov quando coletar_code_coverage.
Tags: changes_inputs, affects_outputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_use_platforms_in_output_dir_legacy_heuristic padrão: "verdadeiro"
Use esta sinalização apenas como parte de uma estratégia sugerida de migração ou teste. A heurística tem deficiências conhecidas e é sugerido migrar para a dependência apenas --experimental_override_name_platform_in_output_dir.
Tags: affects_outputs, experimental
--fat_apk_cpu=<comma-separated set of options> padrão: "armeabi-v7a"
Definir essa opção ativa APKs fat, que contêm binários nativos para todas as arquiteturas de destino especificadas, por exemplo, --fat_apk_cpu=x86,armeabi-v7a. Se essa flag for especificada, --android_cpu será ignorada para dependências das regras android_binary.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]fat_apk_hwasan padrão: "false"
Flag de ambiente autônomo. Isso será removido em uma versão futura.
Tags: no_op
--fdo_instrument=<a string> padrão: consultar descrição
Gere binários com a instrumentação FDO. Com o compilador Clang/LLVM, ele também aceita o nome do diretório em que os arquivos de perfil brutos serão despejados no tempo de execução.
Tags: affects_outputs
--fdo_optimize=<a string> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do FDO para otimizar a compilação. Especifique o nome de um arquivo ZIP contendo uma árvore de arquivos .gcda, um arquivo afdo contendo um perfil automático ou um arquivo de perfil LLVM. Essa flag também aceita arquivos especificados como rótulos (por exemplo, "//foo/bar:file.afdo", talvez seja necessário adicionar uma diretiva "exports_files" ao pacote correspondente) e identificadores que apontam para destinos "fdo_profile". Essa sinalização será substituída pela regra "fdo_profile".
Tags: affects_outputs
--fdo_prefetch_hints=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use dicas de pré-busca de cache.
Tags: affects_outputs
--fdo_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
O fdo_profile que representa o perfil a ser usado para otimização.
Tags: affects_outputs
--features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para os destinos integrados na configuração de destino. Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos. Consulte também --host_features
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--[no]force_pic padrão: "false"
Se ativada, todas as compilações C++ produzem código independente de posição ("-fPIC"), os links preferem bibliotecas pré-criadas PIC em vez de bibliotecas não PIC, e os links produzem executáveis independentes de posição ("-pie").
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_action_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica o conjunto de variáveis de ambiente disponíveis para ações com configurações de execução. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será extraído do ambiente de invocação) ou pelo par name=value, que define o valor independente do ambiente de invocação. Essa opção pode ser usada várias vezes. Para opções dadas para a mesma variável, os ganhos mais recentes e opções para variáveis diferentes se acumulam.
Tags: action_command_lines
--host_compilation_mode=<fastbuild, dbg or opt> padrão: "opt"
Especifique o modo em que as ferramentas usadas durante o build serão integradas. Valores: 'fastbuild', 'dbg', 'opt'.
Tags: affects_outputs, action_command_lines
--host_conlyopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir ao compilador C ao compilar arquivos de origem em C (mas não C++) nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_copt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C para ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_cpu=<a string> padrão: ""
A CPU host.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_cxxopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador C++ de ferramentas criadas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_features=<a string> usos múltiplos são acumulados
Os recursos fornecidos serão ativados ou desativados por padrão para destinos integrados na configuração "exec". Especificar -<feature> desativará o recurso. Os recursos negativos sempre substituem os positivos.
Tags: changes_inputs, affects_outputs
--host_force_python=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
Modifica a versão do Python na configuração "exec". Pode ser "PY2" ou "PY3".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--host_linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para o vinculador ao vincular ferramentas nas configurações de execução.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--host_macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do macOS para destinos de host. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--host_per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o compilador C/C++ ao compilar determinados arquivos nas configurações de execução. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --host_per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--[no]incompatible_auto_exec_groups padrão: "false"
Quando ativado, um grupo de "exec" é criado automaticamente para cada conjunto de ferramentas usado por uma regra. Para que isso funcione, a regra precisa especificar o parâmetro "dataset" nas ações. Para saber mais, consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17134.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_merge_genfiles_directory padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o diretório genfiles será dobrado no diretório bin.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]instrument_test_targets padrão: "false"
Quando a cobertura está ativada, especifica se é necessário considerar a instrumentação de regras de teste. Quando definidas, as regras de teste incluídas por --instrumentation_filter são instrumentadas. Caso contrário, as regras de teste serão sempre excluídas da instrumentação de cobertura.
Tags: affects_outputs
--instrumentation_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-/javatests[/:],-/test/java[/:]"
Quando a cobertura estiver ativada, somente as regras com nomes incluídos pelo filtro baseado em regex especificado serão instrumentadas. As regras com o prefixo "-" são excluídas. Somente regras que não sejam de teste são instrumentadas, a menos que --instrument_test_targets esteja ativada.
Tags: affects_outputs
--ios_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do iOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "ios_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--ios_multi_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar um ios_application. O resultado é um binário universal contendo todas as arquiteturas especificadas.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--[no]legacy_whole_archive padrão: "verdadeiro"
Descontinuado e substituído por --incompatible_remove_legacy_whole_Archive. Consulte mais detalhes em https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/7362. Quando ativado, use --whole-Archive para regras cc_binary que tenham linkshared=True e linkstatic=True ou '-static' nos linkopts. Isso serve apenas para compatibilidade com versões anteriores. Uma alternativa melhor é usar Alwayslink=1 quando necessário.
Tags: action_command_lines, affects_outputs, deprecated
--linkopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para transmitir para o gcc durante a vinculação.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltobackendopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa do back-end da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--ltoindexopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outra opção para passar para a etapa de indexação da LTO (em --features=thin_lto).
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--macos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple macOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--macos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do macOS compatível para destinos. Se não for especificada, será usada "macos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--memprof_profile=<a build target label> padrão: consultar descrição
Usar o perfil do memprof.
Tags: affects_outputs
--[no]objc_debug_with_GLIBCXX padrão: "false"
Se definido e o modo de compilação for definido como "dbg", defina GLIBCXX_DEBUG, GLIBCXX_DEBUG_PEDANTIC e GLIBCPP_CONCEPT_CHECKS.
Tags: action_command_lines
--[no]objc_enable_binary_stripping padrão: "false"
Define se é necessário realizar remoções de símbolo e código morto em binários vinculados. As remoções binárias serão realizadas se esta flag e --compilation_mode=opt forem especificadas.
Tags: action_command_lines
--objccopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para gcc ao compilar arquivos de origem Objective-C/C++.
Tags: action_command_lines
--per_file_copt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o gcc ao compilar determinados arquivos. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para incluir e excluir (consulte também --instrumentation_filter). option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_copt=//foo/.*\.cc,-//foo/bar\.cc@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando gcc de todos os arquivos cc em //foo/, exceto bar.cc.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--per_file_ltobackendopt=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths followed by an @ and a comma separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para passar seletivamente para o back-end de LTO (em --features=thin_lto) ao compilar determinados objetos de back-end. Essa opção pode ser enviada várias vezes. Sintaxe: regex_filter@option_1,option_2,...,option_n. Em que regex_filter significa uma lista de padrões de expressão regular para inclusão e exclusão. option_1 a option_n significa opções de linha de comando arbitrárias. Se uma opção tiver uma vírgula, ela precisará estar entre aspas com uma barra invertida. As opções podem conter @. Somente o primeiro @ é usado para dividir a string. Exemplo: --per_file_ltobackendopt=//foo/.*\.o,-//foo/bar\.o@-O0 adiciona a opção de linha de comando -O0 à linha de comando do back-end da LTO de todos os arquivos em //foo/, exceto bar.o.
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--platform_suffix=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um sufixo a ser adicionado ao diretório de configuração.
Tags: loses_incremental_state, affects_outputs, loading_and_analysis
--propeller_optimize=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações do perfil do Propeller para otimizar o destino do build.Um perfil de hélice precisa consistir em pelo menos um de dois arquivos, um perfil cc e um perfil ld. Essa flag aceita um rótulo de build que precisa se referir aos arquivos de entrada do perfil da hélice. Por exemplo, o arquivo BUILD que define o rótulo em a/b/BUILD:propeller_optimize( name = "propeller_profile", cc_profile = "propeller_cc_profile.txt", ld_profile = "propeller_ld_profile.txt",)Uma diretiva exportações_files pode ter que ser adicionada ao pacote correspondente para tornar esses arquivos visíveis para o Bazel. A opção precisa ser usada como: --propeller_optimize=//a/b:propeller_profile
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_cc_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo cc_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--propeller_optimize_absolute_ld_profile=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do caminho absoluto do arquivo ld_profile para builds otimizados por Propeller.
Tags: affects_outputs
--run_under=<a prefix in front of command> padrão: consultar descrição
Prefixo a ser inserido antes dos executáveis dos comandos "test" e "run". Se o valor for "foo -bar" e a linha de comando de execução for "test_binary -baz", a linha de comando final será "foo -bar test_binary -baz".Isso também pode ser um rótulo para um destino executável. Alguns exemplos são: 'valgrind', 'strace', 'strace -c', 'valgrind --quiet --num-callers=20', '//package:target', '//package:target --options'.
Tags: action_command_lines
--[no]share_native_deps padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as bibliotecas nativas que contêm funcionalidade idêntica serão compartilhadas entre destinos diferentes.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
--[no]stamp padrão: "false"
Carregue os binários com a data, o nome de usuário, o nome do host, as informações do espaço de trabalho etc.
Tags: affects_outputs
--strip=<always, sometimes or never> padrão: "às vezes"
Especifica se é preciso remover binários e bibliotecas compartilhadas (usando "-Wl,--strip-debug"). O valor padrão "às vezes" significa remover iff --compilation_mode=fastbuild.
Tags: affects_outputs
--stripopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a remoção ao gerar um binário "<name>.stripped".
Tags: action_command_lines, affects_outputs
--tvos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple tvOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--tvos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima do tvOS compatível para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "tvos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--visionos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do Apple VisionOS.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_cpus=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Lista separada por vírgulas de arquiteturas para criar binários do watchOS da Apple.
Tags: loses_incremental_state, loading_and_analysis
--watchos_minimum_os=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
Versão mínima compatível do watchOS para simuladores e dispositivos de destino. Se não for especificada, será usada "watchos_sdk_version".
Tags: loses_incremental_state
--xbinary_fdo=<a build target label> padrão: consultar descrição
Use as informações de perfil do XbinaryFDO para otimizar a compilação. Especifica o nome do perfil binário cruzado padrão. Quando a opção é usada com --fdo_instrument/--fdo_optimize/--fdo_profile, essas opções sempre prevalecem como se xbinary_fdo nunca fosse especificado.
Tags: affects_outputs
Opções que afetam como o Bazel aplica entradas de build válidas (definições de regras, combinações de flags etc.):
--auto_cpu_environment_group=<a build target label> padrão: ""
Declare o environment_group a ser usado para mapear automaticamente os valores de CPU para os valores de target_environment.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis, experimental
--[no]check_licenses padrão: "false"
Verifique se as restrições de licenciamento impostas pelos pacotes dependentes não entram em conflito com os modos de distribuição dos destinos que estão sendo criados. Por padrão, as licenças não são marcadas.
Tags: build_file_semantics
--[no]check_visibility padrão: "verdadeiro"
Se desativada, os erros de visibilidade nas dependências de destino serão rebaixados a avisos.
Tags: build_file_semantics
--[no]desugar_for_android padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário simplificar o bytecode Java 8 antes da dexação.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]desugar_java8_libs padrão: "false"
Inclusão de bibliotecas Java 8 com suporte em apps para dispositivos legados.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state, experimental
--[no]enforce_constraints padrão: "verdadeiro"
Verifica os ambientes com que cada destino é compatível e informa erros se algum destino tiver dependências que não são compatíveis com os mesmos ambientes
Tags: build_file_semantics
--[no]experimental_check_desugar_deps padrão: "verdadeiro"
Define se a simplificação correta precisa ser verificada novamente no nível binário do Android.
Tags: eagerness_to_exit, loading_and_analysis, experimental
--experimental_import_deps_checking=<off, warning or error> padrão: "DESATIVADO"
Quando ativada, verifica se as dependências de um aar_import estão completas. Essa aplicação pode interromper o build ou apenas resultar em avisos.
Tags: loading_and_analysis
--experimental_strict_java_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "padrão"
Se verdadeiro, verifica se um destino Java declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--[no]incompatible_check_testonly_for_output_files padrão: "false"
Se ativado, procura somente os destinos de pré-requisito que são arquivos de saída em "testonly" pesquisando o somente teste da regra de geração. Isso corresponde à verificação de visibilidade.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_check_visibility_for_toolchains padrão: "false"
Se ativada, a verificação de visibilidade também se aplica a implementações do conjunto de ferramentas.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_android_rules padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, o uso direto das regras nativas do Android será desativado. Use as regras do Starlark para Android em https://github.com/bazelbuild/rules_android
Tags: eagerness_to_exit e incompatible_change
--[no]incompatible_disable_native_apple_binary_rule padrão: "false"
Ambiente autônomo. Mantido aqui para compatibilidade com versões anteriores.
Tags: eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disable_py2 padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o uso das configurações do Python 2 causará um erro. Isso inclui python_version=PY2, srcs_version=PY2 e srcs_version=PY2ONLY. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/15684 para mais informações.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_validate_top_level_header_inclusions padrão: "verdadeiro"
Essa sinalização é um ambiente autônomo e está programada para remoção.
Tags: no_op, incompatible_change
--python_native_rules_allowlist=<a build target label> padrão: consultar descrição
Uma lista de permissões (destino package_group) para usar ao aplicar --incompatible_python_disallow_native_rules.
Tags: loading_and_analysis
--[no]strict_filesets padrão: "false"
Se essa opção estiver ativada, os conjuntos de arquivos que ultrapassarem os limites do pacote serão informados como erros.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit
--strict_proto_deps=<off, warn, error, strict or default> padrão: "erro"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino proto_library declara explicitamente todos os destinos usados diretamente como dependências.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--strict_public_imports=<off, warn, error, strict or default> padrão: "desativado"
A menos que DESATIVADO, verifica se um destino de proto_library declara explicitamente todos os destinos usados em "import public" como exportado.
Tags: build_file_semantics, eagerness_to_exit, incompatible_change
--[no]strict_system_includes padrão: "false"
Se verdadeiro, os cabeçalhos encontrados nos caminhos de inclusão do sistema (-isystem) também precisam ser declarados.
Tags: loading_and_analysis, eagerness_to_exit
--target_environment=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Declara o ambiente de destino do build. Precisa ser uma referência de rótulo a uma regra de "ambiente". Se especificado, todos os destinos de nível superior precisam ser compatíveis com esse ambiente.
Tags: changes_inputs
Opções que afetam as saídas de assinatura de um build:
--apk_signing_method=<v1, v2, v1_v2 or v4> padrão: "v1_v2"
Implementação a ser usada na assinatura de APKs
Tags: action_command_lines, affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]device_debug_entitlements padrão: "verdadeiro"
Se definido e o modo de compilação não for "opt", os apps objc vão incluir direitos de depuração ao assinar.
Tags: changes_inputs
--ios_signing_cert_name=<a string> padrão: consultar descrição
Nome do certificado a ser usado para assinatura do iOS. Se não for definido, voltará para o perfil de provisionamento. Pode ser a preferência de identidade do conjunto de chaves do certificado ou (substring) do nome comum do certificado, conforme a página manual do Codesign (SIGNING ID Quando).
Tags: action_command_lines
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, .bzl ou WORKSPACE:
--[no]incompatible_disallow_legacy_py_provider padrão: "verdadeiro"
O ambiente autônomo será removido em breve.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_disallow_sdk_frameworks_attributes padrão: "false"
Se definido como verdadeiro, não é permitido usar os atributos sdk_frameworks e weak_sdk_frameworks em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
Se for verdadeiro, defina o valor padrão como verdadeiro para atributos Alwayslink em objc_library e objc_import.
Tags: build_file_semantics, incompatible_change
--[no]incompatible_python_disallow_native_rules padrão: "false"
Quando verdadeiro, ocorre um erro ao usar as regras py_* integradas. Em vez disso, as regras rules_python precisam ser usadas. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/17773 para mais informações e instruções de migração.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
Opções que regem o comportamento do ambiente ou do executor de testes:
--[no]allow_analysis_failures padrão: "false"
Se verdadeiro, uma falha na análise de um destino da regra resulta na propagação do destino de uma instância de AnalysisFailureInfo que contém a descrição do erro, em vez de resultar em uma falha de compilação.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--analysis_testing_deps_limit=<an integer> padrão: "2000"
Define o número máximo de dependências transitivas por meio de um atributo de regra com uma transição de configuração for_analysis_testing. Exceder esse limite resultará em um erro de regra.
Tags: loading_and_analysis
--[no]break_build_on_parallel_dex2oat_failure padrão: "false"
Se as falhas verdadeiras da ação do dex2oat causarem a falha do build em vez de executar o dex2oat durante o tempo de execução do teste.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--default_test_resources=<a resource name followed by equal and 1 float or 4 float, e.g memory=10,30,60,100> usos múltiplos são acumulados
Substitui a quantidade de recursos padrão para testes. O formato esperado é <resource>=<value>. Se um único número positivo for especificado como <value>, ele vai substituir os recursos padrão em todos os tamanhos de teste. Se quatro números separados por vírgula forem especificados, eles substituirão a quantidade de recursos para os tamanhos de teste pequeno, médio, grande e enorme, respectivamente. Os valores também podem ser HOST_RAM/HOST_CPU, opcionalmente seguido de [-|*]<float> (por exemplo,memory=HOST_RAM*.1,HOST_RAM*.2,HOST_RAM*.3,HOST_RAM*.4). Os recursos de teste padrão especificados por essa flag são substituídos por recursos explícitos especificados nas tags.
--[no]experimental_android_use_parallel_dex2oat padrão: "false"
Usar o dex2oat em paralelo para acelerar o android_test.
Tags: loading_and_analysis, host_machine_resource_optimizations, experimental
--[no]ios_memleaks padrão: "false"
Ative a verificação de vazamentos de memória em destinos ios_test.
Tags: action_command_lines
--ios_simulator_device=<a string> padrão: consultar descrição
O dispositivo que será simulado ao executar um aplicativo iOS no simulador, por exemplo, "iPhone 6". Para ver uma lista de dispositivos, execute "xcrun simctl list devicetypes" na máquina em que o simulador será executado.
Tags: test_runner
--ios_simulator_version=<a dotted version (for example '2.3' or '3.3alpha2.4')> padrão: consultar descrição
A versão do iOS a ser executada no simulador durante a execução ou teste. Isso será ignorado nas regras ios_test se um dispositivo de destino for especificado na regra.
Tags: test_runner
--runs_per_test=<a positive integer or test_regex@runs. This flag may be passed more than once> usos múltiplos são acumulados
Especifica o número de vezes que cada teste será executado. Se alguma dessas tentativas falhar por qualquer motivo, todo o teste será considerado reprovado. Normalmente, o valor especificado é apenas um número inteiro. Exemplo: --runs_per_test=3 executará todos os testes três vezes. Sintaxe alternativa: regex_filter@runs_per_test. Em que run_per_test representa um valor inteiro e regex_filter representa uma lista de padrões de expressão regular incluída e excluída (consulte também --instrumentation_filter). Exemplo: --runs_per_test=//foo/.*,-//foo/bar/.*@3 executa todos os testes em //foo/, exceto aqueles em foo/bar três vezes. Essa opção pode ser enviada várias vezes. O argumento transmitido mais recentemente que corresponde tem prioridade. Se nada corresponder, o teste será executado apenas uma vez.
--test_env=<a 'name=value' assignment with an optional value part> usos múltiplos são acumulados
Especifica outras variáveis de ambiente que serão injetadas no ambiente do executor de testes. As variáveis podem ser especificadas pelo nome (nesse caso, o valor será lido no ambiente do cliente do Bazel) ou pelo par nome=valor. Essa opção pode ser usada várias vezes para especificar diversas variáveis. Usado apenas pelo comando "bazel test".
Tags: test_runner
--test_timeout=<a single integer or comma-separated list of 4 integers> padrão: "-1"
Substitua os valores de tempo limite padrão de teste para tempos limite de teste (em segundos). Se um único valor inteiro positivo for especificado, ele vai substituir todas as categorias. Se quatro números inteiros separados por vírgula forem especificados, eles substituirão os tempos limite para curtos, moderados, longos e eternos (nessa ordem). De qualquer forma, o valor -1 instrui o Blaze a usar os tempos limite padrão dessa categoria.
--[no]zip_undeclared_test_outputs padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, as saídas de teste não declaradas serão arquivadas em um arquivo ZIP.
Tags: test_runner
Opções relacionadas à saída e à semântica da consulta:
--aspect_deps=<off, conservative or precise> padrão: "conservador"
Como resolver dependências de aspecto quando o formato de saída é {xml,proto,record}. "Desativado" significa que nenhuma dependência de aspecto é resolvida, "conservadora" (padrão) significa que todas as dependências de aspecto declaradas são adicionadas, independentemente de receberem a classe de regra de dependências diretas. "Exata" significa que somente os aspectos que podem ser ativos, dada a classe de regra das dependências diretas, são adicionados. O modo preciso exige o carregamento de outros pacotes para avaliar um único destino, o que o torna mais lento do que os outros modos. Observe também que mesmo o modo preciso não é completamente preciso: a decisão de computar um aspecto é decidida na fase de análise, que não é executada durante a "consulta Bazel".
Tags: build_file_semantics
--[no]consistent_labels padrão: "false"
Se ativada, todos os comandos de consulta emitem rótulos como se pela função <code>str</code> de Starlark aplicada a uma instância de <code>Label</code>. Isso é útil para ferramentas que precisam corresponder à saída de diferentes comandos de consulta e/ou rótulos emitidos por regras. Se não estiverem ativados, os formatadores de saída poderão emitir nomes de repositório aparentes (em relação ao repositório principal) para tornar a saída mais legível.
Tags: terminal_output
--[no]experimental_explicit_aspects padrão: "false"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]graph:factored padrão: "verdadeiro"
Se o valor for "true", o gráfico será "fatorado", ou seja, os nós equivalentes topológicos serão mesclados e seus rótulos concatenados. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--graph:node_limit=<an integer> padrão: "512"
O tamanho máximo da string de rótulo para um nó do gráfico na saída. Os rótulos mais longos serão truncados, e -1 significa que não há truncamento. Essa opção é aplicável apenas a --output=graph.
Tags: terminal_output
--[no]implicit_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências implícitas serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma dependência implícita é aquela que não é explicitamente especificada no arquivo BUILD, mas é adicionada pelo Bazel. Para cquery, essa opção controla a filtragem de conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--[no]include_aspects padrão: "verdadeiro"
aquery, cquery: se quer incluir ações geradas por aspecto na saída. Query: no-op (aspectos são sempre seguidos).
Tags: terminal_output
--[no]incompatible_package_group_includes_double_slash padrão: "verdadeiro"
Se ativado, o "//" inicial não será omitido ao gerar o atributo `packages` do package_group.
Tags: terminal_output, incompatible_change
--[no]infer_universe_scope padrão: "false"
Se "set" e "--universe_scope" não estiver definido, um valor de "--universe_scope" será inferido como a lista de padrões de destino únicos na expressão de consulta. O valor --universe_scope inferido para uma expressão de consulta que usa funções com escopo do universo (por exemplo, "allrdeps") pode não ser o que você quer. Portanto, use essa opção apenas se souber o que está fazendo. Acesse https://bazel.build/reference/query#sky-query para ver detalhes e exemplos. Se --universe_scope for definido, o valor dessa opção será ignorado. Observação: esta opção se aplica apenas a "query". Ou seja, não a "cquery".
Tags: loading_and_analysis
--[no]line_terminator_null padrão: "false"
Define se cada formato é encerrado com \0 em vez de nova linha.
Tags: terminal_output
--[no]nodep_deps padrão: "verdadeiro"
Se ativadas, as dependências dos atributos "nodep" serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Um exemplo comum de atributo "nodep" é "visibilidade". Execute e analise a saída de `info build-language` para saber mais sobre todos os atributos "nodep" na linguagem de build.
Tags: build_file_semantics
--output=<a string> padrão: "rótulo"
O formato em que os resultados do cquery precisam ser impressos. Os valores permitidos para o cquery são: label, label_kind, textproto, transições, proto, streaming_proto, jsonproto. Se você selecionar "transições", também precisará especificar a opção --transitions=(lite|full).
Tags: terminal_output
--[no]proto:default_values padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os atributos cujo valor não está especificado explicitamente no arquivo BUILD são incluídos. Caso contrário, eles são omitidos. Essa opção é aplicável a --output=proto
Tags: terminal_output
--[no]proto:definition_stack padrão: "false"
Preencha o campo protodefinition_stack, que registra para cada instância de regra na pilha de chamadas do Starlark no momento em que a classe da regra foi definida.
Tags: terminal_output
--[no]proto:flatten_selects padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os atributos configuráveis criados por select() são nivelados. Para tipos de lista, a representação simplificada é uma lista que contém cada valor do mapa de seleção exatamente uma vez. Os tipos escalares são nivelados para nulos.
Tags: build_file_semantics
--[no]proto:include_attribute_source_aspects padrão: "false"
Preencha o campo proto source_aspect_name de cada atributo com o aspecto de origem de origem dele (string vazia, caso contrário).
Tags: terminal_output
--[no]proto:include_configurations padrão: "verdadeiro"
se ativado, a saída do proto incluirá informações sobre configurações. Quando desativado,o formato de saída proto cquery é semelhante ao formato de saída de consulta.
Tags: affects_outputs
--[no]proto:include_synthetic_attribute_hash padrão: "false"
Se é necessário ou não calcular e preencher o atributo $internal_attr_hash.
Tags: terminal_output
--[no]proto:instantiation_stack padrão: "false"
Preencha a pilha de chamadas de instanciação de cada regra. Isso exige que a pilha esteja presente.
Tags: terminal_output
--[no]proto:locations padrão: "verdadeiro"
Define se é necessário fornecer informações de localização na saída proto.
Tags: terminal_output
--proto:output_rule_attrs=<comma-separated list of options> padrão: "todos"
Lista separada por vírgulas de atributos a serem incluídos na saída. O padrão é todos os atributos. Defina como uma string vazia para não gerar nenhum atributo. Essa opção é aplicável a --output=proto.
Tags: terminal_output
--[no]proto:rule_inputs_and_outputs padrão: "verdadeiro"
Se os campos "rule_input" e "rule_output" serão preenchidos ou não.
Tags: terminal_output
--query_file=<a string> padrão: ""
Se definido, a consulta lerá a consulta a partir do arquivo nomeado aqui, em vez de na linha de comando. Especificar um arquivo aqui bem como uma consulta de linha de comando será um erro.
Tags: changes_inputs
--[no]relative_locations padrão: "false"
Se for verdadeiro, o local dos arquivos BUILD nas saídas xml e proto será relativo. Por padrão, a saída do local é um caminho absoluto e não será consistente entre as máquinas. É possível definir essa opção como verdadeira para ter um resultado consistente em todas as máquinas.
Tags: terminal_output
--show_config_fragments=<off, direct or transitive> padrão: "desativado"
Mostra os fragmentos de configuração exigidos por uma regra e as dependências transitivas dela. Isso pode ser útil para avaliar quanto um gráfico de destino configurado pode ser reduzido.
Tags: affects_outputs
--starlark:expr=<a string> padrão: ""
Uma expressão Starlark para formatar cada destino configurado no modo --output=starlark do cquery. O destino configurado está vinculado a "target". Se --starlark:expr ou --starlark:file não forem especificadas, essa opção será padronizada como "str(target.label)'. Ocorrerá um erro especificar --starlark:expr e --starlark:file.
Tags: terminal_output
--starlark:file=<a string> padrão: ""
O nome de um arquivo que define uma função Starlark chamada "format", de um argumento, que é aplicado a cada destino configurado para formatá-lo como uma string. Ocorrerá um erro especificar --starlark:expr e --starlark:file. Consulte a ajuda de --output=starlark para obter mais detalhes.
Tags: terminal_output
--[no]tool_deps padrão: "verdadeiro"
Consulta: se desativada, as dependências em "exec configuration" não serão incluídas no gráfico de dependências em que a consulta opera. Uma borda de dependência "exec configuration", como aquela de qualquer regra "proto_library" para o Protocol Compiler, geralmente aponta para uma ferramenta executada durante a compilação em vez de uma parte do mesmo programa "target". Cquery: se desativado, filtra todos os destinos configurados que cruzam uma transição de execução do destino de nível superior que descobriu esse destino configurado. Isso significa que, se o destino de nível superior estiver na configuração de destino, somente os destinos configurados também na configuração de destino serão retornados. Se o destino de nível superior estiver na configuração "exec", somente os destinos configurados para "exec" serão retornados. Essa opção NÃO excluirá os conjuntos de ferramentas resolvidos.
Tags: build_file_semantics
--transitions=<full, lite or none> padrão: "nenhum"
O formato em que o cquery imprimirá as informações de transição.
Tags: affects_outputs
--universe_scope=<comma-separated list of options> padrão: ""
Um conjunto separado por vírgulas de padrões de destino (aditivo e subtrativo). A consulta pode ser realizada no universo definido pelo fechamento transitivo dos destinos especificados. Esta opção é usada para os comandos query e cquery. Para cquery, a entrada para essa opção são os destinos em que todas as respostas são construídas e, portanto, essa opção pode afetar configurações e transições. Se essa opção não for especificada, os destinos de nível superior serão considerados os destinos analisados na expressão de consulta. Observação: para cquery, não especificar essa opção pode causar falhas na compilação se os destinos analisados pela expressão de consulta não puderem ser compilados com opções de nível superior.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--[no]experimental_filter_library_jar_with_program_jar padrão: "false"
Filtre o ProgramJar do ProGuard para remover todas as classes presentes no LibraryJar.
Tags: action_command_lines
--[no]experimental_inmemory_dotd_files padrão: "verdadeiro"
Se ativado, os arquivos .d do C++ serão transmitidos na memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_inmemory_jdeps_files padrão: "verdadeiro"
Se ativada, os arquivos de dependência (.jdeps) gerados por compilações Java serão transmitidos pela memória diretamente dos nós de compilação remota, em vez de serem gravados no disco.
Tags: loading_and_analysis, execution, affects_outputs, experimental
--[no]experimental_retain_test_configuration_across_testonly padrão: "false"
Quando ativada, --trim_test_configuration não corta a configuração de teste das regras marcadas como testonly=1. Isso reduz os problemas de conflito de ações quando regras que não são de teste dependem de regras cc_test. Nenhum efeito se --trim_test_configuration for falsa.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]experimental_starlark_cc_import padrão: "false"
Se ativada, a versão Starlark de cc_import poderá ser usada.
Tags: loading_and_analysis, experimental
--[no]experimental_unsupported_and_brittle_include_scanning padrão: "false"
Define se é necessário restringir entradas para a compilação C/C++ analisando as linhas #include dos arquivos de entrada. Isso pode melhorar o desempenho e a incrementabilidade, diminuindo o tamanho das árvores de entrada de compilação. No entanto, isso também pode causar falhas nos builds, porque o scanner de inclusão não implementa totalmente a semântica do pré-processador C. Mais especificamente, ela não entende as diretivas #include dinâmicas e ignora a lógica condicional do pré-processador. Use por sua conta e risco. Todos os problemas relacionados a essa sinalização registrados serão encerrados.
Tags: loading_and_analysis, execution, changes_inputs
--[no]incremental_dexing padrão: "verdadeiro"
Faz a maior parte do trabalho de dexação separada para cada arquivo Jar.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis, loses_incremental_state
--[no]objc_use_dotd_pruning padrão: "verdadeiro"
Se definido, os arquivos .d emitidos pelo Clang serão usados para remover o conjunto de entradas transmitidas para as compilações do objc.
Tags: changes_inputs, loading_and_analysis
--[no]process_headers_in_dependencies padrão: "false"
Ao criar um destino //a:a, processe os cabeçalhos em todos os destinos de que //a:a depende (se o processamento do cabeçalho estiver ativado para o conjunto de ferramentas).
Tags: execution
--[no]trim_test_configuration padrão: "verdadeiro"
Quando ativadas, as opções relacionadas a testes serão apagadas abaixo do nível superior do build. Quando esse flag está ativo, os testes não podem ser criados como dependências de regras que não são de teste, mas mudanças nas opções relacionadas a testes não fazem com que as regras que não sejam de teste sejam analisadas novamente.
Tags: loading_and_analysis, loses_incremental_state
Opções que afetam o nível de detalhes, o formato ou o local da geração de registros:
--toolchain_resolution_debug=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: "-.*"
Mostra informações de depuração durante a resolução do conjunto de ferramentas. A sinalização usa uma regex, que é verificada em relação aos tipos de conjunto de ferramentas e destinos específicos para ver qual deve ser depurado. Várias regex podem ser separadas por vírgulas, e cada regex é verificada separadamente. Observação: a saída dessa sinalização é muito complexa e provavelmente será útil apenas para especialistas em resolução de conjunto de ferramentas.
Tags: terminal_output
Opções que especificam ou alteram uma entrada genérica para um comando do Bazel que não se enquadra em outras categorias:
--flag_alias=<a 'name=value' flag alias> usos múltiplos são acumulados
Define um nome abreviado para uma flag Starlark. Ele usa um único par de chave-valor no formato "<key>=<value>" como argumento.
Tags: changes_inputs
--[no]incompatible_default_to_explicit_init_py padrão: "false"
Essa sinalização altera o comportamento padrão para que os arquivos __init__.py não sejam mais criados automaticamente nos arquivos de execução dos destinos do Python. Exatamente, quando um destino py_binary ou py_test tem legacy_create_init definido como "auto" (o padrão), ele será tratado como falso somente se essa sinalização estiver definida. Consulte https://github.com/bazelbuild/bazel/issues/10076.
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py2_outputs_are_suffixed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, os destinos criados na configuração do Python 2 vão aparecer em uma raiz de saída que inclui o sufixo "-py2", enquanto os destinos criados para Python 3 vão aparecer em uma raiz sem sufixo relacionado ao Python. Isso significa que o link simbólico de conveniência `bazel-bin` apontará para destinos do Python 3 em vez do Python 2. Se você ativar esta opção, também será recomendado ativar "--incompatible_py3_is_default".
Tags: affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_py3_is_default padrão: "verdadeiro"
Se for verdadeiro, os destinos "py_binary" e "py_test" que não definirem o atributo "python_version" (ou "default_python_version") serão padronizados como PY3 em vez de PY2. Se você definir essa flag, também vai ser recomendado definir "--incompatible_py2_outputs_are_sufFixed".
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs, incompatible_change
--[no]incompatible_use_python_toolchains padrão: "verdadeiro"
Se definidas como "true", as regras executáveis do Python nativo usam o ambiente de execução do Python especificado pelo conjunto de ferramentas do Python, em vez do ambiente de execução fornecido por sinalizações legadas, como --python_top.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--python_version=<PY2 or PY3> padrão: consultar descrição
O modo de versão principal do Python, "PY2" ou "PY3". Ele é substituído pelos destinos "py_binary" e "py_test", mesmo que não especifiquem explicitamente uma versão. Por isso, geralmente não há muitas razões para fornecer essa flag.
Tags: loading_and_analysis, affects_outputs
Opções diversas não categorizadas:
--[no]cache_test_results [-t] padrão: "auto"
Se definido como "auto", o Bazel vai executar um teste novamente apenas se: (1) o Bazel detectar mudanças no teste ou nas dependências, (2) o teste for marcado como externo, (3) várias execuções de teste tiverem sido solicitadas com --runs_per_test ou(4) o teste tiver falhado anteriormente. Se definido como "yes", o Bazel armazenará todos os resultados de testes em cache, exceto aqueles marcados como externos. Se definido como "no", o Bazel não armazena os resultados de testes em cache.
--[no]experimental_cancel_concurrent_tests padrão: "false"
Se verdadeiro, o Blaze vai cancelar os testes simultâneos na primeira execução. Isso só é útil em combinação com --runs_per_test_detects_flakes.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_fetch_all_coverage_outputs padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel busca todo o diretório de dados de cobertura para cada teste durante uma execução de cobertura.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_generate_llvm_lcov padrão: "false"
Se verdadeiro, a cobertura para o Clang vai gerar um relatório de LCOV.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--[no]experimental_j2objc_header_map padrão: "verdadeiro"
Define se o mapa de cabeçalho J2ObjC será gerado em paralelo à transcompilação J2ObjC.
--[no]experimental_j2objc_shorter_header_path padrão: "false"
Define se precisa ser gerado com um caminho de cabeçalho mais curto (usa "_ios" em vez de "_j2objc").
Tags: affects_outputs
--experimental_java_classpath=<off, javabuilder or bazel> padrão: "javabuilder"
Ativa caminhos de classe reduzidos para compilações Java.
--[no]experimental_limit_android_lint_to_android_constrained_java padrão: "false"
Limitar --experimental_run_android_lint_on_java_rules a bibliotecas compatíveis com o Android.
Tags: affects_outputs
--[no]experimental_run_android_lint_on_java_rules padrão: "false"
Define se é necessário validar origens java_*.
Tags: affects_outputs
--[no]explicit_java_test_deps padrão: "false"
Especificar explicitamente uma dependência para JUnit ou Hamcrest em um java_test, em vez de obter acidentalmente das dependências do TestRunner. No momento, só funciona para o Bazel.
--host_java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java usada por ferramentas executadas durante um build.
--host_javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac ao criar ferramentas que são executadas durante um build.
--host_jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções a serem transmitidas para a VM Java ao criar ferramentas que são executadas durante o build. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--[no]incompatible_check_sharding_support padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, o Bazel vai falhar em um teste fragmentado se o executor do teste não indicar que oferece suporte à fragmentação tocando no arquivo no caminho em TEST_SHARD_STATUS_FILE. Se for falso, um executor de testes que não oferece suporte a fragmentação fará com que todos os testes sejam executados em cada fragmento.
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_exclusive_test_sandboxed padrão: "verdadeiro"
Se verdadeiro, testes exclusivos serão executados com a estratégia no modo sandbox. Adicione a tag "local" para forçar a execução local de um teste exclusivo
Tags: incompatible_change
--[no]incompatible_strict_action_env padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel usa um ambiente com um valor estático para PATH e não herda LD_LIBRARY_PATH. Use --action_env=ENV_VARIABLE se quiser herdar variáveis de ambiente específicas do cliente, mas isso pode impedir o armazenamento em cache entre usuários se um cache compartilhado for usado.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--j2objc_translation_flags=<comma-separated list of options> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a ferramenta J2ObjC.
--java_debug
Faz com que a máquina virtual Java de um teste Java aguarde uma conexão de um depurador compatível com JDWP (como jdb) antes de iniciar o teste. Implica -test_output=streamed.
Expande-se para:
  --test_arg=--wrapper_script_flag=--debug
  --test_output=streamed
  --test_strategy=exclusive
  --test_timeout=9999
  --nocache_test_results
--[no]java_deps padrão: "verdadeiro"
Gera informações de dependência (por enquanto, caminho de classe do tempo de compilação) por destino Java.
--[no]java_header_compilation padrão: "verdadeiro"
Compile ijars diretamente da fonte.
--java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java
--java_launcher=<a build target label> padrão: consultar descrição
A tela de início do Java para usar na criação de binários do Java. Se esse flag estiver definido como a string vazia, o inicializador do JDK será usado. O atributo "launcher" modifica essa sinalização.
--java_runtime_version=<a string> padrão: "local_jdk"
A versão do ambiente de execução do Java
--javacopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para javac.
--jvmopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir para a VM Java. Essas opções serão adicionadas às opções de inicialização da VM de cada destino java_binary.
--legacy_main_dex_list_generator=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para gerar a lista de classes que precisam estar no dex principal ao compilar o multidex legado.
--optimizing_dexer=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica um binário a ser usado para fazer a dexação sem fragmentação.
--plugin=<a build target label> usos múltiplos são acumulados
Plug-ins para usar no build. Atualmente funciona com java_plugin.
--proguard_top=<a build target label> padrão: consultar descrição
Especifica qual versão do ProGuard usar para remoção de código ao criar um binário Java.
--proto_compiler=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:protoc"
O rótulo do proto-compilador.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_cc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:cc_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset(), que descreve como compilar protos em C++.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_j2objc=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/j2objc:j2objc_proto_dataset"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos j2objc
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_java=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:java_toolkit"
Identificador de proto_lang_dataset() que descreve como compilar protos Java.
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--proto_toolchain_for_javalite=<a build target label> padrão: "@bazel_tools//tools/proto:javalite_toolkit"
Rótulo de proto_lang_dataset() que descreve como compilar .protos do JavaLite
Tags: affects_outputs, loading_and_analysis
--protocopt=<a string> usos múltiplos são acumulados
Outras opções para transmitir ao compilador protobuf.
Tags: affects_outputs
--[no]runs_per_test_detects_flakes padrão: "false"
Se verdadeiro, qualquer fragmento em que pelo menos uma execução/tentativa passa e pelo menos uma execução/tentativa falha recebe um status FLAKY.
--shell_executable=<a path> padrão: consultar descrição
Caminho absoluto para o executável shell para uso pelo Bazel. Se a política não for definida, mas a variável de ambiente BAZEL_SH for definida na primeira invocação do Bazel (que inicia um servidor dele), o Bazel vai usá-la. Se nenhum deles for definido, o Bazel vai usar um caminho padrão codificado dependendo do sistema operacional em que é executado (Windows: c:/tools/msys64/usr/bin/bash.exe, FreeBSD: /usr/local/bin/bash, todos os outros: /bin/bash). Observe que o uso de um shell não compatível com bash pode levar a falhas de compilação ou de tempo de execução dos binários gerados.
Tags: loading_and_analysis
--test_arg=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica opções e argumentos adicionais que precisam ser transmitidos para o executável do teste. Pode ser usado várias vezes para especificar vários argumentos. Se vários testes forem executados, cada um deles vai receber argumentos idênticos. Usado apenas pelo comando "bazel test".
--test_filter=<a string> padrão: consultar descrição
Especifica um filtro para encaminhar ao framework de teste. Usado para limitar a execução de testes. Isso não afeta quais destinos são criados.
--test_result_expiration=<an integer> padrão: "-1"
Esta opção foi descontinuada e não tem efeito.
--[no]test_runner_fail_fast padrão: "false"
A opção de falha rápida encaminha para o executor de testes. O executor de testes deve interromper a execução após a primeira falha.
--test_sharding_strategy=<explicit, disabled or forced=k where k is the number of shards to enforce> padrão: "explícito"
Especifique a estratégia de fragmentação de testes: "explicit" para usar a fragmentação apenas se o atributo BUILD "shard_count" estiver presente. "desativado" para nunca usar a fragmentação de testes. "forced=k" para aplicar "k" a fragmentos "k" para testes, independente do atributo BUILD "shard_count".
--tool_java_language_version=<a string> padrão: ""
A versão da linguagem Java usada para executar as ferramentas necessárias durante um build
--tool_java_runtime_version=<a string> padrão: "remotejdk_11"
A versão do ambiente de execução do Java usada para executar ferramentas durante o build
--[no]use_ijars padrão: "verdadeiro"
Se ativada, essa opção faz com que a compilação Java use jars de interface. Isso resulta em uma compilação incremental mais rápida, mas as mensagens de erro podem ser diferentes.

Opções de despejo

Opções que aparecem antes do comando e são analisadas pelo cliente:
--distdir=<a path> usos múltiplos são acumulados
Outros lugares para pesquisar arquivos antes de acessar a rede para fazer o download deles.
Tags: bazel_internal_configuration
Se definido, o cache do repositório vai vincular o arquivo no caso de uma ocorrência em cache, em vez de copiar. Isso é feito para economizar espaço em disco.
Tags: bazel_internal_configuration
--experimental_repository_downloader_retries=<an integer> padrão: "0"
O número máximo de tentativas de repetição de um erro de download. Se definido como 0, as tentativas serão desativadas.
Tags: experimental
--experimental_scale_timeouts=<a double> padrão: "1.0"
Use esse fator para escalonar todos os tempos limite nas regras do repositório Starlark. Dessa forma, é possível fazer com que os repositórios externos funcionem em máquinas mais lentas do que o autor esperado, sem alterar o código-fonte
Tags: bazel_internal_configuration, experimental
--http_connector_attempts=<an integer> padrão: "8"
O número máximo de tentativas de downloads HTTP.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_connector_retry_max_timeout=<An immutable length of time.> padrão: "0s"
O tempo limite máximo para novas tentativas de download de HTTP. Com o valor 0, nenhum tempo limite máximo é definido.
Tags: bazel_internal_configuration
--http_timeout_scaling=<a double> padrão: "1.0"
Dimensionar todos os tempos limite relacionados a downloads HTTP pelo fator determinado
Tags: bazel_internal_configuration
--repository_cache=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o local do cache dos valores transferidos por download durante a busca de repositórios externos. Uma string vazia como argumento solicita que o cache seja desativado. Caso contrário, o padrão '<output_user_root>/cache/repos/v1' será usado
Tags: bazel_internal_configuration
--[no]repository_disable_download padrão: "false"
Se definido, o download usando ctx.download{,_and_extract} não será permitido durante a busca do repositório. O acesso à rede não está completamente desativado. O ctx.execute ainda pode executar um executável arbitrário que acessa a Internet.
Tags: bazel_internal_configuration
Opções que controlam a execução do build:
--gc_thrashing_threshold=<an integer in 0-100 range> padrão: "100"
A porcentagem de espaço seguro ocupado (0-100) acima do qual o GcThrashingDetector considera os eventos de pressão da memória em relação aos limites (--gc_thrashing_limits). Se definido como 100, o GcThrashingDetector será desativado.
Tags: host_machine_resource_optimizations
Opções que controlam a saída do comando:
--[no]action_cache padrão: "false"
Despejar conteúdo do cache da ação.
Tags: bazel_monitoring
--memory=<none, shallow or deep> padrão: "nenhum"
Descarrega o uso de memória de um determinado nó do Skyframe.
Tags: bazel_monitoring
--memory_package=<a string> padrão: consultar descrição
O pacote cujo uso da memória precisa ser despejado.
Tags: bazel_monitoring
--memory_starlark_module=<a build target label> padrão: consultar descrição
O módulo Starlark cujo uso da memória precisa ser despejado.
Tags: bazel_monitoring
--[no]packages padrão: "false"
Despejar conteúdo do cache do pacote.
Tags: bazel_monitoring
--[no]rule_classes padrão: "false"
Classes de regras de despejo.
Tags: bazel_monitoring
--[no]rules padrão: "false"
Regras de despejo, incluindo contagens e uso de memória (se a memória for rastreada).
Tags: bazel_monitoring
--skyframe=<off, summary, count, value, deps, rdeps or function_graph> padrão: "desativado"
Despejar gráfico do Skyframe: "off", "summary", "count", "value", "deps", "rdeps" ou "function_graph".
Tags: bazel_monitoring
--skykey_filter=<a comma-separated list of regex expressions with prefix '-' specifying excluded paths> padrão: ".*"
Filtro regex de nomes SkyKey a serem gerados. Usado apenas com --skyframe=deps, rdeps, function_graph.
Tags: bazel_monitoring
--skylark_memory=<a string> padrão: consultar descrição
Despeja um perfil de memória compatível com o pprof no caminho especificado. Para saber mais, consulte https://github.com/google/pprof.
Tags: bazel_monitoring
Essa opção afeta a semântica da linguagem Starlark ou da API de build acessível a arquivos BUILD, arquivos .bzl ou arquivos do WORKSPACE:
--[no]incompatible_depset_for_java_output_source_jars padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo.
Tags: loading_and_analysis, incompatible_change
--[no]incompatible_new_actions_api padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]incompatible_visibility_private_attributes_at_definition padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op, incompatible_change
--[no]separate_aspect_deps padrão: "verdadeiro"
Ambiente autônomo
Tags: no_op
Opções relacionadas à saída e à semântica do Bzlmod:
--allow_yanked_versions=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especificou as versões do módulo no formato "<module1>@<version1>,<module2>@<version2>" que serão permitidas no gráfico de dependências resolvido, mesmo que sejam declaradas puxadas no registro de origem (se não estiverem vindo de um NonRegistryOverride). Caso contrário, versões puxadas farão com que a resolução falhe. Você também pode definir a versão extraída permitida com a variável de ambiente "BZLMOD_ALLOW_YANKED_VERSIONS". É possível desativar essa verificação usando a palavra-chave "all" (não recomendado).
Tags: loading_and_analysis
--check_bazel_compatibility=<error, warning or off> padrão: "erro"
Verifique a compatibilidade da versão do Bazel nos módulos do Bazel. Os valores válidos são "error" para encaminhar para uma falha de resolução, "off" para desativar a verificação ou "warning" para imprimir um aviso quando uma incompatibilidade é detectada.
Tags: loading_and_analysis
--check_direct_dependencies=<off, warning or error> padrão: "aviso"
Verifique se as dependências "bazel_dep" diretas declaradas no módulo raiz são as mesmas que você recebe no gráfico de dependências resolvido. Os valores válidos são "off" para desativar a verificação, "warning" para gerar um aviso quando uma incompatibilidade for detectada ou "error" para encaminhar para uma falha de resolução.
Tags: loading_and_analysis
--[no]ignore_dev_dependency padrão: "false"
Se verdadeiro, o Bazel ignora "bazel_dep" e "use_extension" declarados como "dev_dependency" no MODULE.bazel do módulo raiz. Observe que essas dependências de dev são sempre ignoradas no MODULE.bazel se não for o módulo raiz, independentemente do valor dessa flag.
Tags: loading_and_analysis
--lockfile_mode=<off, update or error> padrão: "atualizar"
Especifica como e se o arquivo de bloqueio será usado. Os valores válidos são "update" para usar o bloqueio e atualizá-lo se houver mudanças, "error" para usar o bloqueio, mas gerar um erro se ele não estiver atualizado, ou "off" para não ler nem gravar no arquivo de bloqueio.
Tags: loading_and_analysis
--override_module=<an equals-separated mapping of module name to path> usos múltiplos são acumulados
Substitui um módulo por um caminho local na forma de <nome do módulo>=<caminho>. Se o caminho informado for absoluto, ele será usado como está. Se o caminho fornecido for relativo, ele é relativo ao diretório de trabalho atual. Se o caminho indicado começar com "%workspace%", ele será relativo à raiz do workspace, que é a saída de "bazel info workspace".
--registry=<a string> usos múltiplos são acumulados
Especifica os registros a serem usados para localizar dependências do módulo do Bazel. A ordem é importante: os módulos serão procurados primeiro em registros anteriores e só vão retornar a registros posteriores quando estiverem ausentes dos anteriores.
Tags: changes_inputs
--vendor_dir=<a path> padrão: consultar descrição
Especifica o diretório que vai armazenar os repositórios externos no modo de fornecedor, seja para buscar neles ou usá-los durante a criação. O caminho pode ser especificado como absoluto ou relativo para o diretório do espaço de trabalho.
Tags: loading_and_analysis
Opções que acionam otimizações do tempo de build:
--gc_thrashing_limits=<comma separated pairs of <period>:<count>> padrão: "1s:2,20s:3,1m:5"
Limites que, se atingidos, fazem o GcThrashingDetector falhar no Bazel com um OOM. Cada limite é especificado como <period>:<count>, em que o período é uma duração e a contagem é um número inteiro positivo. Se mais de --gc_thrashing_threshold% de espaço permanente (pilha de geração antiga) permanecer ocupado após <count> GCs completas consecutivas em <period>, uma OOM será acionada. Vários limites podem ser especificados separados por vírgulas.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_full_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso da porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando um evento GC completo ocorrer, ele removerá o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC completos nunca acionam quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC completo e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations
--skyframe_high_water_mark_minor_gc_drops_per_invocation=<an integer, >= 0> padrão: "2147483647"
Sinalização para configuração avançada do mecanismo Skyframe interno do Bazel. Se o Bazel detectar que o uso de porcentagem de heap retida excede o limite definido por --skyframe_high_water_mark_threshold, quando ocorrer um evento de GC secundário, ele eliminará o estado temporário do Skyframe desnecessário, até esse número de vezes por invocação. O padrão é Integer.MAX_VALUE; efetivamente ilimitado. Zero significa que eventos de GC secundários nunca acionarão quedas. Se o limite for atingido, o estado do Skyframe não será mais descartado quando ocorrer um evento de GC secundário e o limite de porcentagem da pilha retida for excedido.
Tags: host_machine_resource_optimizations